Marca Maxmeio

Postado às 13h05 CidadeDestaque Nenhum comentário

Criação do Centro de Referência em Luto é discutida na Comissão de Saúde.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Natal realizou uma reunião, nesta segunda-feira (21), na qual foi discutida a criação do Centro de Referência em Luto, um complemento à Lei Karol Álvares que dá prioridade às famílias de vítimas da violência no acesso a serviços jurídicos e psicológicos na capital potiguar. Lei que foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares, todavia, teve um artigo vetado pela Prefeitura, justamente o que dava condições ao município de oferecer suporte psicológico para as famílias.

“Mas conseguimos reverter a situação. Juntamente com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde conseguimos formatar a estrutura do Centro de Referência em Luto, que será o primeiro da América Latina. Já existe o local e profissionais para colocar a iniciativa em funcionamento, tornando o apoio às famílias vítimas da violência urbana uma política pública em nossa cidade”, pontuou a vereadora Carla Dickson.

Na sequência, o vereador Preto Aquino sugeriu à Comissão de Saúde visitar o almoxarifado da SMS e o local onde são armazenados os medicamentos que são distribuídos para a população, além do setor de transportes para checar a situação dos veículos.

“Em tempo: temos que saber como andam os serviços essenciais da saúde pública em Natal. Às vezes muitas coisas não andam por falta de um pequeno ajuste ou iniciativa. Por isso, as visitas fiscalizatórias que este colegiado faz são tão importantes, haja vista que incentiva os gestores a resolverem os problemas e atenderem as demandas da comunidade”, concluiu o parlamentar.

Postado às 13h05 CidadeDestaque Nenhum comentário

DER entrega Muro de Contenção de Areia Preta.

A obra foi um pleito da AMAP-Associação de Moradores de Areia Preta.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Na manhã dessa segunda-feira (21), o Diretor Geral do DER, Gen. Jorge Fraxe, participou da solenidade de entrega do Muro de Contenção da praia de Miami, no bairro de Areia Preta. A obra foi um pleito da AMAP-Associação de Moradores de Areia Preta. Na ocasião o presidente da Associação, Nelson Freire, agradeceu em nome dos moradores do bairro, e houve o descerramento de uma placa alusiva a conclusão da obra, que foi executado pela empresa potiguar Módulo Block. O custo total da obra foi de R$ 910 mil.

Segundo o diretor do DER, Jorge Fraxe, o órgão promoveu a construção de uma cortina de concreto armado de proteção do aterro, que estava deteriorada. “A ferragem se encontrava bem danificada. Além disso, foi registrada que areia estava saindo por buracos da estrutura de contenção”, conta.

O muro de contenção tem 200 metros e custou R$ 900 mil. Além disso, também foi construído a mureta de sustentação da Praça do Relógio de Sol.

Os recursos para a construção são oriundos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). “Aplicamos uma tecnologia holandesa. Construímos o muro com blocos de concreto reciclado”, detalha.

Presidente da Associação de Moradores da Areia Preta (AMAP), Nelson Freire explica que a obra resolveu um problema histórico da região.

“O muro anterior tinha 40 anos de existência. A estrutura remontava o início de construção da Via Costeira. Havia o temor de afundamento, algo que colocaria em risco toda a estrutura da pista”, relata Nelson Freire.

Ele ressalta que a construção melhorou toda a orla da Praia de Areia Preta. “A obra vai estar servindo toda a cidade. A erosão poderia causar o desmoronamento de toda a pista. É importante para proteger o calçadão. Hoje, a orla da Praia de Areia Preta é a mais bonita de Natal”, finaliza.

  • IMG_5205
  • IMG_5207
  • IMG_5214
  • IMG_5219
  • IMG_5223
  • IMG_5228
  • IMG_5230
  • IMG_5232
  • IMG_5233
  • IMG_5235
  • IMG_5236
  • IMG_5246
  • IMG_5249
  • IMG_5254
  • IMG_5256
  • IMG_5263
  • IMG_5267
  • IMG_5283
  • IMG_5290
  • IMG_5293
  • IMG_5296
  • IMG_5298
Postado às 08h05 CidadeDestaque Nenhum comentário

(Foto: Canindé Soares).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Integrantes da Associação de Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN) estiveram reunidos hoje com o governador Robinson Faria, na sede da Governadoria. Na ocasião os delegados ouviram de representantes do Governo que o concurso público para a Polícia Civil está nos últimos acertos e acontecerá ainda este ano. A reunião foi intermediada pelo presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Expedito Ferreira e pelo deputado estadual Raimundo Fernandes. Estiveram também presentes o Sindicato dos Policiais Civis e a Associação dos Escrivães.

No próximo dia 25, o processo administrativo que trata do concurso completa três anos, e a ausência de efetivo nas delegacias tem causados prejuízos irreparáveis à Segurança Pública. Após mais uma cobrança das entidades, o subsecretário de administração, Webert Moura, pediu um prazo de 70 dias para o anúncio do certame. “Ele disse que o processo se encontra em fase final e que a empresa organizadora do concurso já foi eleita”, contou a presidente da Adepol/RN, delegada Paoulla Maués, que participou da reunião. Ainda segundo Moura, está faltando um parecer da Procuradoria do Estado para a liberação da elaboração do edital.

No encontro ficou decidido também que serão cumpridas as sentenças judiciais que determinam a devida indenização aos policiais que acumulam delegacias. A ADEPOL ressaltou que a sobrecarga de trabalho tem uma influência direta nos afastamentos dos policiais por motivos de saúde física e psicológica, o que, por sua vez, reflete na diminuição da produtividade, insatisfação profissional, baixa autoestima e prejuízo no atendimento público. “Nós temos certeza que esta medida motivará os policiais civis que, em razão da deficiência de efetivo, acabam se responsabilizando atualmente por cinco a dez cidades”, afirmou a delegada Paoulla.

Um outro assunto tratado hoje foi a cessão do prédio doado pelo TJRN ao estado, em Mossoró, para que funcionem nele as delegacias da capital do Oeste. Na ocasião, o governo do estado comprometeu-se em dialogar com a UERN, instituição para a qual prometeu ceder o prédio inicialmente, a fim de encontrar uma solução.

A Adepol/RN agradece o apoio do Tribunal de Justiça e da Assembleia Legislativa para a realização da audiência, e ainda ao Governo do Estado por ter recebido e atendido os pleitos da entidade em prol da segurança pública. A entidade ressalta que investir na Polícia Civil é combater a criminalidade de uma forma inteligente e com menor possibilidade de danos para a sociedade, como confrontos e mortes

Postado às 07h05 CidadeDestaque Nenhum comentário

Assembleia Legislativa vai debater medidas de proteção à vida de policiais. (Foto: João Marcos).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A Assembleia Legislativa promove nessa terça-feira (22), audiência pública para discutir medidas que evitem o assassinato de policiais no Rio Grande do Norte. O debate, proposto pelo deputado Kelps Lima (Solidariedade), acontece às 14h30, no auditório da Casa Legislativa, e busca reunir representantes das entidades ligadas à Segurança Pública no Estado.

“Precisamos criar um cinturão de direitos humanos a favor dos policiais. Os agentes estão sendo alvo de bandidos que agem deliberadamente para enfraquecer a lei”, defende Kelps, ressaltando que em 2018 já foram treze policiais assassinados no RN.

De acordo com o parlamentar, as autoridades e a sociedade civil precisam discutir medidas práticas de proteção à vida dos policiais. Para ele, os homicídios dos agentes retratam não apenas a escalada da violência no Estado, mas também uma ação orquestrada pelos criminosos para fragilizar o Sistema de Segurança Pública.

“É necessário tirar a sociedade da fase do protesto para iniciarmos um momento de providências. Para isso, precisamos da orientação de especialistas na área e da anuência dos ordenadores de despesa de todas as esferas do Estado”, argumenta o deputado Kelps.

Postado às 07h05 CidadeDestaque Nenhum comentário

Governo do Estado assina termo de cooperação para construção de 150 unidades habitacionais em Ceará-Mirim. (Foto: Ivanízio Ramos).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

As ações do Governo do Estado para diminuir o déficit habitacional em todo o Rio Grande do Norte estão chegando a Ceará-Mirim, sexta cidade potiguar em número de habitantes. Foi assinado na tarde desta segunda-feira, 21, um termo de cooperação técnica para a construção de 150 unidades habitacionais no município, contempladas no programa Moradia Cidadã.  O investimento é estimado em R$ 6 milhões, com recursos do Governo Federal.

“Oferecer moradias dignas e acessíveis a todos os potiguares é um compromisso assumido pelo nosso governo, e estamos trabalhando duro para reduzir consideravelmente o número de pessoas que moram precariamente ou que não têm lar algum”, destacou o governador Robinson Faria, após assinatura do termo, também assinado pelo prefeito cearamirinense Marconi Barreto.

O programa Moradia Cidadã tem como foco principal viabilizar a construção de unidades habitacionais de qualidade, com preços diferenciados para servidores públicos da administração direta e indireta, aposentados e pensionistas, além da população em geral. O termo assinado hoje ainda prevê o beneficiamento de 306 famílias com os Cartões Reforma estadual e federal, que eleva a qualidade de vida das famílias de baixa-renda por meio da qualificação das moradias.

Do encontro, também participou o Diretor Presidente da Companhia Estadual de Habitação do Estado do RN (CEHAB), João Ronaldo da Nóbrega Filho.

Regularização

O Governo do Estado está não só garantindo um teto para as pessoas que não têm um, como está dando segurança jurídica às pessoas que já Tem uma casa, mas não têm a escritura. Denominado Moradia Cidadã Legal, o 1º programa de regularização fundiária em áreas urbanas do Rio Grande do Norte irá regularizar mais de 1600 moradias em Ceará Mirim até o final deste ano.

Postado às 07h05 CidadePlantão Nenhum comentário

Deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). (Foto: João Gilberto).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A produção de leite no interior do Rio Grande do Norte precisa ser ampliada e apoiada. É o que defende o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). Após a seca prolongada e os problemas que os produtores tiveram em todas as regiões do estado, o deputado quer a retomada de garantias e incentivos para que a economia no interior potiguar seja fomentada e, por consequência, mais pessoas possam ser atendidas através do Programa do Leite, do Governo do Estado.

Em conversas com prefeitos do interior do estado, principalmente de regiões que têm tradição na produção de leite, como Agreste, Seridó, Central e Mato Grande, Ezequiel Ferreira debateu sobre as necessidades do setor. O apoio para escoar e fomentar a produção dos micro e pequenos produtores, que vendem o leite às usinas de lacticínios pelo estado, é considerado um ponto fundamental para o reaquecimento na economia e, além disso, contribuir para a segurança alimentar da população mais carente.

“Foram sete anos de seca e os pequenos produtores foram os mais afetados. Ampliar o Programa do Leite para mais regiões, atendendo mais produtores, vai ser importante não somente para o desenvolvimento econômico das regiões, mas dando segurança à ampliação da produção por parte dessas pessoas e garantindo o fornecimento do leite às famílias que estão na linha de pobreza no RN”, explica o deputado Ezequiel Ferreira.

Em 2017, O Programa do Leite potiguar atendia cerca de 90 mil famílias em todo estado, atuando na área social, atendendo famílias em situação de insegurança alimentar (desnutrição) e, no campo econômico, servindo para fomentar e estimular a produção de laticínios. Ao todo, teve custo de aproximadamente R$ 47 milhões, financiados pelo Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), no ano passado. A intenção do presidente Ezequiel Ferreira é fazer com que seja feita uma reavaliação sobre novos produtores que podem ser fornecedores do programa.

“Há produtores que têm o rebanho com duas, três cabeças de gado, mas que tiram desse leite produzido o sustento de suas famílias. No período de seca foi ainda mais complicado para se manter os rebanhos, grandes ou pequenos, além de ter havido a redução na produção devido às dificuldades para alimentar o gado. O estímulo à atividade é fundamental para o desenvolvimento no interior potiguar”, avalia Ezequiel.

O deputado disse que vai procurar ampliar a discussão com os prefeitos de cidades que compõem a bacia leiteira potiguar e, após definirem as prioridades, buscar junto ao Governo do Estado a inclusão dos novos produtores no Programa do Leite.

Postado às 07h05 CidadePlantão Nenhum comentário

Débora Seabra, a primeira professora com Síndrome de Down do país.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Ela chegou a ser agredida durante o magistério, fez greve para ser respeitada e hoje atua em um colégio particular tradicional de Natal

“Ainda falta muita gente acreditar na inclusão”, afirma Débora Araújo Seabra de Moura, 34 anos, a primeira educadora com síndrome de Down do Brasil. Ela, que na época do curso de magistério fez greve para não entrar na sala de aula enquanto não fosse aceita como igual, rompeu o preconceito lutando e mostrando o poder desta palavra transformadora: a inclusão.

Aos 20 anos, Débora decidiu que sua profissão seria na área da educação. Nesta época, ela já havia feito diversos estágios e experimentado cargos em lojas, como recepcionista de eventos e até chegou a desfilar para uma butique. “Mas, quando fiz estágio em educação infantil, eu me apaixonei pelo trabalho com crianças e resolvi ser professora”, diz ao Catraca Livre.

Débora sempre estudou em escolas da rede regular de ensino em Natal (RN). O diagnóstico genético não a impediu de buscar seus sonhos, muito menos seus pais, que apoiaram a escolha da filha desde o início. Ao terminar o ensino médio, a jovem potiguar ingressou no curso de magistério (de nível médio) na Escola Estadual Prof. Luiz Antônio e o finalizou em 2005, depois de quatro anos.

No entanto, este foi um período conturbado, ao mesmo tempo em que se tornou um divisor de águas em sua vida. Durante o curso, chegou a ser agredida e passou por situações constrangedoras vindas dos colegas de classe. “Não foi fácil, mas uma turma do curso científico me acolheu e até fiz greve de não entrar na sala”, relembra.

“Eu sofri muito, mas não desisti dos meus sonhos”, sonhos que lhe serviam de combustível para driblar os preconceitos. No último ano de magistério, foi escolhida como rainha da escola na festa de São João. Além disso, no convite de formatura, foi homenageada pela luta a favor da inclusão social. Uma vitória para Débora, uma lição para todos nós.

Fonte: Catraca Livre

Postado às 20h05 CidadePlantão Nenhum comentário

(Foto: Ivanizio Ramos).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A população de Areia Branca e demais municípios da Costa Branca receberam neste sábado (19) importantes obras e investimentos do Governo do RN que vão melhorar a qualidade de vida milhares de famílias da região.

Uma das iniciativas foi a inauguração da 23ª unidade do Café Cidadão em Areia Branca que conta com investimento de mais de R$ 340 mil por ano. A unidade oferece 300 cafés da manhã por dia, de segunda a sexta-feira, pelo preço simbólico de R$ 0,50.  “Esse café é ótimo para nós, tem muita gente que necessita porque não tem condições de se alimentar direito”, disse Vilmar Ramiro, 66 anos, aposentado que mora sozinho. “Eu mesmo sou um que vou aproveitar bastante”, completou.

Além de garantir segurança alimentar com a oferta de café da manhã nutritivo e balanceado, o programa também gera renda e emprego. É o caso de Francinete de Araújo, 45 anos, mãe solteira de quatro filhos, que estava desempregada há mais de dois anos e que já está trabalhando na unidade. “Agradeço muito a oportunidade de voltar a trabalhar. Esse emprego veio como uma benção, estou muito feliz”, contou a funcionária.

Microcrédito movimenta economia da região

Outra ação realizada foi a aplicação de R$ 1,5 milhão nos municípios de Areia Branca, Grossos, Tibau, Carnaubais, Itajá, Fernando Pedroza e Mossoró com o Microcrédito do Empreendedor, desenvolvido e executado pelo Governo do RN por meio da Agência de Fomento do RN.

A mossoroense Caroline Figueiredo, 20, foi uma dos 500 microempreendedores beneficiados com o programa. Com o cheque ela diz que vai investir em seu buffet de salgados. “Esse empréstimo é mais viável e oferece melhores condições que os do banco. Agora vou poder dar uma guinada nas minhas produções, investir em material, divulgação e conquistar mais clientela”, explicou a jovem empreendedora.

“Um bom empreendedor precisa de dedicação, esforço, talento, criatividade e determinação. Mas, precisa sobretudo de uma oportunidade. É isso que estamos fazendo com o Microcrédito do Empreendedor. Damos um pontapé inicial para que o microempresário possa abrir ou melhorar seu negócio, como também movimentamos a economia de diversos municípios”, declarou o governador Robinson Faria. “Nossa parceria tem investido forte neste Programa, porque acreditamos que é possível transformar esses sonhos em realidade”, reforçou Murilo Diniz, Diretor-presidente da AGN.

Novas viaturas para a PM

As iniciativas deste sábado em Areia Branca não encerraram por aí. Na solenidade de entrega dos cheques, realizada no Ginásio Professora Rosário Cabral, Robinson também fez a entrega de cinco novas viaturas policiais que beneficiam os municípios de Assu, Itajá, Carnaubais, Areia Branca, Grossos, Tibau e Fernando Pedroza. As novas viaturas são equipadas com Chips para reabastecimento, giroflex e sistemas de comunicação, a fim de assegurar melhorias na segurança desses municípios.

Participaram dos eventos, além dos já citados, a prefeita anfitriã, de Areia Branca, Iraneide Rebouças, os secretários Vagner Araújo (Trabalho, Habitação e Assistência Social), Pedro Cavalcanti (Saúde), Cristiano Feitosa (Administração), o secretário adjunto da Segurança Pública, Coronel Ulisses Nascimento de Paiva, o diretor da Caern, Marcelo Toscano, o Diretor-presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento (Cehab), João Ronaldo, o Diretor Geral da Datanorte, Rildo Tarquínio, prefeitos dos municípios beneficiados com as ações, vereadores, gestores municipais e lideranças políticas.

Postado às 20h05 CidadePlantão Nenhum comentário

(Foto: Ivanízio Ramos).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Durante agenda neste sábado (19), Robinson Faria assinou termos que garantem importantes investimentos para o desenvolvimento do município de Areia Branca, bem como para cidades vizinhas.

Na ocasião, ele assinou o termo do contrato de comodato da Central do Cidadão entre a Prefeitura e o Governo do Estado, a Ordem de Serviço para as obras de conclusão do esgotamento sanitário do mesmo município e termos de cooperação técnica dos programas habitacionais do Governo Estadual junto aos contemplados.

“Estamos construindo uma parceria com essas cidades. Essas ações que têm início hoje mexem com o sonho de muitas pessoas. Todos ganham com esses investimentos, a população e o Governo, mesmo diante de um momento difícil da economia do Brasil e do Estado. Isso representa desenvolvimento, geração de oportunidades e alívio para a população”, detalhou o governador.

“Hoje temos muito a comemorar e nossa parceria, da prefeitura com o Governo, vai seguir firme e forte, construindo um futuro melhor para toda a população de Areia Branca. Estamos tratando de expectativas e sonhos da cidade que vão viabilizar uma série de melhorias para a nossa região”, destacou Iraneide Rebouças, prefeita de Areia Branca.

Nova Central do Cidadão

A população de Areia Branca em breve passará a contar com uma Central do Cidadão que ofertará serviços de emissão de CPF, Identidade, Carteira de Trabalho, CAERN, SET, IPERN, TER, Junta Militar e Procon. Uma comodidade para a população, que não precisará mais se deslocar para acessar estes serviços. A assinatura garantiu a cessão, pela prefeitura, de um prédio, localizado no Centro da cidade, na esquina das ruas Fortaleza e Nordeste. Também ficará a cargo da gestão municipal os equipamentos e pessoal. Em contrapartida, sem custos para o Governo, o Estado, por meio da Sethas, entrará com os serviços e logística.

O local oferecerá à população todos os serviços essenciais do Estado, de forma integrada em um único espaço de fácil acesso. Com previsão de inauguração dentro de 60 dias, a iniciativa beneficiará, além de Areia Branca, municípios vizinhos que não dispõem de Centrais, como Grossos, Tibau, Serra do Mel e Porto do Mangue.

A Central do Cidadão já está presente em 19 municípios, totalizando 22 unidades, que realizam cerca de 4 milhões de atendimentos.

Saneamento de Areia Branca

Com investimento de mais de R$ 1 milhão, via recursos próprios da Caern, o Governo do RN coloca um fim a uma espera de 12 anos da população de Areia Branca: o esgotamento sanitário da cidade.

Com previsão de duração de oito meses, a obra beneficiará cerca de 7 mil pessoas sendo essencial para o desenvolvimento econômico do município, para a qualidade de vida dos habitantes bem como indispensável para a preservação do meio ambiente.

Programas habitacionais: quase 17 milhões em investimentos

Robinson Faria assinou, ainda, o Termo de Cooperação Técnica dos Programas Habitacionais para beneficiar oito municípios: Areia Branca, Carnaubais, Galinhos, Grossos, Tibau, Itajá, Fernando Pedroza e Japi.

O investimento total é de R$ 16,6 milhões, via recursos federais sob gestão estadual, e contemplará a entrega de 263 unidades habitacionais, dos programas Moradia Cidadã e Pró-Moradia, e 1320 Cartões-Reforma.

Além disso, o Termo contemplou a regularização fundiária de 1500 imóveis, que devem ser legalizados até o final deste ano, nos municípios de Areia Branca, Carnaubais, Fernando Pedroza, Grossos, Itajá e Tibau.

Sobre a importância das ações de teor habitacional, o Diretor-presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento (Cehab), João Ronaldo afirmou: “Essas ações garantem a diminuição do déficit habitacional e se configuram como uma das iniciativas mais importantes para garantir o desenvolvimento humano e agrário”.

Postado às 20h05 CidadePlantão Nenhum comentário

(Foto: José Aldenir).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

É com imenso pesar e tristeza que a Polícia Civil do Rio Grande do Norte despede-se do delegado aposentando Maurílio Pinto de Medeiros. O “Xerife”, como era conhecido dentro do meio policial, dedicou 46 anos de sua vida em prol da Polícia Civil, mas não resistiu às complicações do seu quadro de saúde e faleceu na noite deste sábado (19). Lutou bravamente pela vida, durante vários dias em que passou internado, como era de seu perfil.
Agora, só resta a nós, que fazemos parte da Polícia Civil, honrar a sua memória e seguir os seus grandes ensinamentos de honradez e de determinação na luta contra o crime.  Enviamos para toda à família do delegado Maurílio Pinto, nossos sentimentos de força, de carinho e de gratidão e que eles tenham a certeza que o trabalho do “Xerife”, jamais será esquecido, ao contrário será dignificado e divulgado para os que já fazem e aos que farão parte da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.
Página 2 de 11112345...102030...Última »