Marca Maxmeio

Postado às 16h07 PlantãoPolítica Nenhum comentário

Empresário destacou que deixa o processo eleitoral com a sensação de ‘dever cumprido’, após ter apresentado ‘uma verdadeira agenda liberal’ para o País.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O empresário potiguar Flávio Rocha (PRB), dono da Riachuelo, desistiu da candidatura à Presidência. Em comunicado, PRB e Rocha informaram que vão abrir “espaço para o diálogo” com o campo de centro.

O PRB forma, ao lado de DEM, PP e Solidariedade, o chamado bloco ‘Centrão’. Os quatro partidos devem se reunir nos próximos dias em São Paulo para definir se apoiarão Ciro Gomes (PDT) ou Geraldo Alckmin (PSDB) nas eleições de outubro. A tendência é que o núcleo apoie a candidatura tucana.

O presidente da Riachuelo agradeceu ao apoio recebido pelas lideranças do PRB, que o acolheram no partido, e aos apoiadores do “Brasil 200”, movimento liberal que ele criou no início do ano. Ele saudou também aos militantes do Movimento Brasil Livre, que apoiaram a sua pré-candidatura.

“A retirada da pré-candidatura não significa que eu parei de trabalhar pelo meu ideal. Estou certo de que podere, junto com o PRB, contribuir para a discussão que se seguirá. Vejo no horizonte um Brasil livre, como aquele vislumbrado pelo Brasil 200, aonde nasceu essa luta [candidatura]. Continuarei combatendo o bom combate”, finalizou Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =