Marca Maxmeio

Postado às 19h07 Fotografia Nenhum comentário

Por Elias Medeiros

Os profissionais que atuam na área de fotografia no Rio Grande do Norte se articulam para fortalecer o segmento a partir da formatação de uma rede local integrada à Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil. A  convocatória foi aberta à fotógrafos, produtores culturais e interlocutores da fotografia no Estado, aconteceu na noite desta terça-feira (3), no auditório do SEBRAE/RN.

Foram discutidos os cenários atuais da fotografia no Estado do Rio Grande do Norte, relacionados com a realidade brasileira e o contexto regional. O fotógrafo Pablo Pinheiro, um dos idealizadores do encontro, trouxe para pauta de discussão, pontos importantes como: Eleição de delegado para os Conselhos Setoriais, recolocar a fotografia na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e a desvinculação da fotografia das Artes Visuais, onde divide verbas com artes plásticas, grafite, moda, etc. O somatório desses pontos, se resume a mobilização dos profissionais do setor junto às diferentes esferas governamentais.

Kátia Lopes, gestora do projeto Cultura e Economia Criativa no RN, cujo público alvo são empreendedores, empresários, artistas e demais representantes da cultura e da economia criativa, colocou o Sebrae/RN à disposição para capacitação dos profissionais de fotografia.

O fotógrafo Henrique José da ZooN Fotografias, um dos representantes da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil, comemora o resultado da convocatória e espera compartilhar com outros profissionais a expansão da rede local.

Alex Gurgel, presidente da Aphoto RN, animado com o andamento e a expansão dos projetos voltados para o engrandecimento da fotografia.

A convocatória sobre a fotografia potiguar aconteceu sob a coordenação de Duas Estúdio, ZooN Fotografia, Aphoto e Núcleo da Foto, com apoio da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil e parceria com o Sebrae/RN.

  • Programação da Rede Potiguar de Fotografia:
  • 10 de julho – Seminário da Copa Cultural – Teatro de Cultura Popular, Fundação José Augusto.
  • 15 de julho    – IFRN (centro) – Seminário sobre cadeia produtiva.
  • 05 de agosto – IFRN (centro) – Foto RN, Encontro de Produtores Culturais de Fotografia no RN.
  • 18 de agosto – IFRN (centro) – Foto Rio Grafia do Norte (Seminário para celebrar o Dia Mundial da Fotografia).
Postado às 18h06 FotografiaGeral Nenhum comentário

Por Elias Medeiros

A Associação Potiguar de Fotografia (Aphoto), realizou na noite desta terça-feira (19), no auditório do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), na Cidade Alta, a  Assembleia Geral Ordinária com a participação de cerca de 40 associados.

Os assuntos tratados na pauta foram: A prestação de contas da Diretoria  Financeira,  retrospectiva, apresentação da logomarca e festa de 10 anos  da associação,  utilidade pública estadual, Poti em foco e expedição fotográfica com exposição, além da discursão dos novos rumos e atuação dentro do mercado fotográfico potiguar.

O encontro consolidou  a importância das parcerias, agregando políticas públicas destinadas a fotografia. Aphoto,  já conquistou  o título de Utilidade Pública Municipal, e está a caminho do reconhecimento Estadual, além de objetivar o  desmembramento da fotografia, das categorias, Artes Plásticas e Audiovisual, e ser  reconhecida como arte independente.

O fotógrafo Pablo Pinheiro, recém homenageado com o Troféu Cultura 2012, participou da Assembleia, e trouxe informações úteis a respeito de apoio a projetos culturais e aplicação da Lei Rouanet, e da Lei do Audiovisual, por parte do Ministério da Cultura. O enfoque das informações, foram a formação de colegiados setoriais, visando a captação de recursos públicos para fomentar uma política para fotografia no RN.

“A partir da criação da Aphoto, o Estado do Rio Grande do Norte, está à frente de muitos estados, temos um acervo de fotografia que nos credencia mostrar o passado e acreditar no presente, além de contribuirmos para formação de novos profissionais, com dinamismo e consciência  profissional”, declarou Alex Gurgel, presidente da Associação.

Postado às 01h06 Fotografia [ 2 ] Comentários

DSC_0332_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PBDSC_0213_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PBDSC_0237_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PB DSC_0252_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PB DSC_0309_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PBDSC_0341_Expedição Fotográfica à Baia da Traição - PB

Por Elias Medeiros

A expedição fotográfica a Tribo de Índios Potiguaras (Baia da Traição-PB), foi realizada neste domingo (3), pelo Bresson Studio, organizada pelos fotógrafos Anchieta Xavier e Claudio Marques. As fotos vão compor uma exposição coletiva com o olhar dos participantes da expedição ainda este ano.

Os potiguaras são um grupo indígena que habita o litoral norte da Paraíba, junto aos limites dos municípios de Rio Tinto, Baía da Traição. Conta com uma população de mais de dez mil índios, distribuídos em vinte e quatro aldeias, espalhadas em uma área de mais de trezentos km quadrados de reserva ecológica, dos quais quatorze são de praias virgens.

A expedição foi composta por 45 pessoas, entre elas a equipe do Programa Virtuall (SIMTV). O trajeto de Natal à Baia da Traição foi transformado num misto de informações sobre a cultura  dos índios potiguaras, por Alcides Sales, guia  e  professor de cultura indígena, além de atividades de dinâmica de grupo realizadas pelas estudantes de turismo Larissa e Dayse, que facilitou o entrosamento e amizade do grupo.

Na apresentação dos participantes surge os primeiros destaques. “Sou poeta, minha mãe poetisa e o meu pai pedreiro… Quando a expedição acabar não quero ter pesadelos.. Quero de volta o dinheiro que paguei pela viagem… Quanto a passagem faça dela o que quiser, mais me devolva a mueé, pois hoje é tudo que tenho”, declama Wedson, o poeta. Além de figuras como os repórteres fotográficos Adrovandro Claro, Joaquim, Graciano Luz e Fernando Pereira, e do peruano Vidal, misto de fotógrafo, artista e ator que harmonizaram ainda mais o clima do ônibus.

A chegada na Baia da Traição para o início da expedição na tribo dos índios potiguaras foi um misto de expectativa e curiosidade, cujo o resultado veremos na realização da exposição coletiva que será celebrada pelos organizadores.

Postado às 20h05 Fotografia Nenhum comentário

Indio Potiguara netindio 01 baia da traição net

Por Elias Medeiros

O Bresson Studio, realiza no próximo dia 03 de junho de 2012 (Domingo), a primeira Exposição Fotográfica à Baia da Traição, localizada no litoral da Paraíba. Uma excelente oportunidade de conhecer, fotografar e guardar para sempre na memória uma das mais belas vistas do Litoral do Nordeste.

A  Expedição é destinada a fotógrafos iniciantes e avançados que queiram se aprimorar em fotografia ao ar livre e/ou fotografia da natureza, acompanhados de Anchieta Xavier e Cláudio Marques, dois  fotógrafos experientes. O objetivo é estimular os participantes a explorar o tema relacionado à fotografia de viagens, povos e culturas.

A viagem será acompanhada por um guia experiente, professor de cultura indígena, profundo conhecedor das tradições e costumes dos Potiguaras, com uma rica vivência nas aldeias da Baía da Traição.

Programação:

  • Saída:  às  6 horas  ao lado  da  Agaé – Av. Salgado Filho (próximo ao Natal Shopping) –8 horas, 1ª parada: em Rio Tinto para fotografar a Igreja Matriz de Santa Rita de Cássia – O município é bastante conhecido pelos monumentos representativos da arquitetura alemã, como o palacete da Família Lundgren e a Igreja Santa Rita de Cássia.
  • 10 horas: 2a parada (ponto alto da viagem), visita a Aldeia de São Francisco para assistir e fotografar uma apresentação de Toré pelos Índios Potiguaras. – Uma oportunidade ímpar para fotografar os habitantes da Aldeia Mãe dos Potiguaras, comprar artesanato e degustar comidas típicas.
  • 13 horas: 3a parada (Almoço incluso no preço da passagem).
  • 14 horas: (logo após o almoço) – Visita à Aldeia de São Miguel. Lá, se sobressaem as ruínas da Igreja Colonial construída pelos padres jesuítas no séc XVI, no alto do monte após a ponte de madeira sobre o rio de água doce, onde habitualmente se banham os turistas que visitam a cidade (Você pode levar sua roupa de banho e aproveitar esta delícia).
  • 15 horas: 5a parada para o contemplar e fotografar as belezas naturais da Baía, ou o que mais lhes chamar a atenção.
  • 17:30 horas: retorno a Natal
  • Valor: R$ 100,00 (10 % de desconto para associados da APHOTO)
  • Informações: 3201-3598 / 8800-0101 / 8830-3000
01 out 2010

Foto Brasil 2010.

Postado às 18h10 Fotografia [ 3 ] Comentários

Feira Internacional da Imagem e Fotografia realizada em São Paulo.

 

Página 22 de 22« Primeira...10...1819202122