Marca Maxmeio

Postado às 18h03 Geral Nenhum comentário

Fotos: Elias Medeiros DSC_0149CDSC_0066DSC_0170CDSC_0153CDSC_0215DSC_0173_Blog_EliasMedeirosJN

Por Elias Medeiros

O atual momento de estabilidade econômica vivido pelo mercado, possibilita a expansão da economia doméstica através da construção e expansão dos shoppings em todo país, a cidade de Natal não poderia ficar fora desse processo de investimento.

Após 20 anos e pioneiro no mercado local, o Natal Shopping Center passa pela primeira grande reforma. O espaço ganhará mais lojas, mais vagas de estacionamento e mais marcas exclusivas. Também ganhará um novo restaurante e cinco salas de cinema, destacou Rodrigo Vitali, superintendente do Shopping.

A  festa de lançamento do plano de expansão do Natal Shopping Center foi para 400 convidados e a imprensa local. Realizada no Hotel Ocean Palace, movimentou a cidade. Contou com a atriz global Flávia Alessandra como mestre de cerimônia, além da presença do músico Chico Oliveira, integrante do sexteto do Jô, que comandou o som da festa com a sua banda animando ainda mais o grupo seleto de convidados.

Suzana Schott, assessora de comunicação do Natal Shopping Center, estava radiante, dado o brilho da festa. Os convidados agradeceram a recepção e a qualidade do evento, e agora aguardam pela expansão. 

Postado às 15h03 Geral [ 16 ] Comentários

Internautas alegam que relacionamentos estão se desfazendo por incompreensão de diálgos publicados no facebookRedes Sociais

Por Elias Medeiros – Mtb 1683 DRT-RN

Em plena era digital, a internet tem cada vez mais importância na vida de qualquer cidadão, seja a nível pessoal ou profissional. As Redes Sociais, criaram em  nós um novo comportamento e uma nova maneira de se comunicar, qualquer pessoa tem voz ativa. Uma ajuda útil a memória, principalmente quando se trata das notificações de aniversários, algo que escapa sempre em nosso esquecimento dado a correria que vivemos, pontos positivos ao facebook e ao orkut.   

A velocidade a qual as informações se espalham, pode levar alguém as estrelas como também ao fundo do poço. Em história recente temos o registro da força do twitter nas últimas eleições presidenciais, a qual elegemos a primeira mulher para conduzir o destino do nosso país com percentuais dignos de nota.  Enquanto em São Paulo, uma jovem estudante de Direito, resolveu fazer um comentário infeliz e preconceituoso, “sugerindo que afogar um nordestino seria um favor a SP”. A universitária paulista achou que os seus comentários ficaria reservado aos seus seguidores do twitter. Explodiu uma indignação por todo país, levando a estudante responder judicialmente por isso. 

As contribuições das Redes Sociais são imensas, em fatos recentes, geramos comunicação através do facebook e twitter  sobre os conflitos ao redor do mundo, como no Egito, onde os governantes proíbe a imprensa de atuar. Campanhas humanitárias são geradas com resposta em tempo real.

Como nem tudo são flores, as interações e amizades verdadeiras ficaram para trás. “No Face, foi criado uma espécie de prisão, onde você é “cutucado” por pessoas que não conhece, conversa com estranhos e acaba sabendo dos problemas de seus amigos antes mesmo que eles os contem a você, além de facilitar fim de relacionamentos” destaca o estudante de comunicação social, Alexandre Martins, que perdeu a noiva por incompreensão de alguns comentários publicados em sua page.

“No facebook, o tempo antes dedicado aos estudos virou coisa do passado para quem prefere comentar no mural dos amigos. Publicar fotos próprias com autoelogios, curtir fotos de pessoas desconhecidas e futricar a vida dos outros  é uma forma de chamar a atenção,  preciso ser vista”, declara a estudante do ensino médio Rosana Barbieto.  

Resposta dos email recebidos, veja na íntegra, acesse comentários publicados... 1 – O que mudou na sua vida desde que passou a usar o Facebook?

  • Canindé Soares – Repórter Fotográfico – Natal. “Mais interação do meu trabalho com um número maior de pessoas e fortalecimento de relacionamento com pessoas que antes eram meros conhecidos. Positivo: Conquista de espaço e divulgação do trabalho. Negativo: é o tempo destinado ao uso das ferramentas.”
  • Flávio Resende (Jornalista e Escritor) – Natal.  “Nada tão substancial, afinal a vida é bem mais complexa que o facebook, mas tornou as visitas ao computador mais prazerosas e potencializou a divulgação de algumas coisas ligadas a meu trabalho de jornalista e divulgação da ONG Casa do Bem.Positivas é rever os amigos, fotos antigas e novas, ouvir algumas músicas, ver o mundo de uma maneira mais familiar, negativas quase nada, gosto da ferramenta. Meu casamento atual de certo modo foi potencializado pelo Orkut na época.O Facce aproxima seguramente.”
  • Michele Araújo (Estudante)  Recife-PE.“Eu penso que jamais se deve substituir as relações pessoais por contatos pela internet, mas é um jeito de não perder contato mesmo com aquelas pessoas que nós nem sempre vamos encontrar.” 
  • Lohanna Gomes (Estudante) – Rio de Janeiro. “Agregar novas amizades, lembrar datas de aniversários dos amigos e  ser vista, além de receber elogios.” 
  • Fernando Martins (Estudante)–Rio de Janeiro.“O Twitter faz com que eu goste de pessoas que nunca conheci,  eu odeio as pessoas que eu conheço na vida real.” 
  • Ferreira (Militar)- RJ “Se tornou um vício, tenho falado com vários amigos distantes.” –
  • Carla Marins (Estudante) – Maranhão. “Encontrar amigos, agregar novas amizades, compartilhar fotos, tudo isso faz com que você goste de pessoas que você só conhece virtualmente.” 
  • Lucina Ratinho (Ultramaratonista) São Paulo. “Fiz muitas amizades, só adicionoo pessoas conhecidas, além dos comentários e incentivos que recebo dos meus amigos quando participo das Ultramaratonas”
  • Tamara (Estudante) – São Paulo. “Minha vida após facebook, não mudou em nada com relação a vida social, porém é um escape para entrarmos em contato com amigos e parentes distantes. Término de relacionamento não, conflitos com uma grande amiga. O FB aproxima e ao mesmo tempo afasta, tudo é relativo”. 
  • Ana Paula Dan (Arquiteta) – Rio de Janeiro.“Na verdade, quase nada.. Não sou grande frequentadora de redes sociais, não abro o FB todos os dias, por exemplo.  Talvez tenha me ajudado em relação a eventos/convites/organização e/ou divulgação de coisas importantes/interessantes. Afugenta ou aproxima?  As duas coisas. É apenas uma ferramenta, depende de como é utilizada.” 

  • Eduardo Alexandre (Militar) – Rio de Janeiro – “Desperdício de tempo, vendo o que as pessoas estão pensando ou postando. Positivo: Contatos com pessoas amigos/conhecidos. Negativo:  além de contatos pode também ser uma porta para divulgação de pornografia, opiniões deturpadas, mal entendidos, etc. As Reedes Sociais afugenta as pessoas para longe daquilo que chamamos de “amizade”, pois,  aceitar um amigo não traduz o sentido primário da palavra, definida no “Aurélio” como: …sentimento fiel de afeição , estima ou ternura entre pessoas que em geral não são parentes ou amantes.”
  • Michele Araújo (Psicóloga) – São Paulo –  Consigo manter contato com meus amigos sem custo (Brasil, América Central, Europa, Ásia, Oceania e África) e com certa proximidade por ver fotos, comentários, comentar coisas e ter resposta em tempo real. Conhecer valores e   novas culturas. Positivo: ampliação e possibilidade de relações pessoais e profissionais. Negativo: dispersão do tempo. Já me relacionei com alguém do  facebook. Aproxima ou afugenta: Ambas.
Postado às 01h03 Geral [ 3 ] Comentários
Fuzileiros Navais, Festejam o seu Dia – 204° Aniversário.

Fuzileiros Navais, Festejam o seu Dia – 204° Aniversário.

Por Elias Medeiros – Mtb 1683 DRT-RN

Os Fuzileiros Navais de todo Brasil comemoram 204 anos de existência,  com muito trabalho e persistência para manter uma honrosa tradição iniciada em  07 de março 1808 com a chegada da família Real ao Brasil.

O Ministro da Defesa, Celso Amorim, o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Júlio Soares de Moura Neto  e o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais Almirante de Esquadra Fuzileiro Naval, Marco Antônio Corrêa Guimarães, além de autoridades civis,  militares, e convidados participaram da cerimônia alusiva a data na Fortaleza de São José, pátio do Comando-Geral,  no Rio de Janeiro.

Em sua mensagem, O Comandante da Marinha lembra dos desafios, os quais a corporação tem pela frente no cenário internacional. “Soldados-Marinheiros! Saibam que o futuro nos reserva desafios cada vez maiores, fruto do aumento da importância do País no cenário internacional. Tropa expedicionária por excelência, profissional, competente e pronta para o emprego, o Corpo de Fuzileiros Navais tem e terá papel preponderante na defesa de nossos interesses e de nossa soberania nos mais diversos ambientes e situações e na conformação do conceito de que o Brasil desfruta no exterior, declarou o Almirante Moura Neto”.

“O tempo é muito lento para os que esperam, muito rápido para os que temem e muito curto para os que festejam. Mas para os que amam, o tempo é eterno.”  Com esta citação do escritor e poeta norte-americano, Henry Van Dyke, o  Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais Almirante de Esquadra Fuzileiro Naval, Marco Antônio Corrêa Guimarães, inicia sua mensagem, traçando um paralelo entre duas palavras do poema: “Curto e Eterno”  que aparentemente opostas se complementam em sua citação. “O tempo é curto para os que festejam”. Neste dia em que o Corpo de Fuzileiros Navais festeja seu 204° aniversário,  o tempo se torna sobejamente curto para descrever a gloriosa história dos Fuzileiros Navais do Brasil… O tempo é muito curto para enumerar  as honrosas participações na consolidação de nossa independência e soberania e, também, para enaltecer todos aqueles que nos antecederam e que, com determinação inabalável, com ousadia de ideias, com vigorosa impavidez, com convicção expedicionária e, algumas vezes, com o sacrifício de suas próprias vidas, construíram o Corpo de Fuzileiros Navais ao qual, orgulhosamente, pertencemos. “aos que amam, o tempo é eterno”, De fato, é a paixão e o amor pelo Brasil, pela Marinha do Brasil e pelo Corpo de Fuzileiros Navais que nos levam ao Espírito de Corpo que nos une e nos distingue”. Exaltou ainda a importância dos jovens que anualmente ingressam no Corpo de Fuzileiros Navais e dos vibrantes Veteranos que altivamente participavam da cerimônia, declarou o Almirante Corrêa Guimarães”.

A mensagem do Comanda-Geral do CFN, citando o americano Henry Van Dyke,  reafirma a consolidação da participação da Marinha do Brasil no cenário internacional e parabeniza os Fuzileiros Navais, onde quer que estejam, em solo pátrio ou distante (Haiti, Namíbia, Timor Leste, Líbano, Peru, Equador, Colômbia, Paraguai, Bolívia, Bélgica, Costa do Marfim, no Saara Ocidental, na Organização das Nações Unidas ou na Junta Interamericana de Defesa) pelo significado do dia de hoje.

Confie Neles! A nação brasileira ao longo dos anos acredita e reafirma o papel  honroso e de glória dos Fuzileiros Navais para o nosso país.

Adsumus!!!! Estamos Aqui!!

Postado às 03h03 Geral [ 4 ] Comentários

DSC_0005                             DSC_0025DSC_0033                             DSC_0042_BR 101DSC_0155BlogVitóriaDSC_0031_Blog SE_Elias MedeirosDSC_0036_BR101_AL_EliasMedeirosDSC_0140_BR101_EliasMedeiros_DSC_0124_PIPA_EliasMedeirosDSC_0133_PraiadoAmor_Pipa_EliasMedeiros

Por Elias Medeiros

Falar em doçura após encarar cerca 3.000 km de uma viagem de carro entre Rio de Janeiro – Natal, onde ser ver tudo pelas estradas e se constata a omissão do Estado com relação as estradas do país, é algo inusitado.

A duplicação tão anunciada, se resume a três Estados Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco, com ressalvas concluíram suas obras, falta de sinalização e aparente abandono.

O início da viagem se dar após a passagem pela ponte Rio-Niterói, com visual deslumbrante e seus engarrafamentos diários. Ainda no Rio de Janeiro encaramos quatro barreiras com pagamento de pedágio para se ter acesso a BR-101. O verde predominante esconde o descaso em alguns trechos de responsabilidade da concessionária Autopista Fluminense que arrecada mensalmente milhões de reais para administrar a rodovia.

Na chegada do Espírito Santo, o anúncio da desorganização da BR-101. Na entrada de Vitória um caos e buraco para todos os lados, onde ninguém se entende, e sem saber qual a direção a tomar, acaba entrando para o centro, atrasando ainda mais a viagem.

Na Bahia não há duplicação apesar das belas paisagens da região sul baiana, logo encontramos trechos esburacados e com contenções das operações tapa-buracos. Logo a paisagem muda, predominam os acampamentos dos sem-terras,  encontramos crianças na beira da estrada pedindo esmolas, cenas deprimentes para um país que se diz grande. Acalme-se, são 24 horas dirigindo dentro do Estado.

Em seguida, os Estados de Sergipe e Alagoas, com o cenário de seca e sol escaldante  nos assusta,  são longos trechos sem postos e apoio algum ao motorista. As cenas que presenciamos é de que a obra da duplicação acaba de iniciar, além de longos trechos em total abandono.

Ao entrar em Pernambuco a terra do presidente Lula, a falta de sinalização e a manutenção das placas existente, além do posto fiscal na cidade de Xexéu, envergonha os caminhoneiros e todos que passam pelo trecho mais esburacado da BR, abandono e descaso das autoridades nos assusta,  até chegar no início da duplicação.  

Já na Paraíba diante da paisagem dos parques eólicos em João Pessoa, sonho com Natal, a capital  potiguar que a muito ganhou o mundo conhecida como o portal de entrada das Américas, uma Terra de cores, litoral com águas mornas, acolhedora por natureza e que possui com orgulho 400km da BR 101 Norte e Sul onde está estampada a beleza natural de um imenso litoral.   

As informações do DENIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, são animadoras, segundo o órgão, as providências necessárias para retomada das obras já estão em andamento. Mesmo com as dificuldades da viagem e após cortar sete Estados, as margens da BR-101 nos reserva lugares maravilhosos, como a praia de Pipa  no município de Goianinha há 54 km de Natal, que nos leva  acreditar em dias melhores e uma viagem segura ao sabor de uma doce aventura.

Postado às 00h01 Geral [ 5 ] Comentários

28_escombros575

Desaba-360 Bombeiros vítima escombros prédio centro do Rio@ Resgate de vítimas – Corpo de Bombeiros – Fotos> Agência o Dia  

Pinto de Paredes Alexsandro Fonseca@ O pintor de paredes Alexandro Fonseca se salvou entrando em elevador do prédio. Recebe o carinho da família na saída do hospital Souza Aguiar – Centro do Rio

Por Elias Medeiros                                                                              Natal-RN 28.01.2012

Atônito como todos os brasileiros assisti pela TV mais um noticiário negativo sobre o Rio de Janeiro. Mais uma tragédia abala uma cidade Maravilhosa por natureza, que há muitos anos vem sendo maltratada por uma classe política que se preocupa apenas em aparecer e traçar seus próprios destinos.

Dia 25 de janeiro de 2012, 20h e 30min, Avenida Treze de Maio, o centro do Rio  vive o seu 11 setembro. O que assistimos pela TV são informações desencontradas, o desabamento de três prédios, tragédia que deixou 15 mortos, seis feridos e sete desaparecidos, não existe responsável. No interior do Edifício Liberdade havia cerca de 20 alunos que participavam de um curso de informática da empresa TO Tecnologia Organizacional dona das salas, além de funcionários e zeladores responsáveis pela manutenção. Estavam sendo realizadas obras sem autorização no prédio de 20 andares, comprometendo assim a estrutura do prédio a possível causa do desabamento.  O incrível é que as obras começaram há oito dias, sem projeto, sem registro e até mesmo sem qualquer engenheiro responsável.

A Imprensa cumpre o seu papel informando a população. A Globo colocou todos os seus repórteres de plantão.  Os jornalistas Chico Pinheiro (Bom Dia Brasil), Ana Paula Araújo (RJ TV) e Patrícia Poeta (Jornal Nacional) saem de suas bancadas e vão apresentar o noticiário diário direto do local, mostrando o drama dos familiares e abnegação dos Bombeiros que há tão pouco tempo foram tratados pelo Estado como marginais e estavam ali realizando o trabalho humanitário de salvar vidas.

A tragédia nos mostra que a  fiscalização é falha, há  irresponsabilidade na realização das obras não autorizadas, além da mal conservação dos prédios antigos existentes no centro do Rio, com total descaso por parte prefeitura .  

“Essa tragédia podia ter tido dimensões muito mais graves se tivesse ocorrido horas antes. Sem dúvida, a queda de um prédio de 20 andares, de um prédio de 10 andares e de outro com quatro andares é algo que choca em qualquer lugar do mundo, disse Sérgio Cabral Governador do Estado do Rio de Janeiro”.

Neste momento de angústia e tristeza, o povo Nordestino se solidariza com a população  carioca. Com certeza saberá passar por cima de mais uma tragédia e continuará firme no seu propósito de amar uma cidade abençoada por Deus, e linda por natureza, de um povo forte e guerreiro que se renova a cada momento.

28 jan 2012

Os números de 2011.

Postado às 21h01 Geral Nenhum comentário

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 6.000 vezes em 2011. Se fosse um comboio, eram precisas 5 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

Postado às 01h12 Geral [ 4 ] Comentários

Ponte Forte-Redinha: Foto: Canindé Soares – Ponte Newton Navarro (Forte-Redinha) 

DSC_0113_Cidade Verde: Foto: Elias Medeiros – Bairro Cidade Verde no prolongamento da Av. Airton Senna

DSC04608ELIAS GENIPABÚ: Foto: Jaqueline Barros – Genipabú ótima opção de laser – passeio de Dromedalhos

PQAAVista aérea Litoral Norte: Foto: Canindé Soares – Vista aérea do Litoral Norte – Genipabú -Redinha-Ponte –Forte

Por Elias Medeiros

Cada cidadão potiguar tem um título para esta cidade tão jovem e encantadora. Para os mais velhos, Trampolim da Vitória, para os mais jovens, Cidade do Sol. Diante de tantos adjetivos, fico com a expressão do poeta Potiguar Câmara Cascudo: “A Noiva do Sol”.  Nesta cidade o sol erradia de uma forma especial, onde os raios solares ilumina o seu imenso litoral tornando cada vez mais bela o seu potencial turístico, a gentileza e simplicidade de seu povo. Hoje uma cidade cosmopolita, diante dos Europeus, Africanos, Asiáticos e Norte Americanos que ocupam pacificamente o seu solo mãe gentil.

Percebi o avanço através de construções modernas, novos bairros que surgem, as belezas naturais de seu imenso litoral e a forma simples de seus habitantes. No centro da cidade,  ruas que remetem ao passado e reúne poetas populares, cordelistas cantando o  encanto da maravilhosa cidade Natal.

No meu retorno de onze anos no Rio de Janeiro, reencontrei uma cidade dividida entre Zona Norte e Zona Sul, será que não existe outras áreas? 

Um novo marco na história da cidade, a construção da Ponte  Newton Navarro que liga a Praia do Forte a  Praia da Redinha. Acrescentou na rotina do povo potiguar um novo horizonte, visual do atlântico e do Forte dos Reis Magos onde se inicia a beleza do nosso litoral. No vai e vem entre Natal-Redinha-Natal, o deslumbre da  beleza arquitetônica da ponte, criou uma  expectativa de progresso para Praia da Redinha, algo que não ocorreu. Os imóveis continuam desvalorizados e uma ausência do estado/município por completo, principalmente quando se trata da infraestrutura, não se sabe de quem é a responsabilidade, se de Natal ou Extremoz.

A melhor impressão, fica com o trabalho da imprensa que através da programação local, transforma em popstar os secretários de obras, saúde, educação, policiais militares e federais, que diariamente na TV prestam contas de suas ações. 

Na era de TV Digital,  a tv à cabo que atinge 40% da população não oferece por completo a programação local, a exceção é a TV Cabugi afiliada da Rede Globo. A quem interessa um refleto noticiário do Rio de Janeiro e São Paulo, e não saber da realidade local? 

Comemore natalense/potiguar, o aniversário de uma cidade cheia de luz e viva a beleza de suas praias e dunas, de sol e potenciais naturais, sem esquecer da responsabilidade coletiva de transformá-la numa cidade melhor. Em fim Câmara Cascudo, diria a “Noiva do Sol”, de luz, magia e beleza celebra hoje (25DEZ2011), 412 anos vividos intensamente…. 

07 dez 2011

O Anjo partiu!.

Postado às 03h12 Geral [ 13 ] Comentários

DSC04564 É A MÃEDSC04484 MAMÃEDSC04479 FAMILIADSC_0684 CP - CópiaDSC_0701 CP

Elias Medeiros 

Onze Anos morando na Cidade do Rio de Janeiro, um sonho a cumprir: Reencontrar na Cidade Natal-RN minha mãe de 73 anos com saúde e desfrutar o calor materno ao seu lado e compensar todos estes anos de distância. Um mês de férias anualmente, os telefones diários nunca foram suficientes para ocupar esta lacuna. CUMPRI MINHA MISSÃO RETORNEI, infelizmente não foi possível: 1°DEZEMBRO2011, Após uma noite normal e feliz, o anjo volta ao céu: a MATRIARCA partiu, DORMIU E NÃO ACORDOU! Infelizmente, o anjo tem que voltar para o céu um dia! Não existem palavras para definir aquela que só fez boas obras, que contagiou a todos com sua alegria de caráter e dignidade, que ficará para sempre na memória de todos que a conheceram, provou na prática que a vida é muito boa, mesmo com os obstáculos!! Mamãe, ficaremos em VIDA com o seu exemplo de MULHER NORDESTINA GUERREIRA!! Jamais será ESQUECIDA!! Descanse em PAZ!!!!!

O exemplo de mulher Brasileira, Nordestina Guerreira, que lutou contra as dificuldades para educar e dar o melhor aos filhos. Visionária, trabalhou pensando num fator de qualidade de vida e de inserção de todos numa sociedade melhor e um futuro promissor. E assim, ultrapassava as marcas que  jamais encontrou na trajetória de mulher simples e trabalhadora, pois não teve oportunidades de prosseguir nos estudos. Com estudo e cultura limitada, sem deixar  sequer um dia de se preocupar com a educação, priorizava o conhecimento e dizia que o lugar de criança era na escola.  Infelizmente ela participa de uma estatística negativa, onde em nosso país a expectativa de vida  chega a 76 anos, apesar dos direitos garantidos pela Constituição a mulher brasileira sabe que ainda há muito a conquistar, inclusive o direito a um sistema de saúde digno. Ela não conseguiu atingir esta marca, mas anonimamente representou milhares de mulheres que assume a liderança da casa, mesmo na ausência de seu companheiro.

Julita dos Santos Medeiros, brasileira, nordestina guerreira, partiu e cumpriu sua missão consciente das promessas do nosso  Criador Jesus Cristo: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;. E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá.” Dormiu e não acordou, mas estará viva para sempre na lembrança de todos. 

Postado às 21h10 Geral [ 4 ] Comentários

Corrida_RioAntigo_1

Ultradesafio SP RJ 600Km

DSC_0008_Equipe RJ

DSC_0021_Equipe Brasília-DF

DSC_0037_PremiaçãoFeminina

DSC_0048_Equipe RN

Elias Medeiros 

Nem só de futubol vive o esporte nacional. Num  final de semana onde o Rio de Janeiro se tornou a Capital do Atletismo, três provas movimentaram o final de semana esportivo. A Corrida Ultra Desafio 600Km São Paulo x Rio de Janeiro em Ipanema, Circuito Light Rio Antigo no Centro e a Etapa Nacional Petrobras de Corrida, realizada no Aterro do Flamengo.

O Projeto “Circuito Light Rio Antigo” tem como objetivo resgatar a essência das provas de rua, com percursos nas principais vias do centro da cidade, mais precisamente no berço histórico e cultural da Cidade Maravilhosa.  Na Etapa Cinelândia Os atletas corredores e caminhantes fizeram um percurso de 5km e 10km.  Ótima opção, mesmo com o corre-corre diário que transforma o centro numa loucura urbana e que contrasta com ruas vázias e a sensação de abandono nos finais de semana, o evento preencheu este espaço.

Corrida  São Paulo – Rio de Janeiro, Ultra desafio 600km – A corrida  está em sua 3ª Edição, disputada por Equipes de Atletismo de todo o país. Se caracteriza por ser o maior revezamento da América Latina,  são três dias de superação física e mental. Competitividade e integração entre as equipes, junta-se ao esforço e motivação para completar a prova. Vários atletas demonstraram indignação com o descaso das autoridades do Rio de janeiro que os abandoram a própria sorte. “Uma vergonha. Até a divisa de São Paulo com o Rio, tanto as polícias Rodoviária e Militar paulista federais deram um show de assistência ao comboio da corrida. A segurança foi exemplar. Mas bastou cruzar a divisa, fomos abandonados. Estamos jogados à sorte, na perigosa Rio-Santos, onde caminhões e vans não respeitam as leis de trânsito, disse Iuri Totti, participante da corrida.  O Resultado consolidado (somatória dos 3 dias) – Ultra Desafio: 1º lugar BUCHA (30:42:59)
2° Lugar  NIKE+ ULTRA (31:09:08) e 3° Lugar PURO SANGUE NIKE (32:34:05).

Etapa Nacional Petrobrás de Corrida – Após 18 seletivas nacionais, a Petrobras reune seus funcionário classificados em todo o país para Etapa Nacional . Corrida, Caminhada e  integração entre os atletas marcaram a prova  no Aterro do Flamengo. 

Postado às 19h09 Geral [ 17 ] Comentários

DSC_0263Ultramaratona24h Denise 1°lugar

DSC_0260

DSC_0267Ultarmaratona24h Denise Cat Militar 1°Lugar

Momentos da prova  2

Momentos da prova 3

Imagens da Prova4

Por Elias Medeiros

A IV Ultramaratona Fuzileiros Navais 24h foi realizada no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN) no Rio de Janeiro. A parceria vitoriosa entre a Marinha do Brasil e a Corpore, recebeu  a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), sendo  elevada ao nível de 1º Campeonato Brasileiro CAIXA de Ultramaratona. A prova fez parte das comemorações dos 203 anos do Corpo de Fuzileiros Navais.

A prova contou com a participação de mais de 250 atletas de diversos estados brasileiros, além de militares das Forças Armadas.  A cada edição a prova ganha status de uma Competição Nacional dado o empenho dos militares da Marinha do Brasil que através do CEFAN, ofereceram aos atletas toda a infraestrutura necessária para segurança, hospedagem, refeições, tenda de descanso (equipe de apoio), serviço médico e de fisioterapia. 

Sendo a minha terceira participação na prova como fotógrafo militar e este ano como Jornalista, resolvi acompanhar os atletas 24h. Constatei a partir do jantar de apresentação na sexta-feira (16Set2011), o clima harmônico entre os atletas e a expectativa do dia seguinte em busca de superação de limites.

17set2011 Sábado – O dia amanhece, observo os atletas, no semblante  a alegria de quem está chegando para uma grande festa.  E assim é o esporte,  uma “união entre os povos” que nesta prova une pessoas de diferentes regiões e culturas diferentes. Participa o  corredor sem patrocínio, a dona de casa que apoia o marido, o atleta de ponta  que corre atrás da melhor marca, o militar que representa a segurança, mais que sonha em participar como atleta  de um Mundial da Categoria,  jovens e  idosos correm lado a lado, proporcionando assim, a mistura e a integração de um imenso país chamado Brasil.

Acompanhei os atletas a noite e na madrugada, fui nos bastidores das tendas de fisioterapia e serviço médico, todos felizes por está participando da prova. A cada hora estive  na pista fotografando os atletas que se fortaleciam com as mensagens recebidas lida pelo animador “Sorria, assim a vida fica bem melhor”, palavras de incentivo aos atletas em plena 3h da madrugada com 16° graus de temperatura.

18Set2011, nas primeiras horas da manhã,  a Cabo da Marinha/CEFAN Denise Paiva, lidera a prova, seguindo a estratégia de seu treinador, o Suboficial Palmerindo.  Ao longo da pista observo uma dupla de jovens  corredores: Lucina Ratinho 67 anos (correu 105.350Km) e Vivaldo Caetano (correu 52.675Km). A Lucina,  brincava e sorria durante toda a prova e o Vivaldo mais comedido alternava o percurso com massagens e descanso. O que eles tem em comum? na profissão nada, ela é Florista em São Paulo, vende flores no terminal Jabaquara e ele marceneiro aposentado. No esporte sim, “Precisamos levar uma vida saudável e o atletismo proporciona isso,  união e nunca rivalidade, somos todos amigos”, um consenso entre  Lucina e Vivaldo,  símbolos de vitalidade da Ultramaratona”. 

A vencedora da 4ª Ultramaratona 24h foi a Cabo Denise Paiva da Marinha/CEFAN, que correu 218.225Km, além da vitória no Feminino, foi a primeira na categoria Militar e terceira colocada no Geral.  No masculino Vanderson Luiz de Souza venceu a prova com 221.235km percorridos. Os participantes receberam medalhas e houve uma extensa premiação de troféus dentro das faixas etárias, simbolizando assim a vitória de todos.

Resultado Geral Fornecido pela Corpore:

  • Geral Feminino:
  • 1° Lugar – Denise Paiva     (Marinha/CEFAN – 218.225Km
  • 2° Lugar – Débora Aparecida (Sprint Assessoria Esportiva) – 188.125Km  
  • 3° Lugar – Maria Claudia (Equipe 100 Limites) – 179.095Km
  • Geral Masculino:
  • 1° Lugar – Vanderson Luiz  (prof. 4° GAC) –  221.235Km
  • 2° Lugar – Vanderley Santos Pereira  (Acrimet/Top Spin) – 213.710Km
  • 3° Lugar – Urbano Dário (Avulso) – 207.690Km
  • Categoria Militar:
  • 1° Lugar – Denise Paiva (CEFAN/Marinha) – 218.225Km
  • 2° Lugar – Sebastião da Guia (Divisão Anfíbia/Marinha) – 197.155Km
  • 3° Lugar – Fernando Antônio do Carmo (Marinha-Suboficial da Reserva) – 171.570Km

Veja a Galeria de Fotos da Ultramaratona Rio24h:

Página 7 de 10« Primeira...56789...Última »