Marca Maxmeio

Postado às 17h08 Cidade Nenhum comentário
A psicologa Thais Correa Medeiros, participa  da 29ª RBA

A psicóloga carioca Thais Correa Medeiros, participa da 29ª RBA na UFRN/Natal.  

Redação/eliasjornalista.com
Natal sedia a 29ª Reunião Brasileira de Antropologia que trás como tema principal “Diálogos antropológicos expandindo fronteiras” e está ocorrendo até o próximo dia 6 na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento é uma forte referência na área de Ciências Humanas, não só no Brasil mas também em nível internacional e  atrai cerca de quatro mil participantes oriundos dos diversos estados brasileiros e também países da europeus e latinos.

Os cerca de quatro mil participantes se dividiram entre as salas para acompanhar discussões e apresentar seus trabalhos de pesquisas muitos deles ainda em fase de conclusão em torno de temas clássicos e contemporâneos ao qual a Antropologia tem se dedicado.
Os conferencistas são personagens de um novo cenário na produção de pesquisas antropológicas: ao contrário do modelo convencional em que o estudioso vem de fora pesquisar grupos que não são comuns ao seu convívio, representantes de povos como quilombolas e índios, entre outros, realizam os estudos sobre si mesmos.

O ponto alto da Reunião acontece entre os dias 07 e 08, acontece o pós-evento, que inclui o Simpósio Deslocamentos: raça e racismo em perspectiva comparativa, no auditório da Biblioteca Central – UFRN e as Jornadas internacionais: políticas públicas, diversidades em gênero e educação, que acontece no Hotel Pipa Atlântico na praia de Pipa. As discussões contarão com nomes expressivos da área, de universidades de Sidney, Equador, México, Amsterdam, Texas, USP, entre outras.

G A L E R I A   DE   F O T O S:

  • _MG_1070
  • _MG_1075
  • _MG_1077
  • _MG_1078
  • _MG_1083
  • _MG_1089
  • _MG_1093
  • _MG_1098
  • _MG_1102
  • _MG_1109
  • _MG_1121
  • _MG_1124
  • _MG_1137
  • _MG_1140
  • _MG_1149
  • _MG_1157
  • _MG_1170
  • _MG_1181
  • _MG_1186
  • _MG_1187
  • _MG_1204
  • _MG_1215
Postado às 23h08 Cidade Nenhum comentário
O presidente do grupo catalão SERHS, Ramón Bagó i Agulló, recebeu da Câmara Municipal de Natal, o título de cidadão natalense.

O presidente do grupo catalão SERHS, Ramón Bagó i Agulló, recebeu da Câmara Municipal de Natal, o título de cidadão natalense.

Redaçao/eliasjornalista.com
O presidente do grupo catalão SERHS, Ramón Bagó i Agulló, recebeu nesta segunda-feira (4), na Câmara Municipal de Natal, o título de cidadão natalense, a homenagem foi proposta pelo vereador Júlio Protásio.

Em seu discurso o vereador Júlio Protásio (PSB) destacou a importância do grupo DERHS na atividade turística potiguar. “A atividade turística contribui com emprego e renda e é um dos setores mais promissores da economia mundial. Estamos com essa homenagem reconhecendo a contribuição deste grupo empresarial para a economia da nossa cidade e do Rio Grande do Norte através do Serhs Natal Grand Hotel. O Senhor Ramóm é um exemplo típico de homem empreendedor e que enriquece com seus costumes e investimentos a cultura do povo natalense, valorizando as belezas de nossa terra”, afirmou o propositor Júlio Protásio. O grupo catalão Serhs é formado por 59 empresas em todo o mundo, que atua no setor de turismo desde 1975. “Este grupo tem nosso respeito e gratidão também pelo desenvolvimento de nossa cidade”, completou o vereador.

Ramón Bagó, presidente do grupo catalão SERHS disse se sentir honrado com a homenagem e destaca a união entre os empresários locais para o sucesso do empreendimento. “Estou honrado com esse título. É o reconhecimento de Natal ao esforço que nosso grupo tem feito para lotar essa querida terra, em um hotel de qualidade, com relevantes níveis de satisfação atestados por seus usuários. Recebemos pessoas do Brasil e do mundo que se admiram com esta terra calorosa e hospitaleira. Mas para isto continuar é necessária a união de empresários, governos, instituições sociais, entre outros, para Natal seja uma cidade ordeira, bem sinalizada, segura, com campanhas de divulgação para que nossos visitantes estejam ainda mais satisfeitos voltando e recomendando este destino”, ressaltou o homenageado.

  • (1)_MG_1043
  • (2)_MG_0996
  • (3)_MG_1041
  • _MG_0966
  • _MG_0971
  • _MG_0982
  • _MG_0993
  • _MG_1009
  • _MG_1012
  • _MG_1033
  • _MG_1037
  • _MG_1049
  • _MG_1062
  • _MG_1066
Postado às 16h07 Cidade [ 1 ] comentário

Comunicadores prestigiam lançamento da programação Festival Cultural e Gastronômico de Serra de São Bento, no Sal e Brasa em Natal. Sal e Brasa: Comunicadores prestigiam lançamento da programação Festival Cultural e Gastronômico de Serra de São Bento.<%

  • _MG_7890
  • _MG_7891
  • _MG_7893
  • _MG_7896
  • _MG_7897
  • _MG_7900
  • _MG_7902
  • _MG_7906
  • _MG_7910
  • _MG_7915
  • _MG_7920
  • _MG_7922
  • _MG_7925
  • _MG_7935
  • _MG_7938
Postado às 10h07 Cidade Nenhum comentário
Assembleia promulga emendas à constituição do RN em sessão solene.

Assembleia promulga emendas à constituição do RN em sessão solene.

Redação/eliasjornalista.com
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS), conduziu sessão solene nesta terça-feira (15) para promulgação das PECs. A revisão da Constituição do Rio Grande do Norte havia sido aprovada, por unanimidade.

No total, foram 42 artigos que sofreram mudanças para que se adequassem à Carta Magna Federal. O deputado Fábio Dantas (PCdoB) foi o relator da revisão, que tramitou numa comissão especial. Com a mudança, o recesso dos parlamentares no mês de julho será entre os dias 18 e 31.

Em dezembro, as atividades legislativas ficam suspensas temporariamente entre os dias 22 até 2 de fevereiro. Atualmente, o recesso acontece entre os dias 1º e 31 de julho e entres os dias 15 de dezembro a 15 de fevereiro.

Entre as principais alterações na Constituição do RN estão o fim do voto secreto na Assembleia Legislativa, a apresentação de Projetos de Lei por iniciativa popular e a possibilidade de membros da Mesa Diretora poderem ocupar o mesmo cargo na legislatura seguinte.

A necessidade de alterações na Lei maior do Estado foi verificada pelos deputados, que já haviam apresentado Propostas de Emendas à Constituição (PECs). Os membros da Procuradoria da Casa também observaram a importância da mudança e, por esta razão, foi criada uma comissão especial para fazer uma revisão geral.

Postado às 20h07 Cidade Nenhum comentário
Governadora Rosalba Ciarlini participa de abertura da Festa de Santana  em Caicó.

Governadora Rosalba Ciarlini participa de abertura da Festa de Santana em Caicó.

Redação/eliasjornalista.com
A Governadora Rosalba Ciarlini participou na noite desta quinta-feira (17) da abertura da edição 319 da festa de Santana, em Caicó, iniciada com uma procissão solene pelas principais ruas da cidade. A cerimônia foi realizada em frente à Catedral de Santana, e contou ainda com as participações do prefeito Roberto Germano, do bispo diocesano dom Antônio Carlos, empossado no cargo em maio deste ano, padre Edson Medeiros e do deputado estadual Vivaldo Costa.

Com o tema de 2014 “Deus vive na cidade: pastoral urbana e missão”, a abertura registrou milhares de seridoenses na tradicional festa que reúne potiguares de todos os lugares do mundo. A Festa de Santana é tombada como patrimônio imaterial do Brasil, título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A Governadora Rosalba Ciarlini declarou sobre a abertura da edição 2014 das celebrações: “Fiz questão de vir a Caicó trazer o meu abraço para essa festa que faz parte da história do nosso estado. É muito bonito ver que os filhos da cidade, não só de Caicó, continuam a prestigiar Santana e renovando os seus laços com a fé e a religião”.

Postado às 15h07 CidadeDestaque Nenhum comentário
O Alma Hiper Boa Flávio Resende, com familiares na Casa do Bem, em destaque o pai já falecido, seu Fernando que sempre apoiou as ações do bem.

O Alma Hiper Boa Flávio Resende, com familiares na Casa do Bem, em destaque o pai já falecido, Dr. Fernando Resende,  que sempre apoiou as ações do bem.

Redação/eliasjornalista.com

O jornalista e ativista social Flávio Rezende, anunciou nesta segunda-feira (14), o fim de um ciclo de Ações do Bem aos moradores de Mãe Luíza, através da ONG Casa do Bem que vai encerrar suas atividades no mês de dezembro.

Por Flávio Rezende*
Peço licença a meus leitores para tecer algumas considerações e explicar algumas decisões que andei tomando nos últimos dias.

Já é do conhecimento público que em meados de novembro/dezembro a Casa do Bem encerrará suas atividades humanitárias e, os trabalhos sociais conquistados e executados com muito amor, devem continuar sob a égide do Conselho Comunitário de Mãe Luiza e Aparecida.

Para chegar a este momento vamos retroceder ao tempo de minha juventude, fim dos anos 70, totalidade dos 80 e começo dos 90. Neste tempo não havia entre os jovens envolvimentos mais relevantes relacionados a ajudas ao semelhante, questão dos animais e do meio ambiente e, circulávamos entre festinhas diversas, romances, futebol e muito pouco nos relacionávamos com política.

Apesar de tudo isso, desde cedo, gostava de ajudar as pessoas que batiam na porta lá de casa e, fazia amizades com carentes, causando até comentários e algumas pequenas complicações, já contornadas e que viraram história.

O tempo passou, comecei a trabalhar muito jovem, me meti em diversas atividades e fui juntando dinheiro até que decidi comprar um terreno e levantar minha casa. Num episódio que por si só merece um artigo inteiro, decidi comprar este terreno em Mãe Luiza, causando espanto na família e entre amigos.

Apesar de tudo levantei o lar e morando lá comecei a caminhar pela comunidade, conhecendo pessoas e seus problemas e, fui ajudando uma família aqui, melhorando um banheiro ali, levando para hospitais pois não tinha Samu, para ter filhos, até que depois de muitas ajudas pontuais, comecei a ajudar projetos já existentes e, em minha própria casa, fiz uma escola de balé, a piscina era coletiva, fundamos uma escolinha de futebol e as coisas foram aumentando, aumentando e, quando percebi, minha casa era a própria Casa do Bem de tantas coisas que já aconteciam lá.

Aconselhado pelo amigo Paulo Campos decidi comprar uma casa e deslocar para a mesma todo o movimento que já ocorria naturalmente na minha, onde chegava a receber diariamente mais de 20 pessoas com problemas pessoais, de emprego, saúde e onde buscava com meus próprios recursos e conhecimentos, minorar aflições e conseguir colocações no mercado de trabalho, entre diversas outras ações do bem.
Diante da necessidade de ter um novo espaço, fui igualmente aconselhado a abrir uma ONG para receber recursos para a compra desta casa. Assim foi fundada em agosto de 2005 a Casa do Bem. A luta para comprar a casa foi radicalmente mudada quando o empresário Ricardo Barros doou um terreno, vizinho onde morava e, através da Lei Câmara Cascudo, obtive apoio da Petrobras e da Cosern e construímos a sede própria da Casa do Bem, inaugurada em julho de 2010.

De lá para cá os voluntários foram chegando e as ações acontecendo, nunca havendo interrupção e a Casa do Bem funcionando, prestando relevantes serviços, contando para seu funcionamento com depósitos financeiros de pessoas físicas e de empresas, mas sempre com somatório apertado para as reais necessidades que se apresentavam a cada dia.

A dificuldade foi amenizada com assinatura de um convênio na administração de Micarla de Sousa, que possibilitava o pagamento de despesas básicas, livrando um pouco a conta principal do total dos gastos.

O convênio foi renovado através de Carlos Eduardo, mas, ano passado, uma greve no órgão que analisa as prestações de contas do município atrasou tudo no meio do ano e a Casa do Bem e outras entidades ficaram sem o benefício do convênio o resto do ano.
Depois de reuniões onde as decisões do setor jurídico iam mudando, decidimos esquecer 2013 e renovar para 2014, mas, infelizmente, chegamos em julho e o convênio não foi assinado.

Sem o convênio a Casa do Bem foi entrando na conta normal e a fragilizando ao ponto de ter que realizar, praticamente todos os dias, campanhas através das mídias sociais e de outras formas, não obtendo êxito, com poucas pessoas depositando algo e na maioria das vezes, depósitos apenas naquele momento em que demonstrava desespero pela situação.

Esse apertado existir financeiro, aliado as muitas decisões que tenho que tomar diariamente, relatórios a preencher de conselhos diversos, pegar pessoalmente doações em lugares distantes, enfim, muitas e muitas atividades, solicitações diversas de mil coisas para os projetos, literalmente me fragilizaram e me levaram a decisão de extinguir a Casa do Bem e continuar meu trabalho social sem o peso de dirigir uma ONG com tantas necessidades e apoio financeiro insuficiente.

Não critico ninguém pelo ocorrido, podia ter tido a competência de tornar a Casa do Bem viável através de editais e outros convênios, mas confesso que tentei de tudo que se possa imaginar, mas não aconteceu comigo. O Cidadão Nota 10, antes uma esperança das ONGs praticamente não funciona, os convênios são difíceis de conseguir e de operar, uma vez que a legislação trata igualmente coisas de centavos e de bilhões e os editais nunca conseguimos material humano para nos inscrever a tempo em suas nuances burocráticas.

Só as pessoas próximas sabem o tempo que dediquei a muitas coisas, o dinheiro próprio que gastei no início e durante todo este tempo, atendendo com recursos meus inúmeros pedidos que a Casa do Bem não deveria se meter, além de ter que aguentar com resignação confissões de amigos dizendo que algumas pessoas acham que desviava recursos para viajar, como se eu não tivesse condições de fazer tudo que faço com meus próprios rendimentos, posto que sou funcionário de nível superior da UFRN, concursado, com especialização em Ciências da Religião e mestrado em andamento em Estudos da Mídia, com passagens por televisões, jornais, incursões no comércio e na construção civil, com vários apartamentos populares construídos, torre de telefonia num terreno meu, enfim ganho mais que deputados, vereadores, só não consigo ter o padrão de vida que muitos tem e nem apresentar na declaração anual do Imposto do Renda os bens que os mesmos usufruem e a incrível e ascendente curva patrimonial.

Apesar de me considerar muito bem sucedido financeiramente meu carro é um Sandero, o de minha esposa um Clio, moro num apto de 52 metros quadrados e minha esposa numa casa herdada da mãe. Nossos filhos estudam em colégios simples, um inclusive com bolsa e, quando viajamos, buscamos sempre os pacotes ofertados pelos sites de busca e nos hospedamos na casa de amigos e parentes ou em hotéis de classificação mediana.

Encerro então um ciclo de ativismo social como dirigente de ONG de maneira honesta, com toda a contabilidade da Casa do Bem exposta no link – prestação de contas, no site www.casadobem.org.br, acreditando ter feito um monte de bondades, nunca pedindo um voto sequer a seu ninguém, não colocando o fator religioso na ordem do dia e nem permitindo remuneração para nenhum dirigente da entidade.
Os trabalhos sociais vão continuar com o Conselho Comunitário, estarei por perto ajudando, devo permanecer junto com amigos com a Escolinha de Futebol que permanecerá com o nome Casa do Bem, mas sem o peso de uma entidade devidamente regularizada, vou levar a escolinha como antes, informalmente.

Todos que ajudam a Casa do Bem podem continuar até dezembro e caso desejem, repassarei contatos e conta do Conselho Comunitário para continuidade dos projetos desenvolvidos, quanto a escolinha vou buscar apoios para tocar o barco com 250 jovens em várias categorias.
Gratidão aos que estão ajudando e aos que elogiam e dizem coisas bonitas. Gratidão principalmente aos valorosos e queridos voluntários que tornaram tudo possível e que devem continuar fazendo o bem sem olhar a quem. Sem eles nada seria possível e fui apenas o mentor e o buscador de apoios, eles é que dão as aulas, cuidam do cotidiano e suam de maneira heroica e verdadeira.

Quaisquer dúvidas passem e-mail para escritorflaviorezende@gmail.com, meu envolvimento com o ativismo social apenas chega a uma nova fase, continuo com boa vontade para ajudar, só adequarei o fardo a minha capacidade de suportar o peso, vamos que vamos, luz e paz.

É escritor, jornalista e ativista social em Natal/RN (escritorflaviorezende@gmail.com)

Postado às 20h07 Cidade Nenhum comentário
Curso será realizado nas unidades Sesc Centro (Natal) e Seridó (Caicó). Inscrições podem ser feitas de 07 a 25/07.

Curso será realizado nas unidades Sesc Centro (Natal) e Seridó (Caicó). Inscrições podem ser feitas de 07 a 25/07.

Redação/eliasjornalista.com

Futuras mamães terão a oportunidade de tirar várias dúvidas e aprender cuidados importantes para seus bebês. De 07 a 25/07, elas podem se inscrever gratuitamente no Curso para Gestantes oferecido pelo Sesc RN nas unidades de Natal (Centro) e Caicó. As inscrições podem ser feitas das 8h às 17h nos setores de Educação em Saúde das duas unidades. São disponibilizadas 30 vagas para cada cidade.

No curso, as gestantes aprenderão de forma gratuita sobre alimentação adequada da mãe e do filho, atividade física durante a gestação, tratamento dentário, cuidados com o bebê, banho do bebê, tipos de anestesia no parto e shantala (uma massagem relaxante no bebê).

Na capital potiguar, o encontro acontece de 29 a 31/07, das 19h às 21h30. Em Caicó, o curso será realizado de 05 a 07/08, das 18h30 às 21h30. Além de todo o material e aulas gratuitos, as participantes também concorrerão a brindes.

Serviço:
O quê? Sesc RN oferece curso gratuito para gestantes
Inscrições? De 07 a 25/07 (ou enquanto houver vagas), das 8h às 17h
Onde?
NATAL
Sala de seminário do Sesc Centro (Av. Cel. Bezerra, 33, Cidade Alta)
De 29 a 31/07, das 19h às 21h30
Mais informações: 3211-5577
CAICÓ
De 05 a 07/08, das 18h30 às 21h30
Sesc Seridó (Rua Washington Luiz, 55, Boa Passagem)
Mais informações: 3421–2337

Postado às 08h07 Cidade Nenhum comentário
Projeto de Rafael Motta sobre autoescolas públicas é aprovado na Câmara Municipal.

Projeto de Rafael Motta sobre autoescolas públicas é aprovado na Câmara Municipal. (Foto: Canindé Soares). 

Redação/eliasjornalista.com

A Câmara Municipal de Natal aprovou na sessão desta terça-feira (1º), por unanimidade, em primeira discussão, o projeto de lei número 135/2013, que autoriza o Executivo Municipal a criar autoescolas públicas com recursos provenientes das multas de trânsito. A matéria foi proposta pelo vereador Rafael Motta, do PROS. A Casa Legislativa deverá votar pela segunda vez a matéria na volta do recesso parlamentar.

A intenção do projeto, conforme Rafael Motta argumentou antes da votação, é permitir o acesso de pessoas com baixo poder aquisitivo à carteira nacional de habilitação (CNH). Isso sem elevar as despesas do município, uma vez que os recursos para a autoescola pública serão provenientes da arrecadação com muitas de trânsito, assim como prevê o artigo 320 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

CRITÉRIOS

Segundo o projeto, para ser aluno da EPTRANS, é preciso seguir morar em Natal há pelo menos um ano, ser penalmente imputável, alfabetizado, estar comprovadamente desempregado há um ano, renda familiar per capita igual ou inferior a meio salário e mínimo ou estar incluído no Programa Bolsa Família.

Postado às 17h06 Cidade Nenhum comentário
Projeto que denomina sede da PGE de Miguel Josino será votado nesta quinta (25), no Plenário da Assembleia Legislativa.

Projeto que denomina sede da PGE de Miguel Josino será votado nesta quinta (25), no Plenário da Assembleia Legislativa.

Redação/eliasjornalista.com
Em sessão ordinária ocorrida nesta quarta-feira (24), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PROS) anunciou a votação na sessão de amanhã quinta-feira (25), do Projeto de Lei de sua autoria que denomina de “Procurador-Geral do Estado doutor Miguel Josino Neto” o imóvel sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE).

O deputado informou que houve consenso do colegiado de líderes dispensando a tramitação em outras comissões, depois que a matéria passou pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação.

Na justificativa do Projeto, Ricardo Motta disse que o Rio Grande do Norte “certamente está mais pobre em humanismo, inteligência, devoção ao direito e amor à vida, pelo que é plenamente justificada esta homenagem, emprestando seu valoroso nome ao edifício sede da Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Norte”.

O parlamentar registrou que em 19 de maio deste ano o Estado perdeu o jurista Procurador-Geral do Estado, um ser humano na mais pura acepção da palavra e na prática do bem. Disse que ele partiu de uma forma inesperada deixando lições de esperança de alegria, de solidariedade e companheirismo.

Postado às 16h06 Cidade Nenhum comentário
Bombeiro e oficiais da Força Nacional, ajudam nas buscas aos irmão Wemerson de 13 e wellison de 16 anos, que se afogaram na praia de Areia Preta.

Bombeiros e oficiais da Força Nacional, ajudam nas buscas aos irmão Wemerson de 13 e wellison de 16 anos, que se afogaram na praia de Areia Preta.

Redação/eliasjornalista.com

Dois adolescente natural do Rio de Janeiro, Wemerson de 13 e wellison de 16 anos, desapareceram no mar da praia de Areia Preta na tarde desta quinta-feira (19). Segundo um primo das vítimas eles estavam passando férias na casa de familiares no bairro do Planalto, em Natal e foram a praia na parte da manhã e estavam muito felizes em está na capital potiguar. O afogamento ocorreu por volta da 14h e homens do Corpo de Bombeiros e da Força Nacional com auxílio dos helicópteros da polícia Militar e da Marinha fazem buscas no local.

Sexta-feira (20):

As equipes de salvaguarda da Marinha do Brasil e o Corpo de Bombeiros Militar encontraram, na tarde desta sexta-feira (20) o corpo de um dos adolescentes que desapareceram no mar da Praia dos Artistas. A vítima foi identificada como Wemerson Maciel de Lima, 13 anos. Os militares continuarão a fazer a varredura na região, em busca do outro jovem, de 16 anos, irmão de Wemerson.

Sábado (21):

O Corpo de Bombeiros encontrou na tarde deste sábado (21) o corpo do adolescente carioca Welerson Marciel de Lima, de 16 anos, que se afogou junto com o irmão na quinta-feira (19) na praia de Areia Preta, zona Leste de Natal. O corpo estava na Praia do Y, também na zona Leste, e foi resgatado pelos bombeiros militares.

Página 75 de 83« Primeira...102030...7374757677...80...Última »