Marca Maxmeio

Postado às 22h08 Nenhum comentário

Maestro Linus Lerner convida o solista italiano, Pierluigi Ruggiero, para apresentação do dia 29 que conta ainda com interpretação da obra Requiem de Mozart.

Redação/Portal de Notícias e fotojornalismo/eliasjornalista.com

Após um breve recesso, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN volta para o V concerto oficial do Movimento Sinfônico – Quartas Clássicas, marcado para o dia 29 de agosto, no Teatro Riachuelo Natal, às 20h. Com entrada gratuita, o projeto atua com o propósito de tornar a música clássica acessível e expansível a todos.

Para a apresentação do dia 29, o maestro da OSRN, Linus Lerner convida o solista italiano, Pierluigi Ruggiero (violoncelo). Ruggiero iniciou seus estudos de violoncelo no Conservatório de L‘Aquila, na Itália, onde também fez o curso de composição de Paul Arca. O violoncelista já tocou em festivais com direção de maestros como G. Sinopoli, C. M. Giulini e R. Muti; venceu concurso em seu país em 1996 e em 2001 foi o único italiano a ganhar uma bolsa de estudos na “Academia Liszt” de violoncelo da Universidade de Budapeste. Pierluigi Ruggiero já passou por várias e importantes salas de concerto do mundo. Atualmente, é fundador e diretor artístico da associação “Espressione d’arte” e da “Italian Modern Ensemble”. Mais informações do violoncelista em www.pierluigiruggiero.com/biografia/.

Além da participação do solista convidado, o concerto de agosto traz ao público a interpretação do Requiem de Mozart. Nesta obra, a OSRN contará com a participação do Coral Canto do Povo, da Camerata de Vozes do RN e do Coral e do Grupo de Opera Canto Dell`art. Entre os solistas convidados para o Requiem, estão: a soprano Hilkelia Pinheiro; a mezzo soprano Ariadne Mendes; o tenor César Leonardo Alves e o barítono José Luiz Fernandez.

O Requiem de Mozart é uma obra especial na produção de Mozart que, de acordo com várias fontes, foi encomendada secretamente pelo conde Franz von Walsegg para ser apresentada no primeiro aniversário de morte da sua esposa, no entanto, Mozart teria morrido antes de completar o Requiem e, sua viúva Constanze Mozart, se desesperado para completar a obra, convidou um dos alunos de Mozart a finalizar. Daí em diante, muitas controvérsias surgiram sobre até que ponto Mozart teria produzido. O desfecho dessa história ainda é incerto, mas há uma certeza, a OSRN garante à plateia um grande momento no palco com a interpretação da obra.

No programa da noite, estão as obras: Ennio Morricone/Giulano di Giuseppe: Western Portrait, Suite para Cello, voz e orquestra sobre os filmes de Sergio Leone; Piero Piccione: C’era una volta, tema do filme com Sofia Loren;  e Wolfgang Amadeus Mozart: Requiem em Ré menor.

O evento tem entrada gratuita, mas é imprescindível garantir os ingressos com antecedência. Para as entradas do 1º lote é necessária a realização da reserva através do site da OSRN www.orquestrasinfonicadorn.com.br/ a partir do dia 22 ao dia 23 de agosto. A retirada dos ingressos reservados deve ser realizada nos dias 27 e 28, das 10h às 22h, na Galeria Fernando Chiriboga, localizada no 3º piso do Midway Mall.

 

Já os ingressos do 2º lote só começam a ser liberados a partir das 12h, na bilheteria do Teatro Riachuelo, no dia da apresentação do concerto, 29 de agosto, e não precisa de cadastro. Tanto no site quanto na bilheteria, cada CPF apresentado poderá adquirir até duas entradas. Mensalmente, o projeto que se tornou patrimônio do Rio Grande do Norte surpreende o público com grandes apresentações e convidados locais, nacionais e internacionais. No palco dessa grande Orquestra com 42 anos de existência, mais de 60 profissionais fazem a música tocar você.

 

O projeto Quartas Clássicas tem o patrocínio via incentivo do Governo do Estado, Lei Câmara Cascudo, Cosern, Prefeitura Municipal de Natal, Lei Djalma Maranhão; patrocínio do CEI Mirassol, Hospital do Coração e Cabo Telecom. Apoio: Camarões, Poti Restaurante, Restaurante La Cachette, InterTV Cabugi, G7 Comunicação, Lado A e Galeria Fernando Chiriboga. Apoio cultural: Teatro Riachuelo e Opus. A produção é da M.A.P.A. Realizações Culturais e a realização da Fundação José Augusto – FJA e OSRN.

Os comentários estão desativados.