Marca Maxmeio

Postado às 12h03 Nenhum comentário

Campanha eleitoral segue até quinta-feira (14) e votação acontece no dia 15, nas unidades São José e Dom Bosco. Eleição vai contar com urnas eletrônicas.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A boa conduta na política e a proposição de ideias democráticas que atendam aos interesses dos alunos são os pontos tratados pelos colégios Salesianos para a eleição do grêmio estudantil. A campanha eleitoral para a escolha das novas chapas estudantis segue até a próxima quinta-feira (14), com a eleição marcada para o dia 15. Durante a semana, debates entre os concorrentes serão organizados para os alunos dos dois turnos. A eleição terá a parceria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), com a utilização de seis urnas eletrônicas, sendo quatro no Dom Bosco e duas no São José.

Concorrem à presidência do grêmio estudantil no São José, na Ribeira, três chapas, enquanto que no Dom Bosco a disputa terá a presença de duas chapas.

As posses das novas diretorias acontecerão nos dias 21, para os alunos da unidade São José, e 22, no Dom Bosco. Para a psicóloga escolar Giovanna Medeiros, a realização da eleição para o grêmio estudantil desperta nos alunos o interesse pela política, sendo o elo entre alunos, professores e coordenação, incentivando o protagonismo juvenil.

“As chapas concorrentes terão a oportunidade de expor suas ideias durante a semana, no que chamamos de intervalos festivos, quando farão a divulgação das propostas sob a orientação da Pastoral do Dom Bosco e do São José. Não serão permitidos patrocínios, apresentações de cantores ou brindes, porque entendemos que a forma mais democrática para a escolha de um representante é por meio das suas ideias”, destaca a psicóloga escolar.

A eleição será realizada na sexta-feira (15), das 7h30 às 16h, com a condução dos alunos à sala eleitoral por turmas. O professor que estiver em aula será responsável pela lista dos estudantes presentes aptos à votação.

“O exercício da cidadania, tanto no ato de eleger, como em se candidatar para fazer parte do projeto, é uma forma democrática de política. Estamos nos baseando na eleição do grêmio estudantil para fazermos uma boa prática, com condutas simples e que possam atender as necessidades dos alunos”, ressaltou.

O grêmio estudantil é uma organização sem fins lucrativos que representa o interesse dos estudantes e que tem fins cívicos, culturais, educacionais, desportivos e sociais. O grêmio é o órgão máximo de representação dos estudantes da escola e compõem uma das mais duradouras tradições da nossa juventude, cumprindo um importante papel na formação e no desenvolvimento de debates, apresentações teatrais, festivais de música, torneios esportivos e outras festividades.

Os comentários estão desativados.