Marca Maxmeio

Postado às 06h11 CidadeDestaque Nenhum comentário

Em solenidade, Câmara celebra os 65 anos do Esquadrão Joker.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Por proposição do vereador Franklin Capistrano (PSB), a Câmara Municipal de Natal realizou uma sessão solene, nesta quarta-feira (07), em homenagem aos 65 anos do 2° Esquadrão do 5° Grupo de Aviação (Esquadrão Joker). Na ocasião, foi feita a entrega de diploma meritório pelos relevantes serviços prestados à sociedade. O ato solene foi prestigiado por autoridades militares e civis, além de amigos e familiares dos homenageados.

Criado em 1947 e ativado em 1953, mas transformado em unidade de caça somente em 1983, o Segundo Esquadrão do Quinto Grupo de Aviação (2º/5 GAv), localizado na Ala 10 (Base Aérea de Natal) é o esquadrão responsável por realizar o Curso de Especialização Operacional da Aviação de Caça (CEO-CA). O CEO-CA é o mais exigente e complexo curso de especialização operacional da Força Aérea Brasileira (FAB).

De acordo com o vereador Franklin Capistrano, o Joker, como é chamado o esquadrão, é conhecido como o berço dos pilotos de caça da FAB. “É daqui que saem os grandes aviadores do Brasil que defenderão nossa soberania, o que muito nos orgulha. Trata-se, portanto, de uma homenagem merecida, digna de integrar os anais da Casa do Povo de Natal”.
Em seu discurso, o Tenente-Coronel Aviador Leandro Barbosa Ferreira Pinto, Comandante do Esquadrão Joker, evocou as gerações de pilotos de combate inteiramente dedicados ao serviço da pátria e ao fortalecimento do poder aeroespacial brasileiro. “Estou há um ano no comando desta equipe maravilhosa e tenho orgulho de fazer parte dessa história de sucesso. Aproveito para agradecer ao Legislativo natalense pelo reconhecimento ao nosso trabalho”, comemorou.
O Brigadeiro Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, Comandante da Ala 10, falou que a honraria concedida pelo parlamento municipal chega para coroar os esforços de todos que fazem o Esquadrão. “Às vezes as pessoas pensam que as Forças Armadas estão distantes da sociedade. Mas uma homenagem como essa mostra que temos uma forte relação com a população, especialmente em uma cidade como Natal, cuja história está intimamente ligada à trajetória da Aeronáutica Brasileira”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 3 =