Marca Maxmeio

Postado às 15h12 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Prefeitura do Natal lança seleção de bandas de frevo e atrações musicais para o Carnaval Multicultural 2019.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A Prefeitura do Natal, através da Secretaria de Cultura (Secult/Funcarte), publica na edição de hoje (6) do Diário Oficial do Município (DOM), a Seleção Pública para atrações musicais (intérpretes, bandas e grupos) e bandas de frevo do Carnaval Multicultural 2019.

O Carnaval em 2019 acontece no período de 28 de fevereiro a 5 de março. O edital vai selecionar e contratar atrações e revelações musicais, para integrar a programação dos Polos Carnavalescos. Os documentos e anexos necessários para a participação do processo estão disponíveis para baixar no www.blogdafuncarte.com.br

As inscrições vão até o dia 11 de janeiro de 2019. “Estamos trabalhando com um prazo bem antecipado para que os proponentes, artistas e carnavalescos tenham tempo para a parte da documentação legal, trabalhar e apresentar seus repertórios e fazermos novamente um grande Carnaval”, comentou o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão.

Serão selecionadas 24 atrações musicais e 6 revelações. Na categoria Bandas de Frevo serão selecionadas 4 com 6 músicos instrumentistas mais o maestro, 15 bandas com 13 músicos e o maestro; 10 bandas com 26 músicos e o maestro; 5 bandas com 40 músicos e o maestro e 3 bandas com 50 músicos o maestro num total de 37 bandas de frevo para atender o Carnaval de Natal 2019.

Postado às 16h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Sob forte chuva o bloco carnavalesco “Baicú na Vara” encerra O Carnaval de Natal.icú

Concentração na Praça do Cruzeiro.

Maestro, compositor e saxofonista Chico Beethoven, com a orquestra Frevo do Xico.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Literalmente a chuva lavou a alma de milhares de foliões na manhã desta quarta-feira (14) de cinzas com o bloco carnavalesco “Baicú na Vara” que saiu pelas ruas da Redinha e encerrou o Carnaval de Natal 2018. São 29 anos homenageando os blocos de rua da capital potiguar.Todo o trajeto foi realizado sob comando do maestro, compositor e saxofonista Chico Beethoven, com a orquestra Frevo do Xico.

  • IMG_7631 (2)
  • IMG_7633 (2)
  • IMG_7637 (2)
  • IMG_7639 (2)
  • IMG_7640 (2)
  • IMG_7647 (2)
  • IMG_7648 (2)
  • IMG_7652 (2)
  • IMG_7659 (2)
  • IMG_7670 (2)
  • IMG_7672 (2)
  • IMG_7696 (2)
  • IMG_7703 (2)
  • IMG_7705 (2)
  • IMG_7708 (2)
  • IMG_7711 (2)
  • IMG_7717 (2)
  • IMG_7720 (2)
  • IMG_7724 (2)
  • IMG_7728 (2)
  • IMG_7735 (2)
  • IMG_7740 (2)
  • IMG_7744 (2)
  • IMG_7746 (2)
  • IMG_7755 (2)
  • IMG_7759 (2)
  • IMG_7760 (2)
  • IMG_7765 (2)
  • IMG_7769 (2)
  • IMG_7773 (2)
  • IMG_7777 (2)
  • IMG_7778 (2)
  • IMG_7779 (2)
  • IMG_7784 (2)
  • IMG_7787 (2)
  • IMG_7790 (2)
  • IMG_7792 (2)
  • IMG_7802 (2)
  • IMG_7803 (2)
  • IMG_7805 (2)
  • IMG_7811 (2)
  • IMG_7814 (2)
  • IMG_7815 (2)
  • IMG_7821 (2)
  • IMG_7821
  • IMG_7823
  • IMG_7825 (2)
  • IMG_7822
Postado às 09h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Ricardo Chaves encerra o Carnaval de Natal e deixa os foliões com gostinho de quero mais.

Antonio Nóbrega.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

Ricardo Chaves encerra Carnaval Multicultural de Natal com show na Praça Ecológica de Ponta Negra na noite desta terça-feira (14) e deixa os foliões com gostinho de quero mais. Na quarta-feira de cinzas tem Bloco dos Garis’ e o ‘Baiacu na Vara’ para encerrar o período de folia 2018.

O aquecimento para o show de Ricardo Chaves ficou por conta do poeta e músico Antonio Nóbrega com repertório de frevo com “Vassourinhas”, “Chegança”, “Mulher-Peixão”, “Vinde, Vinde, Moços E Velhos”, “Abrição de Portas”, onde fez a multidão do Polo de Ponta Negra reviver a essência do frevo pernambucano.  Antonio Nóbrega nasceu em Recife, Pernambuco, Brasil, em 1952. É violinista desde criança. Entre 1968 e 1970, já participava da Orquestra de Câmara da Paraíba e da Orquestra Sinfônica do Recife. Em 1971, foi convidado por Ariano Suassuna a integrar o Quinteto Armorial, grupo precursor na criação de uma música de câmara brasileira de raízes populares. Fruto desse envolvimento com o universo da cultura popular, a partir de 1976, começou a desen volver um estilo próprio de concepção em artes cênicas e música, apresentando desde então os espetáculos (…)

  • IMG_7533 (2)
  • IMG_7543 (2)
  • IMG_7549 (2)
  • IMG_7556 (2)
  • IMG_7570 (2)
  • IMG_7583 (2)
  • IMG_7556 (2)
  • IMG_7487 (2)
  • IMG_7491 (2)
  • IMG_7495 (2)
  • IMG_7499 (2)
  • IMG_7503 (2)
  • IMG_7510 (2)
  • IMG_7516 (2)
Postado às 16h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Bloco “Os Cãos” mantém tradição do Carnaval da Redinha.

O “Cão” chupando manga.

Rei Momo e Rainha do carnaval 2018.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O bloco carnavalesco “Os Cãos” reúne centenas de foliões em mangue da Redinha.  Uma tradição que já dura mais de 50 anos se repetiu na manhã desta terça-feira (13) no carnaval multicultural de Natal. Cobertos de lama, os integrantes do bloco Os Cão desfilaram pelas ruas da praia da Redinha, na zona Norte da capital potiguar. Os foliões invadem as ruas do Bairro com a fantasia livre que é a lama retirada do manguezal e se consolida como uma opção para quem deseja se divertir sem gastar nenhum dinheiro, já que o acesso e todo o deslocamento acontece acompanhado por uma orquestra de frevo e grupos de diversos seguimentos musicais como o funk e o samba.

BLOCO OS CÃOS 

O bloco mais original e tradicional da Redinha nasceu da imaginação criativa de alguns de seus moradores. Numa manhã de carnaval, no distante ano de 1962, Francisco Ribamar de Brito (Dodô) e seu irmão, Armando Ferreira de Brito (o Gago), estavam com Francisco Clemente da Silva (o Chico Baé), Francisco Valdécio (Chico do Cabo) e Djalma de Andrade (Uá) quando seguiram todos para casa de José Gabriel de Góes (Zé Lambreta).

De lá, foram para o Rio Doce, chamado na época de Porto D’água, “para procurar pitu nos buracos da beira do rio”, explicou Dodô, hoje com 72 anos de idade. O intuito era assar os camarões ali mesmo, em uma pequena fogueira improvisada, para tirar o gosto da cachaça Olho D’água, que levaram para tomar em quengas de coco.

Entre um gole e outro, ao sabor do camarão assado, Chico Baé pegou um punhado de lama e passou sobre o cabelo. “Ele fez para o cabelo dele ficar estirado”, brinca Dodô. Vendo a “presepada”, Zé Lambreta teve a ideia: “Vamos se melar todinho e sair assustando o povo!”.

Na certa, Zé Lambreta não imaginaria que sua irreverência espontânea um dia, mereceria destaque em plena Sapucaí, no carnaval do Rio de Janeiro de 1998, no enredo da escola de samba Salgueiro, que homenageava os 450 anos de Natal.

Dodô conta em detalhes que Chico Baé colocou ainda dois “charutos do mangue” (sementes do mangue) na cabeça e um “rabo de salsa” atrás (uma espécie de capim de beira de rio). “Aí eu disse: ‘Tais todinho um cão’”, afirmou Dodô, dando origem ao nome do bloco.

Para incrementar a brincadeira, cada um desfilou pelas ruas da Redinha batendo em latas de goiabada, cantando: “Ainda tem cão dentro / ainda tem cão / rela rita / rita rela / ainda tem cão dentro dela”. “Já tínhamos criado todo tipo de fantasia; num tinha mais o que inventar não”, comenta Dodô, morador há mais de 60 anos da Redinha, sempre na rua José Herôncio de Melo, ainda sob a origem do bloco.

Os sete discípulos carnavalescos do “coisa ruim” pretendiam encerrar seu desfile inusitado no Mercado Público, no barraco de Dalila Januário. Mas o então administrador do Mercado, João Caetano de Barros, pediu para que não entrassem com medo de melar suas paredes. Dodô, então, no meio de seu relato ressaltou: “A gente não queria melar ninguém. Era só brincadeira sadia”.

Nos anos seguintes o número de “cãos” crescia, mas a ideia da “brincadeira sadia” de Dodô e seus amigos fora se perdendo com o tempo.

“No ano seguinte já eram cerca de 15 pessoas que se melavam de lama. O número de integrantes crescia todo ano. Aí deixei de brincar porque o povo só queria saber de se embriagar e melar parede. Eu já estava casado e preferi ficar em casa”, conta Dodô.

O pesquisador e folião do bloco por alguns anos, Gutenberg Costa, disse que no início, o bloco Os Cão, embora surgido de uma brincadeira sem compromisso, era organizado. “Não passávamos sujos pelas calçadas nem entrávamos no Mercado Público”.

Ele afirma que os mais antigos saíam pelas ruas carregando um saco de estopa, onde recolhiam bebidas, alimentos e até dinheiro dos veranistas que contribuíam para o carnaval daqueles nativos.

“Os veranistas já ficavam com um litro de cachaça ou algum tira-gosto do lado de fora. Quando não tinham nada, davam algum dinheiro. Infelizmente, hoje o ‘melaceiro’ que provocam está incontrolável”, lamenta o pesquisador.

Naquele primeiro dia de vida de Os Cão, os sete amigos findaram a brincadeira por volta das 11 horas, quando saíram das proximidades do Mercado em direção ao trapiche para tirar a lama. Durante a tarde, ainda iriam curtir o carnaval no bloco Os Brasinhas.

  • IMG_7230 (2)
  • IMG_7239 (2)
  • IMG_7272 (2)
  • IMG_7333 (2)
  • IMG_7336 (2)
  • IMG_7346 (2)
  • IMG_7352 (2)
  • IMG_7365 (2)
  • IMG_7371 (2)
  • IMG_7374 (2)
  • IMG_7382 (2)
  • IMG_7387 (2)
  • IMG_7393 (2)
  • IMG_7395 (2)
  • IMG_7403 (2)
  • IMG_7411 (2)
  • IMG_7416 (2)
  • IMG_7459 (2)
  • IMG_7470 (2)
  • IMG_7476 (2)
  • IMG_7245 (2)
  • IMG_7258 (2)
  • IMG_7264 (2)
  • IMG_7269 (2)
  • IMG_7280 (2)
  • IMG_7289 (2)
  • IMG_7294 (2)
  • IMG_7298 (2)
  • IMG_7304 (2)
  • IMG_7328 (2)
  • IMG_7357 (2)
  • IMG_7361 (2)
Postado às 14h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Carnaval de Multicultural de Natal 2018 programação segunda-feira (12).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

DIA – 12/02 (SEGUNDA-FEIRA)

POLO MULTICULTURAL PONTA NEGRA

BLOCOS

16h00 – A Ponta
17h00 – DESFILE DAS TRIBOS DE ÍNDIOS

Gaviões Amarelos
Apache
Saterê Mauê
Mobralino Mapabu
Tapuia
Tabajara
Guaraci
Tupi Guarani

SHOWS

PALCO PRAIA DE GENIPABU

16h00 – Giros in Solos
17h00 – Ângela Castro
18h00 – Skarimbó
19h00 – Reconvexo

PALCO DA PRAÇA PRAIA DE PONTA NEGRA

20h00 – DuSouto Conecta
22h00 – Monobloco

POLO MULTICULTURAL PETRÓPOLIS

BLOCOS

Petrópolis Folia. 16h – Baile infantil- Bloco PETIPÁ – Fobica Kids com Vyda e Lara. Aristófanes Fernandes (Praça das Flores)

17h00 – Folia de Brincantes
17h30 – Vão Me Levando –  encontro de blocos. Concentração e desfile com Frevo do Xico

SHOWS

18h00 – Sesi Big Band
19h30 –Fobica do Jubila e convidados
21h30 – Maestro Forró e Orquestra Popular da Bomba do Hemetério

23h Dusouto

POLO MULTICULTURAL ROCAS

BLOCOS

16h00 – Os Grávidos

POLO MULTICULTURAL REDINHA

BLOCOS

11h30 – As Raparigas
14h30 – Pimenta Nelas
16h00 – Redinha dos Meus Amores
17h00 – Galo da Praia

SHOWS

PALCO PRAÇA DO CRUZEIRO

21h00 – Debinha Ramos
23h00 – Leão Neto

PALCO LARGO DO BUIÚ

21h00 – Fadja Lorena
23h00 – Priscila Braw
01h00 – Panka de Bacana

CIRCUITO DE TRIOS – POLO PRAIA DOS ARTISTAS

Banda Dubê – Saída: Praia do Forte (15h). Chegada: Praia dos Artistas

BLOCOS DIVERSOS

16h30 – A.R.P.I. – Sede
19h00 – Os Malas do Barro Vermelho – Rua Jaguarari

Postado às 13h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Carnaval de Natal Multicultural de Natal 2018: Show Nara Costa e Margareth Menezes.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O domingo (11) do Carnaval Multicultural de Natal no Polo Ponta Negra ficou marcado pelos excelentes shows da cantora potiguar Nara Costa e  da baiana Margareth Menezes. Além da  passagem de bloquinhos super animados, cada um deles arrastando centenas de foliões bem no clima da festa. Muitos “palhaços”, “Pierrots”, “Colombinas”, “Super Heróis” e “Princesas” foram vistos pela praça.

Nara Costa abriu a folia momesca no palco principal do Polo Ponta Negra, que já estava lotada de foliões aguardando para curtir o ponto alto da festa. A artista Potiguar abusou de marchinhas carnavalescas, samba e frevo em seu repertório. Como sempre o público de Ponta Negra interage bastante com a banda, “é sempre muito bom tocar aqui em Ponta Negra, esse é o meu 3º ano e a cada ano fico super feliz com a alegria que vocês me proporcionam”, disse Nara.

A  hora mais aguardada do domingo de carnaval, o show da cantora baiana Margareth Menezes que levou o grande público ao delírio. Quem estava lá sentiu o chão de Ponta Negra tremer ao som dos grandes sucessos “Dandalunda”, “Faraó divindade do Egito” e “Eligibô”. A cantora homenageou Ivete Sangalo que foi mãe de gêmeas no período do carnaval além de cantar um repertório variado incluindo música de Djavan.

“É sempre um enorme prazer tocar no carnaval de Natal, obrigada a Carlos Eduardo e Dácio Galvão, não é mole fazer carnaval nesse país e eu acho que vocês têm mesmo é que aplaudir o Prefeito”, disse Margareth Menezes.

 

  • (1) IMG_001_2018
  • IMG_6992 (2)
  • IMG_6994 (2)
  • IMG_6995 (2)
  • IMG_6997 (2)
  • IMG_7001 (2)
  • IMG_7008 (2)
  • IMG_7029 (2)
  • IMG_7037 (2)
  • IMG_7047 (2)
  • IMG_7051 (2)
  • IMG_7054 (2)
  • IMG_7061 (2)
  • IMG_7063 (2)
  • IMG_7085 (2)
  • IMG_7089 (2)
  • IMG_7092 (2)
  • IMG_7094 (2)
  • IMG_7098 (2)
  • IMG_7102 (2)
  • IMG_7110 (2)
  • IMG_7136 (2)
  • IMG_7151 (2)
  • IMG_7156 (2)
  • IMG_7160 (2)
  • IMG_7165 (2)
  • IMG_7184 (2)
  • IMG_7202 (2)
  • IMG_7215 (2)
  • IMG_7217 (2)
  • IMG_7218 (2)
  • IMG_7220 (2)
Postado às 11h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Rata de Esgoto é a nova Rainha das kengas 2018.

Show de Dani Cruz.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

“Rata de Esgoto” foi eleita a Rainha das Kengas 2018, o concurso foi realizado na tarde deste domingo (10) no Polo Centro Histórico, Bairro Cidade Alta, em Natal.  Após o desfile a comissão julgadora escolheu a “Rata de Esgoto – Lesley Sheron” como a kenga 2018 que utilizou um belo figurino totalmente na cor rosa com diversos acessórios para compor o figuro. A vencedora também recebeu uma premiação em dinheiro no valor de um salário mínimo. A kenga campeã, Luís Cosme, é agente de endemias e participou do desfile pela terceira vez. “É maravilhoso, é bonito, não tenho palavras para descrever tudo que estou sentindo”, disse.

Praça André de Albuquerque, na Cidade Alta, virou uma passarela da beleza, 44 kengas desfilaram para o público com fantasias e exuberância o que levou o público a vibrar e torcer pela kenga preferida. A edição de 35 anos do bloco mais irreverente e debochado do RN teve como lema: Transforme-se. “É uma satisfação imensa organizar o desfile que a cada ano aumenta a participação de kengas”, falou Lula Belmonte organizador do desfile.

  • IMG_6627 (2)
  • IMG_6630 (2)
  • IMG_6632 (2)
  • IMG_6660 (2)
  • IMG_6665 (2)
  • IMG_6670 (2)
  • IMG_6677 (2)
  • IMG_6684 (2)
  • IMG_6774 (2)
  • IMG_6782 (2)
  • IMG_6879 (2)
  • IMG_6898 (2)
  • IMG_6902 (2)
  • IMG_6910 (2)
  • IMG_6915 (2)
  • IMG_6918 (2)
  • IMG_6939 (2)
  • IMG_6942 (2)
  • IMG_6943 (2)
  • IMG_6946 (2)
  • IMG_6963 (2)
  • IMG_6978 (2)
  • IMG_6641 (2)
  • IMG_6652 (2)
  • IMG_6655 (2)
  • IMG_6688 (2)
  • IMG_6697 (2)
  • IMG_6700 (2)
  • IMG_6704 (2)
  • IMG_6724 (2)
Postado às 11h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Domingo é dia do Bloco das Kengas.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O Carnaval Multicultural tem patrocínio da Skol, Banco do Brasil, Uninassau, Café Santa Clara, Fiern, Fecomércio, Vital Engenharia e Moinho Dias Branco. A folia começa na próxima quinta-feira, dia 8, como tradicional Baile de Máscaras do Atheneu, no Polo Petrópolis. O show de abertura será com Carlinhos Brown e o potiguar Sueldo Soaress abrindo a noitada.

A novidade deste ano é a criação do Polo Praia dos Artistas, com o Circuito de Trios, que vai animar domingo e segunda-feira de Carnaval na orla urbana. Saindo da Praia do Forte sempre às 15h até 18h com Cavaleiros do Forró (domingo) e Banda Dubê  (segunda). Na Zona Oeste o Carnaval Multicultural de Natal ganhou a adesão do tradicional projeto Nazaré Folia, que passa a integrar a programação oficial.

DIA – 11/02 (DOMINGO)

POLO MULTICULTURAL PONTA NEGRA

BLOCOS

16h00 –Fiquei porque quis

16h00 – Suvaco do Careca. Lateral Praia Shopping

18h00 – Se Brincar eu Pego. Concentração Balada Bar. Destino: palco Principal, Praça Ecológica.

SHOWS

PALCO PRAIA DE GENIPABU

16h00 – Bando das Brenha

17h00 – Felipe Toca

18h00 – Dj Samir

19h00 – Carcará na Viagem

PALCO DA PRAÇA PRAIA DE PONTA NEGRA

20h00 – Nara Costa

22h00 – Margareth Menezes

POLO MULTICULTURAL PETRÓPOLIS

BLOCOS

15h00 – Charanga da Greiosa

SHOWS

16h30 – Nação Zamberacatu

18h00 – Skarimbó

19h00 – Orquestra Greiosa

21h00 – Academia da Berlinda

23h00 – Orquestra Contemporânea de Olinda

POLO MULTICULTURAL CENTRO HISTÓRICO

BLOCOS

16h00 – As Kengas

SHOWS

16h00 – Dany Cruz

20h00 – Sandra de Sá com participação de Renata Arruda

POLO MULTICULTURAL RIBEIRA

19h00 – Acadêmicos do Morro

20h10 – Malandros do Samba (sob júdice)

21h20 – Imperatriz Alecrinense

22h30 – Águia Dourada

23h40 – Balanço do Morro

POLO MULTICULTURAL ROCAS

BLOCOS

15h30 – Língua Ferina

16h00 – Tô Dentro da Terceira Idade

POLO MULTICULTURAL REDINHA

BLOCOS

11h00 – As Raparigas

15h45 – Troça do Zé Prikito

16h15 – Sem Preconceito eu Vou

17h00 – Banda do Siri

SHOWS

PALCO PRAÇA DO CRUZEIRO

21h00 – Dudu Galvão

23h00 – Sueldo Soaress

 

PALCO LARGO DO BUIÚ

21h00 – Luizinho Nobre

23h00 – Cavaleiros do Forró

CIRCUITO DE TRIOS – POLO PRAIA DOS ARTISTAS

Cavaleiros. Saída: Praia do Forte (15h). Chegada: Praia dos Artistas

BLOCOS DIVERSOS

16h00 – Alegria das Dunas – Conselho do Parque das Dunas – Pajuçara

16h00 – A.R.P.I. – Sede

 

Postado às 03h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Banda Grafith arrasta multidão ao polo Redinha.

Prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, Roseane Albuquerque Rainha e  Silvano Jeferson, Rei Momo do Carnaval 2018.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O polo Redinha do Carnaval Multicultural de Natal 2018 teve mais uma vez uma das atrações mais esperadas pelo público local: show da banda potiguar Grafith. A apresentação foi na noite deste  sábado (10), na área conhecida como Largo do Buiú, na Redinha Nova. Milhares de pessoas dançaram ao som da banda mais popular do Estado.

  • IMG_6386 (2)
  • IMG_6398 (2)
  • IMG_6401 (2)
  • IMG_6406 (2)
  • IMG_6409 (2)
  • IMG_6411 (2)
  • IMG_6416 (2)
  • IMG_6426 (2)
  • IMG_6431 (2)
  • IMG_6465 (2)
  • IMG_6492 (2)
  • IMG_6498 (2)
  • IMG_6512 (2)
  • IMG_6527 (2)
  • IMG_6529 (2)
  • IMG_6547
Postado às 03h02 CarnavalDestaque Nenhum comentário

Bloco ‘Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens’ homenageia Mário de Andrade.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O bloco carnavalesco “Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens” desfilou pelas ruas do bairro Ponta Negra, em Natal, na tarde do sábado (10). Este ano a homenagem foi aos 90 anos da passagem de Mário de Andrade pelo Rio Grande do Norte, a folia foi regada à música, dança e poesia.

O bloco está em sua 14ª edição e ficou conhecido por suas alegorias e pelos bonecos gigantes, com destaque para os personagens que dão o nome ao grupo. O bloco é aberto ao público e gratuito, mas os organizadores vendem camisetas para ajudar no pagamento das despesas.

  • IMG_6193 (2)
  • IMG_6197 (2)
  • IMG_6202 (2)
  • IMG_6206 (2)
  • IMG_6210 (2)
  • IMG_6211 (2)
  • IMG_6215 (2)
  • IMG_6218 (2)
  • IMG_6220 (2)
  • IMG_6222 (2)
  • IMG_6227 (2)
  • IMG_6231 (2)
  • IMG_6234 (2)
  • IMG_6238 (2)
  • IMG_6239 (2)
  • IMG_6244 (2)
  • IMG_6252 (2)
  • IMG_6263 (2)
  • IMG_6265 (2)
  • IMG_6271 (2)
  • IMG_6275 (2)
  • IMG_6281 (2)
  • IMG_6284 (2)
  • IMG_6288 (2)
  • IMG_6292 (2)
  • IMG_6294 (2)
  • IMG_2727
  • IMG_2829
  • IMG_5718
  • IMG_5823
Página 1 de 1012345...10...Última »