Marca Maxmeio

Postado às 12h03 DestaqueFotografia Nenhum comentário

Primeira parada da Expedição: Pedra da Boca, localizada na divisa da  Paraíba e o Rio Grande do Norte (Cidade de Passa e Fica). Foto: Alex Gurgel.

Parada na cidade de Bananeiras-PB o foco da Expedição.

A Expedição segue pelas ruas de Bananeiras-PB, com o presidente da Aphoto, Alex Gurgel e Joílson Custódio, guia local.

Redação/eliasjorbalista.com

Dia memorável para os participantes da Expedição ao Brejo Paraibano, organizada pela Associação Potiguar de Fotografia (Aphoto), neste domingo (10). A expedição percorreu à Serra da Borborema e as cidades que ficam em torno da região conhecida como “Brejo Paraibano” que são Bananeiras, Areia e Guarabira, passando pela cidade de Passa e Fica para fotografar a Pedra da Boca.

Tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP), a cidade de Bananeiras mantém e preserva a identidade cultural do Brejo Paraibano, além de receber anualmente grupos de turistas de vários estados brasileiros, sobre tudo os nordestino, com destaque para o Rio Grande do Norte, que vem se alimentar da cultura regional. “O retorno que a cidade recebe, é a satisfação de quem nos visita e que ele saia feliz dizendo que deseja voltar novamente. Para quem não conhece e tem bom gosto de cultura arruma a mala e vem sim bora”, convida Joílson Custódio, guia local que brinda os visitantes com suas histórias hilárias e inteligentes sobre a cultura do lugar.

As expedições fotográficas tem o objetivo de reunir fotógrafos profissionais e amadores para exercitar seus olhares em roteiros chamados “Ecoturismo ou Culturais”. “São passeios diversificados em suas propostas, possibilitando ter mais experiência de campo, captando imagens de roteiros tradicionais e inusitados”, destaca Alex Gurgel, presidente da Associação Potiguar de Fotografia (Aphoto).

Segundo o diretor da Aphoto, Luciano Nobre as expedições costumam se dividir em duas etapas: o primeiro encontro objetiva a prática, e o segundo é destinado à análise dos trabalhos fotográficos que são apresentados através de um “Sarau Fotográfico” onde são projetadas imagens realizadas pelos participantes, que além de possibilitar uma maior interação, troca de experiência e até mesmo fechando parcerias de trabalho.

Início da expedição – Parque Estadual da Pedra da Boca

Localizado ás margens do rio Calabouço, afluente que faz a divisa entre a Paraíba e o Rio Grande do Norte (Cidade de Passa e Fica), no município de Araruna, na Paraíba, o Complexo Ambiental Pedra da Boca é um parque estadual paraibano instituído desde 2000, quando se tornou uma área de conservação permanente. Hoje é um dos picos preferidos pelos praticantes de aventura e amantes da fotografia que desejam fazer belos registros sobre a natureza. O patrimônio natural do parque é riquíssimo e se divide em cavernas e formações rochosas. O nome Pedra da boca surgiu de uma fenda que ela tem em seu corpo, fenda que lembra uma boca aberta, boca que lembra um sapo, segundo moradores nativos locais.

Chegada ao Brejo Paraibano – Cidade de Bananeiras e Areia

A cidade de Bananeiras-PB, localizada na Serra da Borborema é caracterizada pela sua exuberância e cenários naturais. Alardeada em 1974, pelo então ministro da saúde, Paulo de Almeida Machado, como uma cidade de clima e relevo europeu em pleno coração nordestino, continua impressionando historiadores e turistas que buscam conhecer a História e a cultura da mais importante região do ciclo do açúcar. Tudo isso aliado aos roteiros de ecoturismo composto por serras, vales, cachoeiras, matas e rios, onde a natureza privilegia o Brejo Paraibano.

Areia-PB se localiza na microrregião do Brejo Paraibano, e também conhecida por suas riquezas naturais e culturais, uma região de clima europeu, onde no inverno fica coberta de neblinas, além de possuir diversos balneários aquáticos e relevo propício a prática do ecoturismo.

Entre os participantes estavam fotógrafos experientes e outros nem tanto.

“Minha primeira expedição pela Aphoto, adorei não apenas pela oportunidade de fotografar ambientes diferentes ligados a natureza, mas sim pela integração que estas expedições nos proporcionam de conhecer novos lugares e novas pessoas fazendo algo que se gosta reunidas por uma só motivo: a paixão pela fotografia”, disse Sofia Silva, fotógrafa amadora.

Para o fotógrafo Dijah Abreu Junior, que trabalha com computação gráfica, as expedições são um forma de aliviar o estresse semanal. Além de uma ótima oportunidade de conhecer profissionais da mesma área, trocar ideias e compartilhar amizades que fazem parte do cotidiano e que não temos tempo de encontrá-los.

“A expedição para o Brejo Paraibano foi algo incomum, poder visitar centros históricos, cidades antigas, muito bem conservadas, que recebem com espontaneidade os turistas foi muito preciso e totalmente enriquecedora essa expedição” Disse Carla Belke, médica veterinária e fotógrafa.

Galeria com fotos dos participantes da Expedição:

Postado às 03h03 DestaqueFotografia [ 1 ] comentário

O fotógrafo Fernando Pereira expõe na Galeria Conviv’Art da UFRN até 28 de março.

As estudantes de fotografia Danielle Suiany e Ralina Micharla, prestigiaram a mostra de Fernando Pereira na UFRN.

Redação/eliasjornalista.com

Cerca de trezentos convidados prestigiaram o coquetel de abertura da exposição “Vivam Natura” do fotógrafo e jornalista Fernando Pereira na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), na noite desta quinta-feira (7).

A mostra fotográfica que inicialmente seria composta por 40 imagens da natureza, trouxe para o público uma grata surpresa, Fernando Pereira acrescentou um mix de fotografias que retratam uma retrospectiva de trabalhos anteriores e que  estão em andamento valorizando ainda mais as paisagens da natureza.

Fernando Pereira nascido em santo Antônio de Pádua Rio de Janeiro é jornalista e fotógrafo e apaixonado por imagens da natureza. Ao longo da carreira foi agraciado com várias premiações locais, nacionais e internacionais. A mais importante delas foi “Earth Men”, para compor o catálogo do concurso internacional do “Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA, no biênio 1994 – 1995, o maior concurso do mundo do gênero.

Desde cedo o despertar por imagens de paisagens. “Nasci na roça no meio do mato e aos 20 anos sai para cidade mas, levei comigo o gostar da natureza, dos bichos e tudo que se refere ao meio ambiente, jamais poderia repudiar minhas origens, a minha fotografia exalta sempre as belezas naturais”, destaca.

A inspiração para compor a exposição “Vivam Natura”. “Meu interesse por exposição nasceu na década de 90, já morando em Natal fui a uma mostra coletiva no espaço cultural da Caixa Econômica Federal, formada pelos fotógrafos Canindé Soares, Wanderley Adams e Marcolino.  Fiquei impressionado com o trabalhos dos fotógrafos, e sai de lá com o pensamento de realizar a minha exposição também”, confessa.

Por trás do glamour as dificuldades para realizar a exposição. “Fotografar é fácil,  o problema maior é ter que fazer a seleção de imagens quando se tem várias opções. Para essa exposição confesso que fui ousado, principalmente pelos cortes realizados nas fotos 40X90cm, tornando a maioria em panorâmicas. O espaço da Galeria Convi’Vart” valorizou meu trabalho. Considero uma vitória realizar esta mostra, apesar de ter que bancar desde a iluminação ao coquetel, mas há um ditado que acredito “Quem não é visto jamais será lembrado” por isso aguardo o retorno”, declarou Fernando Pereira.

O fotógrafo Canindé Soares que prestigiou a mostra, disse que ficou surpreso e feliz com o avanço profissional de Fernando Pereira. “Fico feliz em saber que ele se inspirou em trabalho de outros colegas fotógrafos, esse reconhecimento demonstra a humildade de um grande profissional”, completou.

Fernando Pereira fez questão de registrar os agradecimentos a Associação Potiguar de Fotografia (APHOTO), a todos os amigos, além do apoio do jornalista Elias Medeiros e o fotógrafo Canindé Soares, pela divulgação em seus Blogs “Elias no seu retorno à Natal, veio com força total, sua fotografia está cada dia melhor e tem elevado o nível da fotografia potiguar”, disse.

Serviço:

Exposição “Vivam Natura”  do Fotógrafo Fernando Pereira

Data: De 8 a 28 de março  – de 9 às 17h Local: Galeria Convivart – Centro de Convivência Djalma Marinho – UFRN.

Acesso: Gratuito

Informações:  (84) 9984-0899

Galeria de fotos:

Postado às 09h03 DestaqueFotografia Nenhum comentário

A exposição “Vivam Natura”, do  jornalista e fotógrafo Fernando Pereira estará aberta à visitação de 08 a 27 de março, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h, na Galeria Conviv’art da UFRN.

 

Fernando Pereira inclui no currículo várias premiações locais, nacionais e internacionais, além de ter suas fotos publicadas em diversos livros e revistas.

Redação/eliasjornalista.com

“Vivam Natura” este é o título da exposição do fotógrafo potiguar Fernando Pereira, composta por 40 imagens da natureza.  O coquetel de abertura nesta quinta-feira (7), às 19h, na  galeria “Convivart da UFRN”. O evento é promovido pelo Núcleo de Arte e Cultura (NAC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Fernando Pereira é jornalista, funcionário da UFRN e atualmente trabalha na Hemeroteca do Departamento de Comunicação da universidade. Na exposição “Vivam Natura”, o fotógrafo irá apresentar 40 fotografias que têm por temática a natureza, predominando a do território potiguar.

O autor inclui no currículo várias premiações locais, nacionais e internacionais, além de ter suas fotos publicadas em diversos livros e revistas. Em 2004, foi o 2º colocado no concurso “Paisagens do Ecossistema Potiguar” promovido pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA).

Serviço:

Exposição “Vivam Natura”  do Fotógrafo Fernando Pereira
Data: De 8 a 28 de março  – de 9 às 17h, será aberta ao público.
Local: Galeria Convivart – Centro de Convivência Djalma Marinho – UFRN.
Acesso: Gratuito

Informações:  (84) 9984-0899

 

Postado às 17h02 DestaqueFotografia Nenhum comentário

O fotógrafo potiguar Canindé Soares é destaque do programa Sucesso S/A deste sábado (2), na TV Tropical, às 11h. (Foto: Aldair Dantas).

Redação/eliasjornalista.com

Neste sábado (2), às 11h, o mais novo atrativo da televisão potiguar, “Sucesso S/A” trás no quadro “Bem Sucedidos” o renomado fotógrafo Canindé Soares. Com objetivos e conteúdos bem definidos, o programa vai abordar temas como gestão, negócios, carreiras e empreendedorismo e exibirá casos empresariais de sucesso do Rio Grande do Norte, irá ao ar na TV Tropical, filiada da TV Record e terá duração de 30 minutos.

“O principal objetivo do programa é fornecer informações sobre gestão e negócios para empresários e também para pessoas que querem abrir seu próprio negócio, através dos “cases” de sucesso do nosso Estado. Vamos falar sobre administração de carreiras e ainda dar dicas para quem quer ter sucesso na vida pessoal e profissional”, explicou a jornalista Juliana Celli, apresentadora do programa.

O fotógrafo Canindé Soares é um exemplo de profissional de sucesso no Rio Grande do Norte, um empreendedor nato e possuidor de um olhar seguro que sabe encontrar beleza em cada lugar por onde passa, além de registrar diariamente a cidade Natal e o Estado que tanto ama. “Canindé”, um nome simples que nos remete a história de outros nordestinos que venceram as adversidades e conquistaram sucesso através da arte que escolheram como profissão: A fotografia.

O lançamento do livro “Natal por Canindé Soares”, Não é uma vitória isolada do fotógrafo. E, sim, dos potiguares que seguem o sonho de ver estampado nas estantes das livrarias em todo o Brasil a sua obra. Sem contar, o gostinho bom que fica em cada um ao saber que as belezas naturais, as manifestações culturais e religiosas, os traços de sua arquitetura e o cotidiano de seu povo será apreciado além das fronteiras do Rio Grande do Norte. “Vivo um momento de extrema felicidade, em ótima fase profissional, além de receber elogios pelas redes sociais diariamente e convites para entrevistas em rádio e tv, sinto que recebo o reconhecimento do povo potiguar em relação ao meu trabalho. Senti-me importante ao ser entrevistado pelo programa Sucesso S/A”, declarou Canindé.

Postado às 16h02 DestaqueFotografia [ 2 ] Comentários

Carla Belke, fotógrafa e médica veterinária, além de organizar a exposição fotográfica registrava todos os momentos.

 Marcelo Buainain (Camisa Branca) que está na lista entre os 10 maiores do fotógrafos do mundo, prestigiou a exposição fotográfica “Coletivo Caçadores de Imagens” , na AABB. (Foto: canindé Soares). 

Redação/eliasjornalista.com

Para os amantes da arte fotográfica mais um oportunidade de rever os trabalhos de qualidade e olhar diferenciado do Coletivo Caçadores de Imagens. “Minha terra meu chão, cenas de um Rio Grande do Norte, e um olhar puramente potiguar”, este é o título da exposição fotográfica, a abertura aconteceu nesta sexta-feira (22), no salão azul da AABB, em Natal e vai até 24 de fevereiro.

A mostra marca a continuidade da 1ª edição que aconteceu no Solar Bela Vista no mês de dezembro passado e segue a temática ligada na identidade cultural do Rio Grande do Norte, mostra a cultura potiguar e suas tradições. “ A Mostra reúne trabalhos de profissionais de diversas áreas de atuação, onde existe apenas um fotógrafo profissional que é o Fernando Chiriboga, os demais são amadores, entre eles temos dentistas, empresários, juiz, médica, podólogo e comerciantes, tendo em comum a paixão pela fotografia e o objetivo em mostrar as belezas do Estado”, disse Carla Belker, fotógrafa e médica veterinária, organizadora da exposição.

Publico e aceitação diferentes na segunda edição do “Coletivo Caçadores de Imagens”. “Na primeira edição no Solar Bela Vista, o público foi mais familiares devido a data próxima ao Carnatal, então muita gente viajou e foi mais visitada por amigos mais próximos que ficaram em Natal. A segunda edição na AABB, dada a divulgação pelos jornais locais, blogs e parceiros da Aphoto falando sobre a coletiva, nota-se a participação dos amigos amantes da fotografia, além de fotógrafos conhecidos em Natal e no Brasil, que é o caso de Marcelo Buainain, que elogiaram a coletiva. Acho interessante que este fato influencie o surgimento de outros grupos que possam fazer um trabalho parecido com o nosso” completou Carla Belke.

Para o fotógrafo Denis Job, o momento da fotografia atual no Rio Grande do Norte é digna de respeito. “Gostaria de destacar a participação de Carla Belker na organização da exposição, principalmente pela iniciativa e carinho pela qual trata a arte da fotografia em nosso Estado. Um momento desse me inspira, além de valorizar o coletivo e o crescimento de outros profissionais. Não devemos nada a ninguém em termos de organização e fotografia no Brasil”, acrescentou.

Já Advogada e fotógrafa amadora, Rafaela Marinho, destacou a possibilidade de reunir um grupo com objetivos comuns onde o destaque são a mostra das belezas do RN. “ O grande atrativo da exposição é juntar, em um único evento, trabalhos de pessoas diferentes, das mais variadas profissões, idades e histórias de vida, com mais ou menos experiência, unidas em torno de uma única paixão: a fotografia. Cujo resultado final foi uma bela coletânea de imagens com qualidade e acabamento impecáveis”.

O resultado com a repercussão da primeira edição transforma o “Coletivo Caçadores de Imagens” como uma exposição fotográfica itinerante. Após o sucesso no Solar bela Vista e a AABB, as próximas mostras serão no Shopping Cidade Jardim e no espaço da Justiça Federal no Rio Grande do Norte (JFRN). Atualmente o grupo conta com 14 integrantes e poderá chegar à 16.

A exposição teve o apoio da Associação Potiguar de Fotografia (APHOTO).

Serviço:
Exposição Fotográfica do Grupo Caçadores de Imagens
Data: 22, 23 e 24 de fevereiro – Sábado e Domingo de 12 às 17h.
Local: Sede da AABB – no Salão Azul
Acesso: Gratuito

Galeria de fotos:

Postado às 13h02 DestaqueFotografia Nenhum comentário

Presença do convidado ilustre, o repórter fotográfico, Canindé Soares, que prestigiou o 1° Sarau Fotográfico e fez o sorteio de alguns livros “Natal por Canindé Soares”  entre os participantes.

Redação/eliasjornalista.com

Uma noite para ficar na memória dos Aphotistas e amigos amantes da fotografia. A Associação Potiguar de Fotografia (APHOTO) realizou o “1° Sarau Fotográfico” com a projeção de fotografias que foram capturadas durante as cinco últimas Expedições Fotográficas da entidade. O evento aconteceu na noite desta quinta-feira (31), no restaurante Dom Kebab, no bairro de Ponta Negra, em Natal.

Durante o evento foi aberta a campanha de filiação com a inscrição de novos sócios. Para ser um sócio aphotista, basta ser apaixonado por fotografia, ter feito um curso básico de fotografia e morar em território potiguar. O primeiro lote das Carteiras de Sócios 2013 começará a ser entregue até o carnaval.

Segundo o presidente da Associação Potiguar de Fotografia (APHOTO), Alex Gurgel, o “Sarau Fotográfico” reuniu os amantes da arte fotográfica para uma grande confraternização fora de época onde o objetivo foi emocionar os Aphotistas com as fotografias projetadas. O evento também faz parte das comemorações em alusão ao Dia Nacional da Fotografia, ocorrido no início de janeiro.

Para o diretor financeiro da Aphoto, Jailson Fernandes, a entidade tem conseguido ao longo dos anos mobilizar a categoria, além de conscientizar seus membros sobre a importância da participação coletiva em ações benéficas aos associados. “O exemplo vem da própria organização deste evento, que ficou a cargo da associada de carteirinha, Maria Rafaela Marinho, que através de seu esforço e dedicação, protagonizou uma noite especial para todos nós”, enfatizou Jailson.

O evento também contou com a participação do convidado ilustre, o repórter fotográfico Canindé Soares, que fez questão de prestigiar e sortear alguns livros “Natal por Canindé Soares” entre os participantes.

Postado às 23h12 Fotografia [ 2 ] Comentários

A governadora Rosalba Ciarline, prestigia a homenagem ao repórter fotográfico Canindé Soares.

Redação/eliasjrnalista.com

Na manhã desta segunda-feira (10), o Repórter Fotográfico Canindé Soares, foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte, com a Medalha do Mérito Cultural Câmara Cascudo.

A proposição da medalha foi do deputado estadual Kelps Lima, “o fotógrafo de São Bento do Trairi, Canindé Soares, transformou seu blog de internet em uma espécie de crônica diária dos assuntos mais relevantes que interessam à sociedade do Rio Grande do Norte. Esta é uma das mais adequadas homenagens que o Parlamento pode fazer”.

Um garoto pobre do município de São Bento do Trairi, que passou grande parte da sua vida no bairro do igapó, zona norte de Natal, e alimentava o sonho de ser fotógrafo. Estava sentado no Plenário de Assembleia Estadual, Canindé Soares, ao lado de desembargadores, deputados, prefeitos, govenadora, e demais pessoas dos diversos seguimentos da sociedade, que estavam ali para ser homenageados com a Medalha do Mérito Câmara Cascudo, dedicado a pessoas que divulgaram ou demonstraram o talento do Estado.

Na figura simples do Repórter Fotográfico Canindé Soares, me vejo sentado ali no Plenário da Assembleia, partindo do princípio, “se ele conseguiu tal façanha”, por ser merecedor, nós também podemos chegar lá, a vitória dele como profissional representa a categoria do Rio Grande do Norte, e deve ser compartilhada, este tipo de homenagem será bom para todos nós.

Postado às 18h12 DestaqueFotografia [ 13 ] Comentários

Confraternização da Aphoto – Elias Medeiros, Canindé Soares, Wellington Lima e Adrovando Claro, comemoram entrega do Troféu Lambe-Lambe 2012. (Foto: Jailson Fernandes) 

Redação/eliasjornalista.com

A confraternização anual da  Associação Potiguar de Fotografia (APHOTO), foi realizada na tarde deste sábado (1°Dez), no  Clube da Caixa Econômica Federal de Natal.

Na ocasião aconteceu o lançamento do jornal “O Aphotista”, apresentação da Carteira de Sócio 2013, entrega do Troféu Lambe-Lambe de Fotografia, varal fotográfico, escambo com compra, venda ou troca de equipamentos fotográficos, além de um DJ na animação da festa.

A Confraternização da Aphoto 2012 se caracterizou pelo lançamento da “Campanha de Filiação”, uma oportunidade para os fotógrafos se associarem a Aphoto.

Os fotógrafos que receberam o “Troféu Lambe Lambe 2012”  foram: Deise Areias, Denis Jobs, Elias Medeiros e Wellington Lima.

Postado às 00h12 Fotografia [ 2 ] Comentários

 

A família do fotógrafo Fernando Chiriboga, prestigia o lançamento do livro “Caminhos de Sertão e Mar” na livraria Saraiva do Midway Mall. 

Redação/eliasjornalista.com

O fotógrafo equatoriano Fernando Chiriboga, conhecido pelo apurado registro de paisagens naturais, lançou nesta sexta-feira (30), na livraria Saraiva do Midway Mall, o livro “Caminhos de Sertão e Mar”.

O lançamento ficou caracterizado como uma noite de autógrafos bem familiar, com o prestigio de amigos e amantes da fotografia, que poderam apreciar as imagens do Rio Grande do Norte, transformada em poesias através do olhar cativante de um forasteiro, que pelo dever e honra, já pode ser chamado de Potiguar.

O 10° livro de Chiriboga revela belezas do Oeste do Rio Grande do Norte, com cenários encantadores, como as Dunas do Rosado, em Porto do Mangue, o Lajedo do Rosário, em Felipe Guerra, os morros de areias coloridas na praia de Tibau, entre outros lugares do sertão.

Além das belas fotos, o fotógrafo equatoriano radicado em Natal, acrescenta textos de poetas potiguares, como Deífilo Gurgel, Henrique Castriciano, Homero Homem e outros.

Segundo Fernando Chiriboga, o seu livro chama atenção para a bela e inspiradora terra banhada de sol, composta por encantadoras paisagens naturais e humanas. “Além do registo fotográfico, desejo que as imagens do livro possa despertar nas pessoas o sentimento da consciência ecológica em defesa do desenvolvimento sustentável; a única forma de preservamos a natureza para gerações futuras”, completa Chiriboga.

Postado às 12h11 DestaqueFotografia [ 3 ] Comentários

A presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) Camila Cascudo, prestigia a exposição de Jorge Aguiar.

Redação/eliasjornalista.com

O fotojornalista gaúcho Jorge Aguiar, traz à Natal as exposições fotográficas “Projeto Luz Reveladora Photo da Lata” e “Umbu”. O lançamento aconteceu nesta segunda-feira (26), na Capitania das Artes em Natal. Todas as imagens são em preto e branco e ficará expostas até 9 de dezembro.

O projeto “Luz Reveladora Photo da Lata”, que há 16 anos desenvolve ações em diversas regiões do Brasil e já ganhou destaque em países europeus. O fotojornalista gaúcho Jorge Aguiar resgata a técnica precursora da fotografia moderna, usando latas e papel filme para construir as câmeras conhecidas como pin hole. As imagens em preto e branco expressa o originalidade do trabalho do documentarista.

Local: Capitania das Artes (Av. Câmara Cascudo, 434, Cidade Alta). Horário de visitação: 8h às 17h.

Entrada gratuita. Informações: 9982 2519.

Página 19 de 21« Primeira...10...1718192021