Marca Maxmeio

Postado às 00h02 CidadeDestaque [ 3 ] Comentários

Macau, o maior carnaval do RN, alcançou neste domingo (10) cerca de  150 mil foliões no arrastão dos trios pelas ruas da cidade.

Povo brinca com irreverência nas ruas de Macau durante arrastão dos trios.

O trio da Banda Grafith arrasta multidões todos os dias pelas ruas de Macau.

Redação/eliasjornalista.com

No maior Carnaval do RN, não poderia ser diferente, neste domingo (10), continuou pelas ruas de Macau-RN o arrastão dos trios elétricos elétricos liderados pela Banda Grafith, com outras atrações como Kabaço Molhado Elétrico, bloco Radiola de Ficha e o cantor Roberto e Banda Meus Amores, além de outros 27 blocos que seguem os trios. Segundo os organizadores do evento, passaram pelas ruas hoje, cerca de 150 mil foliões, e a tendência é aumentar ainda mais. O número impressiona, pois a população chega a aumentar cerca de 10 vezes apenas no período canavalesco.

A expressão “tá dominado” poderia ser utilizado levando-se em conta a empatia que a Banda Grafith tem com a cidade. Desde as primeiras horas do dia, as músicas que se escuta pelas ruas, são do Grafith. E quando elas passarm a ser tocadas pelo trio durante o tradicional arrastão, seguido do Mela-Mela, tudo se transforma numa animação sem prescendentes.

“O Carnaval de Macau não deixar nada a desejar, com relação a outros Carnavais realizadoe em Salvador-BA ou Olinda-PE. Aqui tudo impressiona, no início fiquei temmerosa com relação ao grande número de pessoas nas ruas seguindo os trios, agora estou tranquila e vejo que os foliões estão com os mesmo objetivos que eu, pular e se divertir muito”, disse Fernanda Torquato, universitária pernambucana de 22 anos.

O prefeito Keginaldo Pinto não esconde a alegria e satisfação, em observar de cima do Trio Grafith, a multidão de foliões que forma um extenso corredor a perder de vista. “Tenho o dever de manter a tradição do Carnaval de Macau, são 24 horas de festa feita de graça para o povo, com segurança, boa música e muita animação”, afirmou Keginaldo.

Postado às 22h02 CidadeDestaque [ 1 ] comentário

O tradicional Mela-Mela que reúne milhares de foliões na orla de Macau.

O cantor Péricles se apresentou para um público de 10 mil pessoas no Palco Principal em Macau.

O grupo “Forró da Pegação” foi a última atração no palco principal.

Redação/eliasjornalista.com

Uma junção que deu certo: Banda Grafith a mais popular do Estado com o Carnaval de Macau o mais democrático e maior do RN. Três trios elétricos, liderados pela Banda Grafith, arrastaram na tarde deste Sábado (9), cerca de 100 mil foliões que aproveitaram para pular e se divertir pelas ruas da cidade.

O carnaval de Macau-RN mistura todas as tendências e estilos, desde o frevo, o axé, sertanejo, forró e a música eletrônica. A tradição é o famoso Mela-Mela que reúne milhares de foliões em uma incrível massa de homens, mulheres e crianças cobertos de mel.

Na praia também tem festa, durante o dia. A pista, o calçadão e a areia de Camapum ficam lotados, com o público sob o sol torrencial. Ao meio-dia começa o Mela-Mela e no período da noite, o corredor da folia que não foi esquecido, com direito aos camarotes com boates e tudo mais. Após os desfile destes blocos, que também reúnem centenas de pessoas, começam os shows no grande palco, que vão até o amanhecer. Daí, é pouco tempo para descansar até a folia da praia novamente.

“Há explicação para uma cidade como Macau-RN, com cerca de 30 mil habitantes, ficar abarrotada de gente nesta época do ano e receber cerca de 100 mil foliões para participar do carnaval, é porque aqui elas participam de graça e levam muita alegria para as ruas, seja por pequenos grupos que se reúnem em blocos com familiares e amigos ou pela participação em vários polos de alegria espalhados pela cidade”, disse Keginaldo Pinto, prefeito de Macau.

A expectativa é de que Macau receba mais de 150 mil pessoas no carnaval 2013, 50 mil a mais do que o ano passado, afirma o jornalista Rodrigo Loureiro, coordenador do evento.

A noite chega e o show não pode parar: O cantor Péricles e forró da Pegação

Com um público estimado em 10 mil pessoas, o Largo Cultural de Eventos Mestre Avelino, ficou completamente lotado. As atrações no palco principal do cantor Péricles e da Banda de Forró da Pegação agita a noite. O mela-mela do decorrer dos dias abre espaço para um novo público, mais familiar e composto em sua maioria por jovens que vibram e cantam as letras das músicas executadas.

“Minha primeira vez no Carnaval de Macau, estou achando o máximo, você poder brincar livremente pelas ruas, tomar banho de mar e a noite curtir os shows no Largo de Eventos”, disse Kátia Fernandes , estudante de 19 anos.

O cantor Péricles ao final de sua apresentação, agradeceu ao prefeito e disse que se sentia privilegiado em participar do carnaval de Macau e estava preparado para retornar no próximo .

Postado às 12h01 CidadeDestaque [ 3 ] Comentários

A presidente do Sindicato do Jornalista de Rio Grande do Norte (SINDJOR) Nely Carlos, foi homenageada como Patrono do Curso Jornalismo.

A história de superação do Repórter Fotográfico Fábio Cortez, que concluiu o Curso de História pela Universidade Potiguar (UNP).

Redação/eliasjornalista.com

A Universidade Potiguar (UNP) realiza cerimônia de colação de grau para os formandos do semestre 2012.2. O evento aconteceu na noite desta segunda-feira (28) no Centro de Convenções em Natal e abrangeram os cursos de Letras, Pedagogia, História, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, CST Design Gráfico e CST Design Interiores.

Uma noite histórica para centenas de estudantes marcada pela emoção e participação dos familiares e amigos. Entre os formandos, a história de superação do repórter fotográfico Fábio Cortez, ex-Diário de Natal que não escondia a emoção por concluir o Curso de História. “Foi uma batalha, sempre acreditei no meu potencial e com total apoio familiar venci todas as adversidades, inclusive a de está desempregado no decorrer do curso. O que posso dizer é que estou muito feliz e agradeço a Deus por esse momento tão especial na minha vida. Continuo acreditando, que ao se fechar uma portar, aos que tem fé, Deus abre várias e por esse motivo estou aqui nesta noite”, conclui Fábio.

Para os novos profissionais que estão sendo lançados ao mercado de trabalho, através dos ensinamentos da UNP, esta etapa consolida a qualidade da instituição de ensino no Estado do Rio Grande do Norte. Os jornalistas recém-formados, Heitor Gregório e Rodrigo Loureiro, que já atuam na área, a conclusão do curso de comunicação social com habilitação em jornalismo, carimba de vez a permanência no mercado de trabalho que eles já conhecem. “Sem dúvida alguma o preparo necessário para continuar a profissão que escolhemos, foram colhidos na universidade”, destaca Heitor.

A presidente do Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Norte (SINDJORN) Nely Carlos,  foi homenageada como Patrona do Curso de Comunicação Social Jornalismo e agradeceu o convite e a homenagem por representar os alunos formandos que, segundo ela, terão um caminho importante para seguir após a conclusão desta etapa da vida de cada um.

Postado às 00h01 CidadeDestaque Nenhum comentário

Cariocas aproveita domingo de sol em Itacoatiara, região oceânica de Niterói.

Redação/eliasjornalista.com

Especial do Rio de Janeiro

O primeiro domingo (6) do ano, foi de sol forte em todo o Estado do Rio de Janeiro, o calor chegou próximo aos 35° graus, devolvendo os dias ensolarados aos cariocas. Em Itacoatiara, Região Oceânica de Niterói, o mar azul com ondas fortes fizeram a alegria dos banhistas, surfistas e turistas, que aproveitaram ao máximo o belo dia de sol.

Niterói é a primeira cidade do Estado do Rio de Janeiro em qualidade de vida. Situada ao nível do mar, tem clima quente e úmido. A região possui belíssimas praias, destacando Sossego, Camboinhas e Itacoatiara. Nas praias que são banhadas pela Baía de Guanabara pode-se conferir um roteiro histórico muito rico, com diversos passeios a museus, fortes e igrejas.

“Um dia maravilhoso como este nos faz esquecer os dias chuvosos que tivemos desde o início do ano, O Rio de Janeiro não é nada sem o sol. Adoro a praia de Itacoatiara e a sensação de liberdade que sinto quando estou nesse lugar mágico”, disse Ana Paula, turista paulista, de 25 anos.

“Espero que a chuva faça uma trégua. Preciso de sol e calor para vender meus produtos. O movimento hoje está muito bom e já garantir um bom retorno para iniciar bem a semana”, disse Ricardo Antunes, vendendor ambulante, 45 anos.

 

Postado às 23h01 CidadeDestaque [ 5 ] Comentários

Cenário de destruição no distrito de Xerém, em Duque de Caxias – RJ.

Redação/eliasjornalista.com

Especial do Rio de janeiro

Um dia após a enxurrada que atingiu na madrugada de ontem (3), o distrito de Xerém, Duque de Caxias, moradores das áreas afetadas além de contabilizar os prejuízos, se uniram através da solidariedade e iniciaram uma faxina geral no local.  “Estamos nos unindo para varrer de vez  da  nossa memória uma noite obscura que jamais gostaríamos de ter vivido. O nosso objetivo agora e resgatar a autoestima de um dos lugares mais tranquilos para se viver do Rio de Janeiro”,  disse Maria Fernandes, moradora da área destruída.

Diante de um cenário desolador prevalece o pensamento positivo de um povo guerreiro, que tem na fé o seu grande aliado e que lutam por dias melhores sem esperar pelo poder público. “Em 35 anos que moro em Xerém nunca presenciei uma tragédia dessas, é uma sensação de perca lastimável, ver tudo que você construiu em tantos anos se acabar de uma hora para outra. Graças a Deus estamos vivos e vamos nos reerguer novamente”, disse Nilva Catarino uma das vítimas que perdeu tudo com a destruição.

No meio dos destroços histórias de solidariedade. As igrejas de Xerém se uniram para ajudar os desabrigados. Através de recolhimento de comida, água, roupas colchões e donativos que possam ajudar à população. Quatrocentas refeições estão sendo fornecida a população pela igreja Batista de Xerém, que segundo o pastor Ângelo, foi um dos primeiros locais procurado por Zeca Pagodinho e Geraldo, um comerciante local para oferecer ajuda. A partir de uma reportagem de TV, o local virou uma referência para concentrar as doações e ainda abriga 26 famílias.

O proprietário de uma agência de automóveis que a princípio não quis se identificar, se deslocou do bairro da Tijuca no Rio de Janeiro até Xerém para fazer uma doação de 50 cestas básicas. “Estas cestas básicas foram doadas por vários amigos que sentiram no coração, assim como eu, a necessidade de ajudar as pessoas que precisam”,  disse Ricardo.

Segundo a opinião do especialista em geotécnica da Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Alberto Sayão, a situação de Xerém foi uma tragédia anunciada e prevista, onde alguém tem que ser responsabilizado. O professor citou a falta de fiscalização pelo Executivo, a lentidão do Judiciário em julgar crimes ambientais e o populismo de integrantes do Legislativo, que buscam se promover em troca da facilitação da ocupação de áreas irregulares.

“A estrutura geológica da serra, em Xerém, é a mesma encontrada em outras formações geológicas no estado do Rio, com maciços rochosos cobertos por camadas finas de solo e vegetação, o que favorece deslizamentos” ressaltou Sayão.

De acordo com o balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual, o número de desalojados e desabrigados no Estado do Rio de Janeiro em consequência das chuvas totalizam 3.760.

No distrito de Xerém, cerca de mil pessoas estão desalojadas e uma morte foi confirmada até o momento.

Postado às 14h12 Cidade Nenhum comentário

Flagrante de acidente na BR-101 no município de Itabuna sul da Bahia.

Redação/eliasjornalista.com – Do Rio de Janeiro 

A BR-101 é uma rodovia federal longitudinal do Brasil. Seu ponto inicial está localizado na cidade de Touros (Rio Grande do Norte), e o final na cidade de São José do Norte (Rio Grande do Sul).

Após vencer o primeiro estágio da viagem de Natal à Salvador, continuo a aventura pela BR-101 em direção ao Rio de Janeiro. A passagem pelo sul da Bahia com imagens deslumbrantes contrasta com as curvas sinuosas e armadilhas pela falta de sinalização, que exige malabarismo e calma dos motoristas. Foi registrado vários acidentes, entre eles a batida frontal entre dois veículos na cidade de Itabuna.

A entrada no estado do Espírito Santo, a parte mais difícil da viagem, as serras capixabas esconde atrás da beleza da mata atlântica, um perigo constante com curvas íngremes e que foram palco de muitas mortes, e que hoje está controlada através de radares fixos na subida e descida das serras.

A surpresa maior é constatar o estado de abandono das obras da BR-101 a partir do município de Campos até Niterói, no Rio de Janeiro. Onde as notícias sobre os acidentes já não causam surpresa, mas continuam provocando muito sofrimento. Uma perigosa rotina que vem se tornando cada vez mais preocupante, especialmente neste trecho.

“Todas as semanas, dezenas de acidentes causados por má conservação da pista, falta de duplicação, imprudência e falta de segurança ceifam a vida de muitas pessoas que são obrigadas a usar ou vivem próximas à rodovia”, disse Ricardo Gomes, caminhoneiro que viaja semanalmente do Rio de Janeiro à Vitória-ES.

O pior é saber que os motoristas, principalmente os cariocas, pagam por uma duplicação que ainda não saiu do papel. São cinco pedágios (Campos, Conceição de Macabu, Silvia Jardim, Rio Bonito e Rio Manilha em São Gonçalo), cada pedágio no valor de R$ 3,10, totalizando R$ 15,50.

A concessionária Autopista Fluminense, que administra a BR-101 de Niterói à divisa com o Espírito Santo, informa em seu site, ter cumprido todas as condicionantes exigidas para obter a Licença Prévia que garante o início e a continuação das obras de duplicação e diz que depende da liberação dos principais trechos sob proteção ambiental, e culpa o IBAMA pela demora.

Postado às 01h12 Cidade [ 7 ] Comentários

Por do Sol na praia “Farol da Barra” um dos lugares preferidos pelos baianos e turistas que visitam Salvador-BA.

Redação/eliasjornalista.com – De Salvador – BA

Em terras baianas, conjugo do provérbio que indica de uma forma hilária a índole do seu povo: “O baiano não nasce, estreia”. A Bahia é considerada um dos mais ricos Centros Culturais do Brasil, não apenas pelo seu acervo de obras religiosas e arquitetônicas, mas também pela criatividade e alegria do seu povo, que mesmo enfrentando dificuldades, não se abate e concretiza através da sua disposição, dias melhores e cheio de luz, além de ser o berço das mais típicas manifestações culturais populares, quer na culinária, na música e em quase todas as artes. .

“Sorria você está na bahia, Deguste do que ela tem para dar Acarajé abará caruru, vatapá, Sorria para se alegrar, Sorria você está na bahia, Bahia de são salvador, A capital da magia, da alquimia, do amor, Sorria você está na bahia, bahia de são salvador, Sorria você está na bahia, Sorria para a vida que a vida é o dom maior, É verão na bahia, praia, sol e alegria ”, trechos da música do cantor e poeta baiano Paulo Chagas. 

Postado às 23h12 Cidade [ 6 ] Comentários

Desvios constantes na BR-101 (Trecho na cidade de Propriá-SE) atrasa a viagem e dificulta a vida dos motoristas.

Redação/eliasjornalista.com – De Salvador – BA

A BR-101, é uma rodovia federal longitudinal do Brasil. Seu ponto inicial está localizado na cidade de Touros (Rio Grande do Norte), e o final na cidade de São José do Norte (Rio Grande do Sul).

A tão propagada duplicação da BR-101 Nordeste, ainda não saiu do papel. Concluída com restrições nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco, se torna um verdadeiro desafio para os motoristas que fazem opção pela viagem de carro.

Em fase de acabamento entre os Estados de Alagoas, Sergipe e Bahia.Os motoristas enfrentam dificuldades desde desvios, falta de sinalização e descaso em alguns trechos completamente abandonados.

Sair de Natal em direção à Salvador, onde se levaria em média 15 horas para realizar o percurso, atualmente leva-se cerca de 20 horas.

Com todas as dificuldades, para os baianos a boa notícia é que a estrada vai ser totalmente duplicada até Salvador. A má é que a conta vai ficar com a população através de cobrança de pedágio.

Para o caminhoneiro José Dantas, que viaja semanalmente de Porto Alegre-RS em direção à Recife-PE, fica muito difícil entregar a carga dentro do prazo com tantos desvios. “É necessário a duplicação para todos que utilizam a BR-101, principalmente pela segurança que este tipo de estrada proporciona aos motoristas”, completa Dantas.

Postado às 15h12 CidadeDestaque Nenhum comentário

Criançada do “Espaço Vivei” comemora com os presentes antecipados de Natal, doados pelos voluntários da Comunidade Cristã Videira de Natal.

Redação/eliasjornalista.com

A Comunidade Cristã Videira de Natal, realizou na manhã deste domingo (2), uma Ação Social no “Espaço Vivei” que fica localizada no bairro do Vale Dourado, zona norte de Natal.

A criançada participou de atividades culturais com distribuição de brinquedos, seguido de almoço com os voluntários da VIDEIRA, sob a direção dos pastores Lucas Costa e Edmílson Rocha.

São 150 crianças assistida pela instituição “Espaço Vivei” um agente de transformação que promove cidadania para população excluída, por meio de educação, conhecimento de Deus, arte e cultura e qualificação profissional.

Interessados em conhecer o trabalho realizado pela instituição acesse o site: http://www.vivei.org.br/

Postado às 20h11 Cidade Nenhum comentário

O bicicletário fica a disposição da população em plena avenida paulista. Basta apresentar o documento de identidade e sair  pedalando  durante 1h gratuitamente.

Redação/eliasjornalista.com – Especial de São Paulo

No dia em que a avenida paulista se prepara para dois grandes acontecimentos; Corrida de São Silvestre e Réveillon da Virada que fechará o ano de 2012, o movimento “Conviva” que é uma iniciativa que incentiva a convivência harmoniosa entre motoristas, ciclistas e pedestres, chama a atenção na maior metrópole brasileira.

A Ciclo Faixa de Lazer de São Paulo opera em todos os pontos da cidade, de leste a oeste, de norte a sul. São 67 km de percurso totalmente sinalizados por pintura especial e contando ainda com uma equipe de mais de 500 pessoas ao longo do trajeto, auxiliando e informando os usuários. Funciona aos domingos e feriados nacionais, das 7h às 16h.

“Viver numa metrópole como São Paulo não é fácil, o movimento “Conviva” nos devolveu parte da avenida paulista, para que possamos mostrar a população através de pedaladas, que é possível pensar e agir como cidadão. Através de pequenas atitudes como esta podemos gerar grandes mudanças e humanizar o trânsito paulista”, disse Paulo Fernandes, ciclista que apoia o movimento.

Página 75 de 77« Primeira...102030...7374757677