Marca Maxmeio

Postado às 12h12 CulturaDestaque Nenhum comentário
Cidade da Criança recebe espetáculo “Um Presente de Natal” na próxima semana.

Cidade da Criança recebe espetáculo “Um Presente de Natal” na próxima semana.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

Programe-se. O espetáculo que já se caracterizou como o Auto de Natal mais tradicional e há 19 anos encanta públicos de todas as idades, se aproxima. Um Presente de Natal apresenta “O Nosso Quintal” nos dias 21, 23 e 25 deste mês, na Cidade da Criança, a partir das 19h. As apresentações são gratuitas, apenas uma taxa simbólica no valor de R$ 1 é cobrada na entrada do local.

São mais de 50 artistas em cena sob o roteiro e direção de Diana Fontes, texto e música de Danilo Guanais e concepção plástica de Marcos Leonardo. Para esta edição, o espetáculo traz ao palco mensagens sobre a esperança, a sensibilidade, sobre não perdermos o nosso ser criança, sobre as coisas simples que carregamos e que dão sentido a vida e a essência da felicidade.

Todos estão convidados a compartilhar, por meio da arte, desses bons sentimentos que o período natalino proporciona. A realização do espetáculo é da Espaço Vivo Promoções. Tem patrocínio da Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão, Esmeralda Praia Hotel e o CEI. No apoio, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Cidade da Criança e ED/HC/UNI-RN.

SERVIÇO:

Espetáculo – 19ª edição do “Um Presente de Natal – O Nosso Quintal”
Dias: 21, 23 e 25 de dezembro de 2016
Sempre às 19hs
Local: Cidade da Criança / Natal
Acesso ao parque: R$ 1 (Pagantes: de 7 a 59 anos)
Classificação indicativa: Livre

 

Postado às 09h12 CulturaDestaque Nenhum comentário
 Colunista social Liege Barbalho recebe o título de cidadã natalense.

Jornalista e colunista social Liege Barbalho recebe o título de cidadã natalense.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

A Câmara Municipal de Natal concedeu, na noite desta quinta-feira (15),  o título honorífico de cidadã natalense a jornalista e colunista social Liege Barbalho. Por proposição do vereador Júlio Protásio (PDT), a homenagem contou com a presença de amigos e familiares, vereadores e personalidades da área da comunicação.

“Liege é uma figura já adotada na nossa cidade, marcou sua época e continua marcando cada vez mais. Ela é muito amiga e vibra com o crescimento das pessoas. Seu empenho no jornalismo político e cultural mostra seu serviço prestado à sociedade natalense. Tenho todo orgulho e honra em entregar este título”, disse Júlio.

Natural da cidade de Afonso Bezerra (RN), Liege Barbalho vive na capital potiguar desde 1978, quando veio concluir os estudos. Filha de professora e agricultor, é formada em jornalismo e em publicidade e pós-graduada em História do Rio Grande do Norte. A comunicadora falou sobre a emoção de receber a honraria do legislativo natalense. “Meu coração é natalense. Aqui fui acolhida  e eu amo a terra que me proporcionou, e me proporciona, tantos momentos importantes na minha vida. Aqui cresci como pessoa e profissionalmente. Me sinto honrada em receber este título”, falou a nova cidadã natalense.

 

  • 1-untitled-1
  • _dsc0021
  • mg_7326
  • mg_7351
  • mg_7354
Postado às 20h12 CulturaDestaque Nenhum comentário
Projeto “Ilha de Música” promove inclusão de jovens na Comunidade da África na Redinha.

Apresentação externa no Natal Shopping – Lançamento do Livro do fotógrafo Fernando Chiriboga.

Vitória Kaline de 13 anos toca guitarra e Saxofone e sonha com a faculdade de música.

Vitória Kaline, 13 anos,  toca Guitarra e Saxofone e sonha com a faculdade de música.

ex aluno e monitor de violão Erinaldo Edson

O ex-aluno e monitor de violão Erinaldo Edson é professor do curso de Técnicas de Violão.  

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

“Cada ano que se passa, com êxito, é uma vitória e cada ano que se renova é uma nova batalha”. Dessa forma  Inês Latorraca, coordenadora do projeto “Ilha de Música”, localizado na Comunidade da África, no bairro da Redinha, em Natal, define os 10 anos de muito trabalho na socialização e inclusão de crianças e adolescente através da música.

O projeto idealizado pelo maestro Gilberto Cabral e Inês Latorraca, foi criado em 2006 e desde então, oferece educação musical, e possibilita o acesso de crianças da comunidade a alguns dos seus direitos (à vida, à saúde, à liberdade, ao respeito, à dignidade, à convivência familiar e comunitária, à educação, à cultura, ao lazer e a profissionalização).

A ONG Ilha de Música atende 50 crianças e adolescentes da comunidade com aulas de flauta-doce, clarinete, trompete, trombone, piano, bateria, contrabaixo elétrico e violão, além de oferecer também a assistência de um psicólogo e café da manhã diariamente.

O projeto recebeu em 2010, o Prêmio Hangar de Ação Social. Em 2012 recebeu o Diploma “Mérito pela Valorização da Vida”, emitido pelo Ministério da Justiça.

Quem desejar ajudar ou conhecer o projeto “Ilha de Música”:

OContato: (84) 99939-9990

  • img_3444
  • img_3465
  • img_3483
  • img_3487
  • img_3492
  • img_3501
  • img_3509
  • img_8363
  • img_8365
  • img_8367
  • img_8372
  • img_8374
  • img_8376
  • img_8377
  • img_9280
  • img_9296
  • img_9307
  • img_9308
Postado às 17h11 CulturaDestaque Nenhum comentário
O evento faz parte do Festival Internacional de Cinema de Baia Formosa. O encontro será realizado no dia 26 de novembro e vai reunir 4 estados do NE.

O evento faz parte do Festival Internacional de Cinema de Baia Formosa. O encontro será realizado no dia 26 de novembro e vai reunir 4 estados do NE.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

A Associação Brasileira de Documentaristas e Curta-Metragistas do Rio Grande do Norte – ABDeC-RN, em parceria com o VII FINC – Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa, irá realizar o no próximo dia 26 de novembro, o I Encontro de Realizadores do Nordeste. O evento inédito no RN contará com a participação de realizadores audiovisuais potiguares (produtores, diretores, cineastas, dentre outros), além de representantes convidados dos estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco.

A atividade integra a programação do FINC 2016 e será um importante momento para participação de todos os realizadores, do interior e da região metropolitana de Natal. De acordo com Dênia Cruz, Presidente da ABDeC-RN, o objetivo é estabelecer articulação política em rede com os estados vizinhos. “O encontro é um ótimo momento para fortalecer as ações em intercâmbio e parcerias com os realizadores do nordeste”, afirma. O evento irá acontecer a partir das 9h30, na Pousada Ecobaía, em Baía Formosa.

A ABDeC-RN ainda está disponibilizando aos realizadores interessados em participar da atividade, vagas para hospedagem em uma casa localizada em Baía Formosa. O interessado deverá levar colchão e/ou rede, e será cobrada uma taxa de R$ 15 para limpeza da casa. Serão oferecidas 25 vagas, tendo preferência os realizadores que participarão do Encontro de Realizadores do Nordeste e/ou que terão filmes exibidos, seguindo a ordem de inscrição. Para garantir vaga é necessário fazer uma inscrição até amanhã (19/11) às 12h, por meio do formulário disponível no link: http://bit.ly/HospedagemFinc . Os selecionados serão informados até domingo (20) por e-mail.

Confira os convidados do Encontro:

Marcelo Ikeda (CE)

Professor do Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal do Ceará (UFC). Mestre em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Diretor e roteirista de diversos curtas, como O posto (2005), É hoje (2006), Eu te amo (2007), Carta de um jovem suicida(2008) e o longa Entre mim e eles (2013). Curador da Mostra do Filme Livre. Coordenador da Mostra Cinema de Garagem. Crítico de Cinema, mantém o blog Cinecasulofilia (www.cinecasulofilia.blogspot.com) desde 2004. Autor dos livros “Cinema brasileiro a partir da retomada: aspectos econômicos e políticos (Summus, 2015), “Cinecasulofilia” (Substânsia, 2014), “Leis de incentivo para o audiovisual” (WSET, 2012), “Cinema de Garagem” (2011, com Dellani Lima). Trabalhou na ANCINE entre 2002 e 2010, como Assessor da Diretoria, Coordenador da Superintendência de Desenvolvimento Financeiro (SDF) e Coordenador da Superintendência de Acompanhamento de Mercado (SAM). É presidente da Câmara Setorial do Audiovisual Cearense (2015/2016).

Doug de Paula (CE)

é produtor executivo da Bucanero Filmes e desenvolve ações de política audiovisual como 1º Secretário da Câmara Setorial do Audiovisual da Agência de Desenvolvimento Econômico do Ceará – ADECE. É também diretor do Mercado Audiovisual Cearense – MAC além de membro associado da Associação de Produtores e Cineastas do Norte-Nordeste – APCNN.

Torquato Joel (PB)

Formou-se em Comunicação, com habilitação em Jornalismo, pela Universidade Federal da Paraíba em 1984. Entre 1982 e 1986, participou do ateliê de Cinema Direto do Núcleo de Documentário daquela universidade, celeiro de artistas paraibanos ligados ao cinema e vídeo na década de 1980. Realizou alguns estágios em cinema direto no Atelier de Réalisation Cinématographique Varennes, em Paris. Seus dois primeiros trabalhos foram realizados em Super 8, passando ao 16mm em 1986. Foi premiado na Jornada Internacional de Cinema da Bahia em 1992 com o vídeo A Alma da Pedra, produzido nesse formato por conta da crise no meio cinematográfico nos anos de governo Collor. Em 1999 recebeu prêmios no Festival de Cinema de Gramado, no Festival do Recife, e no Festival de Brasília com o curta Passadouro. É responsável pelo projeto ViAção Paraíba, que leva oficinas de sobre Cinema e Televisão a todo o estado. Dentre suas obras temos o vídeo documentário ‘A margem da luz’‘Passadouro’‘Transubstancial’Alguns dos seus trabalhos mais recentes incluem os curtas“Gravidade”“Aqui” e “Estes”

 

Kennel Rógis (PB)

é Administrador por formação, realizador audiovisual, fotógrafo, produtor cultural, além de diretor da produtora Gravura Filmes. Integra a equipe do projeto ViAção Paraíba, ministrando workshops e oficinas de linguagem e realização cinematográfica no interior paraibano. Em 2009 teve seu projeto, o filme “Travessia“, aprovado no edital Microprojetos Mais Cultura para o Semiárido Brasileiro – Governo Federal, com este documentário participou de vários festivais de cinema pelo país conquistando 9 prêmios. Em 2011 idealizou e coordenou o Festival Curta Coremas, evento consolidado como um dos maiores festivais de cinema do Nordeste. Em 2013 lançou seu novo filme, o curta metragem “Sophia“, sendo exibido em importantes festivais nacionais e internacionais e tendo conquistado mais de 30 prêmios, entre eles o Troféu Cine França Brasil de Melhor Curta Nacional 2014, concedido pelo governo francês no Curta Brasília, o qual lhe rendeu o convite para exibir seu filme na Cinemateca Francesa, em Paris. Vencedor do Prêmio Vivo de Melhor Videoclipe no Festival de Clipes e Bandas 2016, em São Paulo. Ainda em 2016 foi selecionado para o Los Angeles Brazilian FilmFestival, levando “Sophia” aos EUA. O jovem também ministra oficinas de fotografia, linguagem e realização cinematográfica pelo país. Trabalha ainda na cobertura audiovisual de eventos e festivais de cinema.

 

Yanara Galvão (PE)

Graduada em Comunicação Social pela Universidade Católica do Salvador (UCSAL/ 1997). Mestranda no programa de Pós Graduação Interdisciplinar em Cinema e Narrativas Sociais da Universidade Federal de Sergipe (PPGCINE/ UFS) com projeto de pesquisa no âmbito das práticas estéticas e políticas do audiovisual contemporâneo com recorte no cinema e cineclubismo realizados em Pernambuco. Arte-educadora no campo do cinema e educação e produtora cultural com experiências diversas na pesquisa e produção audiovisual entre as cidades de Salvador, Rio de Janeiro e o estado de Pernambuco. Trabalhou na Programadora Brasil, projeto da Secretaria do Audiovisual (SAv), do Ministério da Cultura (MinC), de difusão do cinema nacional para circuitos não comerciais, 2006/2007, com pesquisa e produção de textos sobre a cinematografia nacional. Presidenta da Federação Pernambucana de Cineclubes – Fepec. (2015-2017) Titular do Setor Audiovisual Agreste no Conselho Consultivo do Audiovisual (2014-2016), titular do Audiovisual no Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru/ PE (2014-2016). Diretora adjunta de Formação do Conselho Nacional de Cineclubes – CNC (2015-2017).

Juliana Lima (PE)

Juliana Lima é mestranda em educação pela UFPE, musicista e realizadora audiovisual. Vem construindo uma carreira voltada para as relações étnico-raciais em arte no Brasil, em especial no cinema. É vice-presidente da Associação Brasileira de Documentaristas e Curta Metragistas de Pernambuco (ABD-PE/APECI) e integrante do Movimento Mulheres no Audiovisual de Pernambuco (MAPE) – que utiliza o audiovisual como ferramenta de enfrentamento à invisibilidade das mulheres no cinema e nos diversos âmbitos sociais. Dirigiu o documentário Psiu! (2014), um curta-metragem sobre o compositor Zé Dantas e o videoclipe do grafiteiro e rapper Galo de Souza, Show de Rock (2015). Atualmente trabalha na realização de um documentário onde levanta questões sobre gênero, raça e classe.

Postado às 23h11 CulturaDestaque Nenhum comentário
Juninho Black é uma das grandes revelações da black music na música evangélica brasileira.

Juninho Black é uma das grandes revelações da black music na música evangélica brasileira.

Juninho Black primeira vez em Natal

Programa Band Mulher: Juninho Black primeira vez em Natal.

O Band Mulher recebeu também a psicóloga Milena Câmara.

O Band Mulher recebeu também a psicóloga Milena Câmara.

O grupo Funk Bond N1.

O grupo Funk Bond N1.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

CD “Canções de Deus” este é o titulo do novo trabalho de  Juninho Black. O cantor evangélico participou nesta terça-feira (1º.11.2016) do programa Band Mulher  na Band Natal comandado pela jornalista Juliana Celli. Além de um bate papo descontraído o cantor anunciou duas apresentações com entrada gratuita nas igrejas Vitória em Cristo (Terça 1ºNov) e Bom Refúgio (Quarta 2 Nov).

Quem é Juninho Black

Revelado para o grande público durante o 2º Concurso Novas Promessas, realizado em 2014 pela TV Globo Minas, o cantor Juninho Black é uma das grandes revelações da black music na música evangélica brasileira. Nascido em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, o jovem Antonio Carlos de Freitas Junior começou a se interessar pela música aos quatro anos de idade e aos oito começou a tocar violão. Ele também ingressou no coral da Igreja Batista da Lagoinha, que frequentava juntamente com os pais.

A carreira musical quase foi interrompida aos 18 anos, quando morava em São Paulo e foi descoberto um problema cardíaco. “Foi a fase mais incerta que aprendi de Deus a ter fé, não no que eu via, mas do que eu esperava”, citou Juninho, que passou por dois procedimentos cirúrgicos. Foi durante essa fase tão difícil que o cantor encontrou inspiração para compor boa parte das canções de seu primeiro disco chamado Sonhos de Deus, que ensina que sempre haverá uma nova chance ao que crer.

Com elementos pop e influências de adoração e até de música pentecostal, o álbum não se prende a um estilo único e conta com direção geral de Alex Passos e produção musical de Leandro Rodrigues. Já o projeto gráfico foi assinado pela Imaginar Design com fotos de Marcus Castro. Produzido no final de 2015, o álbum foi lançado em todas as plataformas digitais no dia 29 de janeiro e chega às lojas no começo de fevereiro através da parceria entre Balaio Music e Sony Music Gospel.

Você pode conhecer mais sobre as músicas do CD Sonhos de Deus assistindo aos vídeos das faixas Não pare de crerMe ensine a caminharVem Sonhos de Deus, que estão disponíveis no Sony Music Live. Além da carreira solo, Juninho Black também integra o projeto Preto no Branco, ao lado de Clóvis Pinho, Weslei Santos e Eli Soares. Para saber mais sobre o artista, acesse seu site oficial – www.juninhoblack.com.

 

Postado às 11h10 CulturaDestaque Nenhum comentário
NET lança especial de Halloween do NOW.

NET lança especial de Halloween do NOW.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

Os fãs de filmes de terror podem comemorar. O NOW, serviço de vídeo sob demanda da NET e Claro HDTV preparou um especial de Halloween, com mais de 50 títulos de arrepiar. A seleção conta com O Exorcista, Invocação do Mal e Invocação do Mal 2, Ouija – A Ressureição, O Exorcismo de Emily Rose, A Bruxa, Frankenstein e Boneco do Mal.

Para os menos corajosos, o especial traz Os Caça-Fantasmas e Os Caça-Fantasmas II. Todos os filmes estão disponíveis para aluguel em Cinema > Especial Halloween, até o dia 31 de outubro.

Os NETs acessam o NOW pelo canal 1 da NET HDTV. Clientes NET e Claro HDTV também podem curtir em qualquer lugar, no sitewww.nowonline.com.br ou aplicativo para tablets e smartphones.

 

Postado às 19h10 CulturaPlantão Nenhum comentário

Novo disco de Valéria Oliveira já tem nome, capa e canções disponíveis na internet.

Novo disco de Valéria Oliveira.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

Em fase de masterização, com gravações e mixagem concluídas, o novo CD da cantora potiguar Valéria Oliveira ganhou nomecapa assinada pelo renomado ilustrador Elifas Andreato e está gerando expectativa entre os amantes da boa música potiguar. “Mirá” foi o título escolhido para esse trabalho tão especial na carreira da cantora.

“Na busca por uma palavra que pudesse sintetizar o que está sendo dito nesse novo disco, me deparei com “Mirá”, palavra que traz a beleza inerente ao seu significado em português, que é árvore, e que revela em sua sonoridade outras possibilidades de interpretações, olhares diversos, e isso me faz pensar no colorido das canções. Revelou Valéria sobre o nome do novo disco de trabalho. “Mirá” é um palavra do nheengatu, língua pertencente à família tupi-guarani, uma evolução do tupi antigo. Assim sendo, ela já traz brasilidade em sua raíz, ancestralidade, algo que senti também desde que comecei a compor e pensar nos arranjos desse novo trabalho”, completou.

Para dar um gostinho do que você vai poder conferir em breve com o lançamento oficial de “Mirá”, antecipamos três das 14 faixas do novo CD no canal soundcloud da artista. As escolhidas foram: Essa mulher, bolero em parceria com Simona Talma, com arranjo de Jubileu Filho e participação de Zé Hilton na sanfona; Do meu jeito, samba em parceria com Ivando Monte; e Lá vem ela, outro samba, em parceria com Luiz Gadelha e Simona Talma e arranjo do maestro Rildo Hora.

Gravado em Natal e no Rio de Janeiro, o disco tem produção musical compartilhada entre Valéria Oliveira e o maestro Rildo Hora, que também assina a direção musical ao lado de Jubileu Filho e participação especial de Moacyr Luz.

O novo CD, tem o patrocínio da Cosern e do Governo do Estado, via Lei Câmara Cascudoapoio do SEBRAE RN,  mixagem e masterização no estúdioMegafone, em Natal, e previsão de lançamento para o final de 2016.

Ouça, em primeira mão, três canções do novo disco:

Clique aqui para ouvir Essa mulher

Clique aqui para ouvir Do meu jeito

Clique aqui para ouvir Lá vem ela

 

Postado às 19h10 CulturaPlantão Nenhum comentário
Palco Gira Dança tem início nesta segunda-feira.

Palco Gira Dança tem início nesta segunda-feira.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

Com o conceito “Corpo: espaço de adaptação”, Natal se transforma no Palco Gira Dança a partir desta segunda-feira (24) a 1º de novembro, com programação de companhias nacionais e internacionais. Em sua 4ª edição, o festival preenche o Espaço Giradança, Espaço A3, Barracão Clowns, a Casa da Ribeira, Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão, Aliança Francesa e o Cine Teatro de Parnamirim para as apresentações.

O primeiro encontro está marcado para hoje, no Espaço Gira Dança, às 20h, com entrada gratuita para assistir “Overseas Culture Interchange”, resultado da residência artística, em dois blocos: coreografia com oito pessoas e estreia de História/Container. Já na terça-feira (25), Alexandre Américo apresenta “Cinzas ao Solo”, no Espaço Giradança, às 19h, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Saindo de lá, ainda consegue correr para a Casa da Ribeira para assistir, às 20h, a Cie Ioannis Mandafounis (Suiça), no espetáculo “Twisted Pair”.

Na quarta-feira (26), a Cie Ioannis Mandafounis (Suiça) apresenta One One One, às 15h30, no Calçadão da João Pessoa, em Cidade Alta. É só chegar e assistir. Mais tarde, no Espaço Girandança, às 19h, René Loui (RN) em Etéreo, ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Não conseguiu chegar a tempo? Na Aliança Francesa tem a Cia de Dança do Teatro Alberto Maranhão (RN) que apresenta Um de nós, com entrada gratuita, às 20h.

Na programação geral ainda tem GiraDança (RN), Guia Improvável para Corpos Mutantes (RS), La Conférence Dansée (França), Rosa Primo (CE), Hyperterrestres (França), Grupo Lamira (TO), Clarice Lima (SP/CE), Anizia Marques Dança (RN), Grupo Nammu, Iara Sales, Tonlin Cheng e Sérgio Andrade (PE), Eduardo Fukushima (SP).

O evento conta com parceria do Festival Cena Cumplicidades, que acontece em Recife e Olinda – PE, João Pessoa – PB e Buenos Aires, na Argentina; em Natal, com apoio cultural do Sebrae RN, Sesc RN, NatalCard, Michelle Tour e Pirandello’s; apoio institucional da Funarte; parceria com a Casa da Ribeira, Aliança Francesa, FranceDance Brasil 2016, A3, EdTAM, Swag Produções, G7 Comunicação; Produção Listo e realização GR e Cenas Cumplicidades.

Quer saber mais? Acesse http://www.palcogiradanca.com/ ou visite a página no Facebook @palcogiradança.

 

Postado às 09h10 CulturaPlantão Nenhum comentário
 Musical “Pelas Trilhas da Vida” de Danilo Guanais tem apresentações gratuitas na próxima semana.


Musical “Pelas Trilhas da Vida” de Danilo Guanais tem apresentações gratuitas na próxima semana.

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

“Pelas Trilhas da Vida”, o mais novo musical de Danilo Guanais entra em cartaz na próxima semana, dia 20, no Teatro Riachuelo, a partir das 20h30, com entrada gratuita. O espetáculo tem roteiro construído em seções que apontam os motivos das inspirações do músico e compositor.

Com direção cênica de Diana Fontes, “Pelas Trilhas da Vida” faz uma retrospectiva das composições de Guanais em 30 anos de experiência, que engloba oito premiações, destas, duas internacionais. Além do Teatro Riachuelo, nos dias 22, 23 e 24 o musical estará na Escola de Música da UFRN – EMUFRN.

Neste trabalho, música e teatro se unem e contam com presença de artistas locais como Valéria Oliveira, Pedro Mendes, Isaque Galvão, Igor Fortunato, Plínio Sá, além de instrumentistas e outros músicos do estado. O espetáculo percorre 20 montagens com trabalhos musicais de Guanais, entre elas: Chuva de Bala no País de Mossoró, Um Presente de Natal e Auto da Liberdade. O Pelas Trilhas conta também com o patrocínio da Prefeitura Municipal de Natal, Programa Djalma Maranhão, Visual Praia Hotel, Rifóles, Praia Hotel & Resort, Pontalmar e Esmeralda Praia Hotel, apoio da EMUFRN e realização da Espaço Vivo.

Fazem parte do musical, canções elaboradas a partir da formação erudita do compositor, no entanto, pensadas para cada cena da qual fazem parte. A fusão entre a letra, a musicalidade e a dramaturgia compõe um conjunto uno. De acordo com Danilo Guanais, este trabalho tem o duplo propósito de resgatar canções que se perderam, traçar uma espécie de “trajeto” lítero-musical e contar também, um pouco da história do teatro norte-rio-grandense.

Serviço

Datas: 20, 22, 23 e 24 de outubro de 2016

Locais: Teatro Riachuelo (dia 20) e Escola de Música (Dias 22,23 e 24)

Horário: 20h30

Ingressos: Entrada gratuita

 

Postado às 10h10 CulturaDestaque Nenhum comentário
Inscrições para o Festival de Cinema de Baía Formosa seguem até dia 31. (Foto: Elpídio Junior).

Inscrições para o Festival de Cinema de Baía Formosa seguem até dia 31. (Foto: Elpídio Junior).

Redação/Portal de Notícias e Fotojornalismo/eliasjornalista.com

As inscrições para a 7ª edição do Festival Internacional de Cinema de Baia Formosa seguem abertas até o dia 31 de outubro. Os interessados podem se inscrever gratuitamente em três categorias, sendo uma exclusiva para estudantes do IFRN. O Festival acontece entre os dias 25 e 26 de novembro com programação cultural, oficinas e mostras de filmes. As inscrições podem ser feitas pela internet.

Para participar, os interessados devem escolher uma das categorias disponíveis no evento. No concurso de 1 minuto o público vai poder inscrever vídeos produzidos com qualquer equipamento digital, como câmera de vídeo, câmera fotográfica ou celular. O material editado deve ter duração de 60 segundos, incluindo os créditos. O candidato poderá participar com quantos vídeos quiser, obedecendo o regulamento e dentro da temática “Sou brasileiro”. Os melhores vídeos serão premiados durante o Festival.

Os alunos do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) vão poder participar de uma categoria específica. Uma parceria firmada entre o Festival e o IFRN vai possibilitar aos alunos a inscrição com vídeos de um minuto na categoria Concurso de 1 minuto IFRN. Lembrando que os alunos também podem participar de qualquer uma das outras categorias, abertas ao público.

Já no Concurso de Curtas Potiguares podem participar produções com até 20 minutos de duração, desenvolvidas nos últimos dois anos no Rio Grande do Norte. Todos os vídeos inscritos passarão por uma curadoria e os selecionados serão exibidos durante o Festival Internacional de Cinema de Baia Formosa. O tema é livre e deve seguir as regras estabelecidas no regulamento do evento.

Todas as informações referentes a inscrição e envio de material, podem ser acessadas no endereço www.fincbf.com. Os vídeos de todas as categorias, deverão ser enviados exclusivamente pela internet até o dia 31 de Outubro. O Festival Internacional de Cinema de Baia Formosa será realizado nos dias 25 e 26 de Novembro de 2016, na Praia de Baia Formosa.

 

Página 3 de 2812345...1020...Última »