Marca Maxmeio

Postado às 13h03 Política Nenhum comentário

O deputado estadual Kelps Lima (PR), e os vereadores Rafael Motta e Paulinho Freire (PP), encabeçam o projeto “Natal em Movimento”.

 

O vereador Rafael Motta, falou sobre ampliação das ciclovias e vias livres, como prática esportiva e também deslocamento do cidadão para o trabalho de bicicleta.

Redação/eliasjornalista.com

O estudo “Natal em Movimento – novos caminhos para mobilidade urbana” os detalhes do projeto foram apresentados em coletiva de imprensa, realizada na manhã desta segunda-feira (25), em Natal. O deputado estadual Kelps Lima (PR), e os vereadores Rafael Motta e Paulinho Freire (PP), que encabeçam o movimento afirmaram que o projeto foi protocolado na Câmara e será apresentado ao prefeito de Natal, Carlos Eduardo, e à governadora Rosalba Ciarlini, que objetiva melhorar o trânsito da capital.

Entre as propostas: Definir horário para transporte de carga circular na cidade; Proibir estacionamento no entorno da Praça 7 de Setembro (TJ, Assembleia e Prefeitura), sugerindo a locação de áreas para estacionamento de servidores e construção de edifícios-garagem; Exigir, na licitação do transporte público, que as empresas construam corredores exclusivos sem custos para o Município, além de recuperar e padronizar as calçadas de Natal para permitir acessibilidade.

O projeto “Natal em movimento” é o resultado de um trabalho que reuniram técnicos e especialistas da área durante três meses e contempla modificações sem a necessidade de intervenções que gerem custo ao Poder Público. Sugestões polêmicas também fazem parte do projeto. Entre elas, a sinaliza para a tarifa única no transporte público de passageiros em parte da Região Metropolitana de Natal e a criação de um circuito de corredores exclusivo para taxis e ônibus. “Hoje temos isso apenas na Bernardo Vieira. Queremos criar o sistema, de forma mais organizada, em outras avenidas da cidade”, apontou Kelps Lima.

“Um dos pontos que pode beneficiar a população é a ampliação das ciclovias e vias livres, não apenas para prática esportiva, como também proporcionar deslocamento do cidadão para o trabalho de bicicleta” afirmou Rafael Motta.

“Todo esse pacote só vai ter efetividade se houver fiscalização do poder público, não adianta fazer todas essas intervenções, sem comprometimento do agente público”, disse Paulinho freire.

Iniciativas como esta merece o crédito da população. A semente foi lançada, o cidadão está com o pé no freio e com sinal de alerta ligado, espera pelas mudanças.

Postado às 20h03 DestaquePolítica Nenhum comentário

A governadora anuncia investimentos para melhorar Segurança no estado. 

o Secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Aldair da Rocha, disse que os índices de criminalidade diminuíram no Estado.

Redação/eliasjornalista.com

Em coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (11), a governadora Rosalba Ciarline, apresentou à imprensa um balanço da reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, realizada no último sábado (9), com a cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte.

Dentre os assuntos tratados, a antecipação de 2015 para 2013 a adesão ao Programa Brasil Mais Seguro, que prevê a redução da criminalidade e promove ações para o fortalecimento das fronteiras com enfrentamento às drogas e a construção de cinco novos presídios no interior. As áreas para a construção das estruturas que variam entre 220 e 400 vagas,  serão erguidas em Ceará-Mirim, Parelhas, Mossoró, Macau e Lajes.

O Rio Grande do Norte deverá ser o terceiro estado a fazer parte do Programa Brasil Mais Seguro do governo Federal, depois de Alagoas e Paraíba. O programa prever recursos para investimentos em iniciativas para redução da criminalidade, como ampliação do monitoramento por câmeras em áreas críticas como Natal. Segundo o Secretário de Segurança Aldair Rocha, as estatísticas mostram que este monitoramento reduz em 60% a criminalidade, principalmente pela simples presença da câmera inibe a ação do marginal.

Apesar da insegurança crescente em Natal e no interior do Estado, o secretário de Estado da Segurança Pública, Aldair da Rocha, comemorou a redução dos índices e apontou a principal origem da criminalidade. “Noventa por cento dos crimes são realizados com armas de fogo e têm por trás a droga. Para resolver isso, vamos implantar a nossa Divisão de Homicídios e, com o apoio do Governo Federal, agilizar a resolução dos casos”, acrescentou.

A governadora Rosalba Ciarlini, falou sobre a redução dos índices de criminalidade no RN, lembrando a instalação de câmeras de monitoramento nos principais corredores de Natal e a integração entre as Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros. Destacou também a criação do setor de Estatística e Análise Criminal Unificado, fato decisivo para desacelerar a taxa de homicídios de 15% ao ano entre 2005 e 2010, e aumentar a apreensão de drogas no RN em mais de 481% entre 2011 e 2012, assim como 12% no número de armas de fogo. “Para construção dos presídios parte dos recurso já estão assegurados, levarei  amanhã ao ministro da justiça todas as propostas com plano detalhados que irá ajudar o estado nessa questão” disse Ciarlini.

Galeria de Fotos:

Postado às 21h02 DestaquePolítica Nenhum comentário

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, faz a leitura da Mensagem Anual na Câmara.

 

O presidente da Câmara Municipal de Natal, Albert Dickson, ver renovação dos vereadores como fato positivo.

 

O vereador Rafael Mota um dos representantes da ala jovem da Câmara Municipal de Natal,na expectativa para aprovar projetos em benefício da população.

Redação/eliasjornalista.com

Após dois meses de recesso a Câmara Municipal de Natal inicia sua nova legislatura. Um ato ecumênico no plenário Érico Hackradt marcou o início das atividades nesta terça-feira (19), seguido da leitura da Mensagem Anual do Executivo pelo prefeito Carlos Eduardo Alves, onde fez duras críticas a gestão anterior. A novidade foi o número de vereadores da Câmara que passou de 21 para 29 parlamentares.

O discurso de cerca de 30 minutos do Prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, foi marcado por denuncias contra a administração passada e promessas de iniciar as obras de mobilidade urbana para copa de 2014 e entregá-las até o fim primeiro semestre do próximo ano.

Das 9 páginas do discurso, mais da metade foi de ataques a gestão anterior e denúncias de possíveis irregularidades, além de chamar a administração de Micarla de Souza de Negligente, irresponsável e ilegal. Segundo Carlos Eduardo, os calotes nos contratos da prefeitura chegaram a 270 mil reais e ainda de acordo com ele, o total de restos a pagar chega a 279 milhões de reais.

Ainda segundo Carlos Eduardo, a prefeitura vive um momento difícil. Na saúde, disse ter encontrado várias unidades básicas sem funcionar e das 116 equipes equipes do programa saúde da família apenas 36 contavam com médicos. Na educação disse que foi preciso contar com as forças armadas para garantir o início do ano letivo que se inicia dia 27, com tranquilidade e segurança.

Dos 29 vereadores no plenário apenas 8 apoiam o chefe do executivo. A oposição rebateu de imediato o discurso do prefeito Carlos Eduardo. “Os funcionários terceirizados estão sem receber os salários de janeiro, não receberam os direitos trabalhistas de setembro a dezembro de 2012, e nem o décimo terceiro salário, vamos iniciar o ano letivo com tranquilidade pra quem? rebateu a vereadora e professora Amanda Gurgel (PSTU).

No campo das promessas feitas pelo prefeito estão o reassentamento da Comunidade do Maruim ainda em 2013 através do programa Minha Casa Minha Vida e o início das obras de mobilidade urbana para copa de 2014. “Perdemos mais de dois anos onde nada foi feito. Estamos empenhados e vamos entregar as obras no prazo previsto que é o primeiro semestre de 2014”, disse Carlos Eduardo, prefeito de Natal.

O presidente da Câmara Municipal de Natal, Albert Dickson, ver renovação dos vereadores como fato positivo. “Dos 29 vereadores, 17 não estavam aqui o ano passado, mais de 50% são novatos, isso vai ampliar o debate onde eles representam cada seguimento da sociedade, e como presidente vamos fazer a casa funcionar de forma correta e transparente”.

Para o vereador Rafael Mota um dos representantes da Ala Jovem da Câmara Municipal de Natal, a expectativa do início das atividades é que possa aprovar projetos que venham melhorar a vida da população em geral.

Obras de mobilidade urbana as quais o prefeito Carlos Eduardo se refere:

O prefeito se refere a primeira etapa das obras de mobilidade urbana que ainda não foram iniciadas, entre elas: A reestruturação da Avenida Engenheiro Roberto Freire e implementação de um “trecho extenso”, que compreende um corredor (transporte público) estrutural oeste (BR 226), que liga o bairro de Igapó, na Zona Norte de Natal, ao Estádio das Dunas (Zona Centro-Sul da cidade); o complexo viário da Urbana, próximo à ponte de Igapó, no rio Potengi, entre os bairros Nordeste e Quintas (até a Rua São José, no bairro de Lagoa Nova – ligando a Zona Oeste a Zona Sudeste de Natal); além de sinalização, melhorias no passeio público (calçadas acessíveis) e implantação de plataformas de embarque e desembarque.

Postado às 14h10 Política [ 2 ] Comentários

Os guarda-vidas do Corpo de Bombeiros, votaram na primeiras horas do domingo e foram à praia  zelar pela segurança dos banhistas ao longo do dia.

Redação/eliasjornalista.com

Neste domingo (28), os potiguares aproveitaram o dia de sol para ir a praia, deixando a votação para escolha do prefeito em segundo plano. Alguns eleitores alegaram que havia votado nas primeiras horas devido a profissão que exigia trabalhar na data, entre eles militares, taxistas e comerciantes. Os turistas e eleitores de Natal, alegaram que iriam justificar e votar no final da tarde, respectivamente.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) em Natal mais de 100 mil pessoas deixaram de votar no 2º turno no pleito municipal, que deu a vitória a Carlos Eduardo.

 Sempre achei que o voto, como é um direito, deveria deixar de ser obrigatório. Afinal de contas, se somos obrigados não é direito, é dever. Em uma visão simplista sempre achei que o povo brasileiro não estava preparado para escolher se queria votar ou não, então defendia que ele continuasse a ser uma obrigação.

Provavelmente o voto não obrigatório faria milhares de eleitores não perderem seu dia de praia para enfrentar uma fila e ir votar. Claro que esse tipo de atitude é um absurdo total, mas analisando bem, não seria tão mal assim. A imensa maioria que não iria querer “perder o seu tempo” votando, são justamente aqueles que não sabem votar mesmo. São os “espertos” que vendem seu voto ou o trocam por alguns favores, ou são aqueles desinteressados que sequer sabem quem escolher e votam no candidato que alguém lhe dá o número na fila da seção eleitoral.

Postado às 11h10 Política [ 6 ] Comentários

O prefeito Carlos Eduardo enfatizou que a escolha da equipe de transição deverá ser anunciada até terça-feira.

Redação/eliasjornalista.com – Com informações do DN Online

Em entrevista coletiva na sede do diretório do PDT na noite deste domingo após o resultado das eleições, o prefeito eleito de Natal Carlos Eduardo Alves falou sobre os projetos para os próximos quatro anos a frente do Executivo Municipal.

“Fomos muito atacados, mas a resposta da população me lavou a alma, agora é solicitar a união por Natal, que viveu um retrocesso nos últimos quatro anos. Vamos correr atrás do prejuízo. Não vamos assumir a Prefeitura olhando pelo retrovisor, Natal está cansada de saber o que se passou nestes quatro anos, apenas o que foi irregular vamos mandar para os órgãos competentes apurarem. Toda nossa força será voltada para resolver os problemas. Natal voltará a ter sua auto-estima elevada e voltará a normalidade”, enfatizou Carlos Eduardo.

Sobre as prioridades para o início da gestão, Carlos Eduardo declarou: “A nossa prioridade nos primeiros 200 dias é limpar a cidade, recuperar a malha viária e simultaneamente priorizar a saúde e garantir o início do ano letivo sem maiores transtornos”.

Comemoração

Após a coletiva de imprensa o prefeito eleito Carlos Eduardo (PDT) comemorou vitória nas ruas de Natal com uma carreata em carro aberto, que saiu da praça da árvore no bairro de Mirassol até a praia dos artistas. Acompanhava o prefeito a vice-prefeita eleita Vilma de Fária (PSB), o vice-governador Robinson  Faria (PSD) e da deputada federal Fátima Bezerra (PT).  Todo o trajeto foi animado pelo Trio da Banda Grafith.

Postado às 01h10 Política [ 3 ] Comentários

O jornalista da Rede Globo Carlos Bornier, foi o mediador do último debate entre os candiados à prefeito de Natal.

Redação/eliasjornalista.com

O último debate antes da votação para o 2º turno na Intertv Cabugi, os candidatos à prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT) e Hermano Morais (PMDB) trocaram farpas e críticas ofensivas na tentativa de conquistar os  eleitores no próximo domingo.

No início do debate, o candidato Hermano Morais (PMD) iniciou suas considerações agradecendo aos natalenses durante toda a campanha defendendo a mudança com uma gestão moderna com apoio e aliança com o governo federal e exaltou seu amor por Natal.

Em seguida o candidato Carlos Eduardo também iniciou agradecendo a oportunidade do debate e defendeu a reconstrução da cidade através da profissionalização da gestão, finalizando com o discurso de sua experiência para resgatar Natal.

Após as considerações iniciais e o debate sobre os temas determinados, como saneamento básico, lixo, saúde e corupção, o clima começou a esquentar com os dois candidatos rebatendo as perguntas que lhes eram formuladas.

Os ataques ficaram ainda mais evidentes nos temas livres onde Carlos Eduardo perguntou para Hermano sobre projetos para o bairro Planalto. O pemedebista rebateu com acusações sobre a falta de infra-estrutura e obras inacabadas. O ex-prefeito falou sobre suas obras no bairro na réplica. Finalmente, Hermano falou sobre suas propostas e emendou pergunta sobre educação. Carlos respondeu sobre as metas do Ideb na sua gestão e a decadência atual. Hermano questionou que o ex-prefeito teve oportunidade de fazer e não teria feito. Na tréplica, o pedetista falou que Hermano participou de todas as gestões nos últimos anos.

Em seguida Carlos perguntou sobre a participação do PMDB nas gestões. Hermano defendeu que o partido sempre ajudou por ter compromisso com Natal. O ex-prefeito falou sobre a sua independência e atacou o PMDB. No final, Hermano reforçou mais uma vez o voto de Micarla em Carlos.

A pergunta do pemedebista em seguida tratou sobre os aumentos das passagens de ônibus na gestão de Carlos. O ex-prefeito respondeu com as ações feitas com o conselho do usuário. O candidato do PMDB mais uma vez disse que houve seis aumentos de passagens. Na tréplica, Carlos Eduardo falou dos projetos pra BRT e VLT.

No próximo domingo (28) que decide é a população de Natal.

Postado às 14h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

A professora Amanda Gurgel (PSTU), comemora no Clube Assen a votação expressiva  com 32.879 votos para vereadora de Natal.

Redação/eliasjornalista.com

Iniciamos o domingo (7) com o DN ONLINE, de olho nos potiguares que foram às urnas para escolher vereadores e prefeitos nos 167 municípios do Rio Grande do Norte. Apesar de toda a turbulência da semana realizamos uma excelente cobertura das eleições, pautada sempre na informação certa e segura para o nosso leitor.

Na capital a grande surpresa ficou com estreante em pleitos eleitorais. A professora Amanda Gurgel (PSTU) foi eleita a vereadora mais votada na capital do Rio Grande do Norte com 32.879 votos. Amanda ficou conhecida nacionalmente após fazer um discurso inflamado na Assembleia Legislativa no ano de 2010, contra o descaso com a educação no Estado. A professora falou sobre o sentimento de ser eleita para compor o quadro da Câmara Municipal de Natal.

A votação expressiva foi comemorada no clube ASSEN. Amanda ainda “puxou” Sandro Pimentel (PSOL) e Marcos do PSOL, pelo coeficiente eleitoral por coligação. “Estou muito feliz, já chorei, já gritei, entendo que a votação expressiva significa que a população está realmente cansada dessa velha política. Agora é um momento novo que a gente vive na política em Natal”, disse.

Em coletiva de imprensa na sede do PDT, após a apuração dos votos, o crescimento do PT foi a causa apontada por Carlos Eduardo Alves para definição do segundo turno. Ressaltou ainda a renovação na Câmara Municipal, com os principais líderes da prefeita Micarla de Sousa e apoiadores da governadora Rosalba Ciarlini, não reeleitos. “Essa mudança radical, foi uma resposta do natalense a esses governos já no primeiro turno, e se repetirá para prefeito no segundo, contra o candidato apoiado pelas duas gestoras”, completou.

O candidato Hermano Morais (PMD) comemorou a vitória de chegar ao segundo turno na disputa para a prefeitura de Natal. “Ninguém acreditava que a nossa campanha chegaria ao segundo turno. Vamos trabalhar em prol de Natal, que merece uma nova realidade. Vamos cumprir essa missão a favor da população. Foi uma disputa árdua, a tendência do 2º turno era esperada, mas o final realmente foi acirrado, quero parabenizar o deputado Fernando Mineiro”.

A Câmara Municipal terá uma renovação considerável a partir de janeiro de 2013. Das 29 cadeiras da Câmara, 17 delas serão ocupadas por novatos.

Confira lista dos vereadores eleitos:
Natal Merece respeito 3 –
Rafael Motta, Chagas Catarino, Albert Dickson, Ary Gomes e Paulinho Freire

Natal Merece Respeito 1 – Ubaldo Fernandes, Adão Eridan, Bertone Marinho e Felipe Alves

União Por Natal 1 – Júlia Arruda, Bispo Francisco de Assis, Franklin Capistrano e Júlio Protásio

Frente Ampla de Esquerda – Amanda Gurgel, Sandro Pimentel e Marcos do PSOL

Transformar Natal 1 – Dagô, Aroldo Alves, Dickson Junior  –    Natal Merece Respeito 2 – Jacó Jácome e Professora Eleika

PT – Fernando Lucena e Hugo Manso  –   PV – Luiz Almir e Aquino Neto

União Por Natal 3 – Maurício Gurgel e Eudiane Macedo  –  União Por Natal 2 – Raniere Barbosa e George Câmara

Não renovaram para o período de 2013-2016, os atuais vereadores: Ney Lopes Jr, Assis Oliveira, Adenubio Melo, prof. Luis Carlos, Dickson Nasser, Edvan Martins, Enildo Alves e Sargento Regina.

Postado às 16h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Leya Marinho: “Longe do rótulo de dondoca, sobre a vida com o marido faz questão de destacar que são um casal de hábitos simples, que gostam de receber em casa, sair para dançar e fazer programas que incluem as crianças.

Redação/eliasjornalista.com – Com informações da jornalista Simone Silva

Com a proximidade das eleições municipais (7 de outubro de 2012), cresce a expectativa entre os eleitores, de quem será o posto de primeira dama municipal. A final quem são as mulheres que caminham ao lado dos candidatos. Ao eleger um prefeito, elege-se também, uma primeira dama. A maioria já ocupou cargo eletivo e, basicamente, não são conhecidas de boa parte da população.

Lucileya Maria de Azevedo Marinho, 42
Natural do Rio de Janeiro
Gradução no magistério, ex-bancária
Filiada ao PSDB
Esposa de Rogério Marinho (PSB) – com 7% das intençõesde voto (IBOPE)
Um casal do século 21.

É assim que Leya Marinho considera sua relação com o marido Rogério, por dois motivos: o fato de terem se conhecido na internet e a chegada da filha via inseminação. Coisa de destino, já que a bancária bem sucedida
escolheu quase do nada Natal para mudar de vida. Isso após vários incidentes no banco – no qual começou a atuar aos 17 anos – onde chegou até a ficar sob a mira de bandidos.
“Vim por achar que a cidade era uma capital com ares de interior, segura e que estava crescendo muito, e eu poderia crescer com ela”, lembra. Visivelmente uma mulher apaixonada há nove anos, quando conheceu Rogério sempre soube de sua paixão pela política, que ela chama de dom. Por isso não sofreu ao ter que deixar sua vida dinâmica e ativa para cuidar da filha, hoje com 4 anos.

“Antes participava mais da campanha, adoro carreata, conversar com as pessoas. Hoje vou quando sou requisitada. Administro as casas e tomo todas as medidas para que ele possa exercer tranqüilo sua atividade”.Longe do rótulo de dondoca, sobre a vida com o marido faz questão de destacar que são um casal de hábitos simples, que gostam de receber em casa, sair para dançar e fazer programas que incluem as crianças. Rogério é pai de outros três filhos.

Qual o papel da primeira dama? Tenho uma visão prática, não vejo como um cargo a ser ocupado por tradição. Penso que gestores com conhecimento técnico na sua área devem ocupar as pastas. Como cidadã estarei engajada na melhoria da qualidade de vida do povo da cidade, e como esposa, dando suporte para que ele exerça com tranqüilidade a política, cuidando do bem-estar da família. É totalmente descartado ficar na administração pública.

Qual o principal problema de natal? Saúde Pública é o emergencial, o que não pode esperar. Claro que tem a questão do trânsito, da segurança e ensino.

Quais as qualidades de seu marido e porque ele é o melhor candidato? Ele é gabaritado, apaixonado por gestão pública, pensa 24h como mudar as coisas, tem perfil de administrador e não é só bem intencionado. É determinado, organizado e excelente gestor e se prepara há muitos anos. Principalmente, ele ama o que faz. Ele é excelente pai, marido, prioriza a família e ao contrário do que se imagina, não é nada sisudo. Estar com ele meenobrece como mulher, me orgulha.

Redação/eliasjornalista.com – Com informações da jornalista Simone Silva

Com a proximidade das eleições municipais (7 de outubro de 2012), cresce a expectativa entre os eleitores, de quem será o posto de primeira dama municipal. A final quem são as mulheres que caminham ao lado dos candidatos. Ao eleger um prefeito, elege-se também, uma primeira dama. A maioria já ocupou cargo eletivo e, basicamente, não são conhecidas de boa parte da população.

Lucileya Maria de Azevedo Marinho, 42
Natural do Rio de Janeiro
Gradução no magistério, ex-bancária
Filiada ao PSDB
Esposa de Rogério Marinho (PSB) – com 7% das intençõesde voto (IBOPE)
Um casal do século 21.

É assim que Leya Marinho considera sua relação com o marido Rogério, por dois motivos: o fato de terem se conhecido na internet e a chegada da filha via inseminação. Coisa de destino, já que a bancária bem sucedida
escolheu quase do nada Natal para mudar de vida. Isso após vários incidentes no banco – no qual começou a atuar aos 17 anos – onde chegou até a ficar sob a mira de bandidos.
“Vim por achar que a cidade era uma capital com ares de interior, segura e que estava crescendo muito, e eu poderia crescer com ela”, lembra. Visivelmente uma mulher apaixonada há nove anos, quando conheceu Rogério sempre soube de sua paixão pela política, que ela chama de dom. Por isso não sofreu ao ter que deixar sua vida dinâmica e ativa para cuidar da filha, hoje com 4 anos.

“Antes participava mais da campanha, adoro carreata, conversar com as pessoas. Hoje vou quando sou requisitada. Administro as casas e tomo todas as medidas para que ele possa exercer tranqüilo sua atividade”.Longe do rótulo de dondoca, sobre a vida com o marido faz questão de destacar que são um casal de hábitos simples, que gostam de receber em casa, sair para dançar e fazer programas que incluem as crianças. Rogério é pai de outros três filhos.

Qual o papel da primeira dama? Tenho uma visão prática, não vejo como um cargo a ser ocupado por tradição. Penso que gestores com conhecimento técnico na sua área devem ocupar as pastas. Como cidadã estarei engajada na melhoria da qualidade de vida do povo da cidade, e como esposa, dando suporte para que ele exerça com tranqüilidade a política, cuidando do bem-estar da família. É totalmente descartado ficar na administração pública.

Qual o principal problema de natal? Saúde Pública é o emergencial, o que não pode esperar. Claro que tem a questão do trânsito, da segurança e ensino.

Quais as qualidades de seu marido e porque ele é o melhor candidato? Ele é gabaritado, apaixonado por gestão pública, pensa 24h como mudar as coisas, tem perfil de administrador e não é só bem intencionado. É determinado, organizado e excelente gestor e se prepara há muitos anos. Principalmente, ele ama o que faz. Ele é excelente pai, marido, prioriza a família e ao contrário do que se imagina, não é nada sisudo. Estar com ele meenobrece como mulher, me orgulha.

Postado às 11h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Segundo Sueli Silveira, Hermano reza todas as manhãs, assim que sai da cama, e já tem plano pós-campanha: “Vamos viajar 10 dias”.

Redação/eliasjornalista.com – Com informações da jornalista Simone Silva

Com a proximidade das eleições municipais (7 de outubro de 2012), cresce a expectativa entre os eleitores, de quem será o posto de primeira dama municipal. A final quem são as mulheres que caminham ao lado dos candidatos. Ao eleger um prefeito, elege-se também, uma primeira dama. A maioria já ocupou cargo eletivo e, basicamente, não são conhecidas de boa parte da população.

Sueli Maria Fernandes Silveira, 51, Juíza de Direito
Natalense
Não filiada
Esposa de Hermano Morais (PMDB) – Com 21% das intenções de votos (IBOPE)

Moradores da mesma rua na adolescência, quando nem davam conta um da presença do outro, Sueli Silveira e Hermano Morais se reencontraram após alguns anos, quando voltaram a ser vizinhos e começaram a trocar olhares. Há sete estão juntos e há quatro dividem o mesmo teto. Cada um ganhou dois enteados. Juíza da primeira vara de execução fiscal e tributária de Natal, em virtude de seu trabalho ela conta que o casal tem uma vida simples e boa, apesar do dia-a-dia bastante corrido.
Há 20 anos no judiciário (15 na vara de família) Sueli conta que não pretende ocupar um cargo caso ele seja eleito, mas que em casa dá “alguns palpites”, conhece a agenda e até participa de caminhadas.
“Antes não contava com esta história de ser primeira dama, mas isso para mim, hoje, já é uma realidade. Vejo Hermano quase na prefeitura.

Qual o papel da primeira dama? Apoiar, respeitar as ausências. No meu caso não pretendo me envolver no Executivo, apenas em ações filantrópicas e voluntárias, coisa que já faço há muito tempo. Terei mais conhecimento de onde é preciso agir.

Qual o principal problema de natal? Saúde é a urgência, a prioridade. Em todos os lugares vemos pessoas mal atendidas. Digo a ele que se ele não resolver isso eu não vou andar nas ruas. É absurdo.

Quais as qualidades de seu marido e porque ele é o melhor candidato? Ele é trabalhador ao extremo, tem ótimas intenções, é um homem de princípios, quer poder servir, e tem muito acesso em Brasília, com possibilidades de conseguir muitas coisas junto com Garibaldi (Alves) e Henrique (Alves). É um homem sem frescura, humano, não tem o “rei na barriga”, gosta de se divertir e ficar em família.

Postado às 12h10 Política Nenhum comentário

A competente jornalista Simone Silva com Andréa Ramalho (esposa de Carlos Eduardo), em entrevista para O POTI.

Redação/eliasjornalista.com – Com informações da jornalista Simone Silva

Com a proximidade das eleições municipais (7 de outubro de 2012), cresce a expectativa entre os eleitores, por quem será ocupado  o posto de primeira-dama municipal.  A final quem são as mulheres que caminham ao lado dos candidatos. Ao eleger um prefeito, elege-se também, uma primeira dama. A maioria já ocupou cargo eletivo e, basicamente, não são conhecidas de boa parte da população.

Andréa Ramalho Pereira de Araújo Alves, 42 anos
Empresária, formada em Psicologia e Administração Natalense
Filiada ao PDT
Esposa de Carlos Eduardo Alves (PDT)
A política sempre foi muito presente na vida de Andréa Ramalho. Neta do ex-governador Radir Pereira, ela é a única que já ocupou o cargo de primeira-dama, inclusive com passagens por uma secretaria municipal. Embora conhecesse Carlos Eduardo desde a adolescência, dos tradicionais blocos de Carnaval de Tirol/Petrópolis, o reencontro só ocorreu em 2001, numa festa, quando ele era secretário de estado e ambos estavam livres das relações anteriores. De lá para cá já são dois filhos e uma certeza: a paixão do marido pela política. “Ele ama o que faz, não é sacrifício, é feliz fazendo isso. Ele realmente acredita que pode dar sua contribuição.

Qual o papel da primeira dama? É preciso reinventar esse papel, que acho secundário, trocar o nome. É preciso conhecer o candidato, saber sua história política, o que já fez. Eu quero contribuir com políticas públicas, não com assistencialismo. É preciso ter consciência que enquanto cidadãs estamos promovendo a construção da sociedade e fazendo nosso papel quando educamos bem nossos filhos.

Quais as qualidades de seu marido e porque ele é o melhor candidato? Ele é extremamente correto, tem respeito pela coisa pública e trabalha com lisura. Pensa a política de forma coletiva, não para atender interesses pessoais. Tem humildade para ouvir e aprender. Ele é muito humano e participativo na educação dos filhos.

Numa visão simplista dos analistas políticos, a presença da mulher na política local, será duradoura e veio pra ficar. No pleito de 2012, não há indicação feminina na liderança municipal, portanto há uma clara indicação de quem vai governar Natal. A ex-governadora Wilma de Farias, é vice de Carlos Eduardo, no campo das hipóteses se eleito, após dois anos sairá candidato ao governo, com a finalidade de recuperar o tempo perdido em buscar de ocupar o cargo maior no RN. Assim, teremos mais um ciclo feminino no comando da cidade do sol.

Segundo Carlos Eduardo (44% das intenções de voto): “O prefeito é quem conduz a administração. Sou muito cioso de conduzir a prefeitura e não abro mão disso, nenhum milímetro. O papel de Wilma como vice prefeita será de contribuir para a administração, sem ultrapassar os limites da condução por mim de toda as políticas públicas que vamos implementar para melhorar a qualidade de vida dos natalenses”, ressalta.

Página 201 de 202« Primeira...102030...198199200201202