Marca Maxmeio

Postado às 23h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

“Não tenham medo, nós estaremos aqui”, diz Haddad em discurso após derrota.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Em sua primeira declaração após a confirmação de sua derrota para Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pelo Planalto, candidato do PT, Fernando Haddad pediu respeito a seus cerca de 45 milhões de votos e afirmou que seus eleitores não precisam ter medo. “Nós estaremos aqui. Nós estamos juntos”, disse. “Contem conosco. Coragem, a vida é feita de coragem. Viva o Brasil”.

Advogado, doutor em filosofia, professor, Fernando Haddad está longe de ter a mesma familiaridade com comícios e palanques de petistas tradicionais, menos ainda do seu padrinho político, Lula. Mas, mesmo derrotado por Jair Bolsonaro nas urnas, ele deixa a eleição de 2018 como forte candidato a uma outra disputa: a prefeitura de São Paulo daqui a dois anos.

Haddad só discursou após o primeiro pronunciamento de Bolsonaro como presidente eleito. Ele acompanhou a apuração ao lado da família e de lideranças do partido em um hotel na zona sul de São Paulo. O candidato derrotado não ligou para o vencedor, como é tradição na disputa eleitoral brasileira.

A palavra “coragem” foi dita em diversos momentos do discurso de Haddad, que durou pouco menos de nove minutos. Ele disse que aprendeu com seus antepassados “o valor da coragem para defender a Justiça a qualquer preço”. “A coragem é um valor muito grande quando se vive em sociedade”.

Em nenhum momento Haddad fez referência direta a Bolsonaro, mas disse que, durante a campanha, sentiu “angústia e medo nas expressões de muitas pessoas”. “Daqui a quatro anos, nós teremos uma nova eleição. Nós temos que garantir as instituições. Nós não vamos sair das nossas profissões, dos nossos ofícios. Não vamos deixar de exercer a nossa cidadania”, disse.

Talvez o Brasil nunca tenha precisado mais do exercício da cidadania do que agora. Eu coloco a minha vida à disposição deste país. Tenho certeza que falo por milhões de pessoas que colocam o Brasil acima da própria vida, acima do próprio bem-estar

Ao lado de Haddad, também estavam sua candidata a vice, Manuela D’Ávila, além dos presidentes do PSOL, Juliano Medeiros, e PCdoB, Luciana Santos. O candidato derrotado do PSOL ao Planalto, Guilherme Boulos também participou do ato. A ex-presidente Dilma Rousseff foi a mais festejada entre os presentes, tendo seu nome gritado pelos militantes. “Dilma, guerreira da pátria brasileira”, entoaram. Os petistas também assoviaram a música “olê, olê, olá, Lula, Lula”.

O petista foi recebido com comemorações pelos militantes ao chegar no salão em que fez seu pronunciamento. Na sequência, os organizadores do evento pediram um minuto de silêncio e lembraram de mortes ligadas à política, como a da vereadora carioca Marielle Franco (PSOL) e a do mestre Moa do Katendê. “Nós não vamos deixar esse país para trás, respeitando a democracia.”

Apesar de todas as pesquisas apontarem uma provável derrota, a campanha petista construiu um discurso de otimismo nos últimos dias. Neste domingo, antes de ir votar, Haddad chegou a dizer que estava confiante em “um grande resultado hoje”. “As pesquisas indicam uma retomada importante da intenção de voto no nosso projeto. E eu confio na democracia, confio no povo brasileiro”.

Em contraste, lideranças petistas mantiveram o tom de cautela ao longo de todo dia. Para alguns petistas, a derrota já era algo esperada, e a esperança era de diminuir a diferença de Haddad para Bolsonaro. Uma margem menor daria mais força para o partido ter força como oposição ao governo do presidente eleito.
Quando houve a confirmação da vitória de Bolsonaro, alguns militantes choraram. “Estaremos na resistência do dia a dia”, disse um apoiador petista que estava no hotel.

Em contraste com a tristeza do lado de dentro, na rua em frente ao hotel passavam carros com a bandeira do Brasil buzinando, celebrando a vitória de Bolsonaro.

Haddad, que assumiu a candidatura presidencial do PT devido à impossibilidade de Lula, preso, disputar o pleito, viu a distância nas pesquisas diminuírem nos últimos dias antes do segundo turno, mas não conseguiu virar o placar contra Bolsonaro.

Os políticos que circulavam pelo lobby do hotel já haviam, quase todos, deixado o local pouco depois das 19h, quando os resultados oficiais dos estados começaram a ser divulgados. Depois da confirmação, ficaram apenas Luiz Marinho, presidente estadual do PT e candidato derrotado ao governo de São Paulo, e Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto, que disputaram o Senado e também não foram eleitos.

Haddad não vai visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na superintendência da PF em Curitiba nesta segunda. Quem se encontrará com Lula é o deputado estadual eleito Emidio de Souza (PT-SP), um dos principais auxiliares de Haddad durante a campanha. Assim como Haddad, Emidio também está registrado na equipe de advogados de Lula.

Ele votou pela manhã na capital paulista, por volta das 10h15. O petista declarou esperar que o dia transcorra com “muita tranquilidade”. “Eu confio na democracia, confio no povo brasileiro”, disse Haddad. Assim que os militantes iniciaram o ato, moradores do prédio que fica em frente ao colégio começaram a bater panela.

Fonte: Folhapress/Blog BG

Postado às 22h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Em nota, Carlos Eduardo agradece aos aliados, familiares e deseja êxito a Fátima Bezerra.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Quero expressar profunda gratidão aos norte-rio-grandenses que confiaram em nossas propostas, nossas ideias, na nossa capacidade administrativa e deram o seu voto ao 12, na confiança de que, das urnas, nasceria um Rio Grande do Norte pautado pela ética, a gestão eficiente e a tolerância zero com a corrupção.

Fizemos uma campanha limpa e propositiva. Baseada na coragem e no sentimento de mudança, na nossa história que transformou Natal numa capital capaz de orgulhar seus filhos e seus visitantes. Foram quatro gestões fixadas no coração e na alma de sua gente.

Abri mão de meus quase três anos de mandato como prefeito por saber que, ao homem público verdadeiro, não é permitida a omissão da luta.

O Rio Grande do Norte chegou ao fundo do poço nos últimos quatro anos.

Me propus mudá-lo, percorrendo no calor, nas noites e madrugadas, o itinerário da esperança numa gestão voltada a todos, sem lados ou preconceitos ideológicos.

Agradeço à toda a equipe que esteve conosco, ao meu partido, o PDT e aliados, o PP, o DEM, o MDB, o Podemos e, no segundo turno, a relevante presença do PSL.

Agradeço a toda minha família, em especial à minha mulher Andréa, uma demonstração guerreira de amor em cada instante da jornada.  Agradeço aos meus filhos pelos dias em que não pude estar com eles, trabalhando para que cada filho do Rio Grande do Norte compreendesse nossa mensagem.

Cabe-me exercer a missão delegada pelo povo do meu Estado.

Irei cumpri-la.

À minha adversária, sinceros votos de êxito.

Na minha vida pública, aprendi a ganhar e a perder.

Desistir, nunca! Jamais!

Que Deus nos proteja e a todo o Rio Grande do Norte.

Carlos Eduardo

  • IMG_8261
  • IMG_8274
  • IMG_8290
  • IMG_8326
  • IMG_8328
  • IMG_8333
  • IMG_8340
  • IMG_8344
  • IMG_8350
  • IMG_7993
  • IMG_8353
  • IMG_8355
  • IMG_8363
  • IMG_8373
Postado às 22h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Fátima Bezerra (PT) é eleita governadora do RN.

Fátima Bezerra (PT) votou na Estácio da Avenida Roberto Freire.

Fátima Bezerra tem 63 anos, é professora e pedagoga e atualmente ocupa o cargo de senadora da república pelo Rio Grande do Norte.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A senadora Fátima Bezerra (PT) foi eleita governadora do Rio Grande do Norte com um total de 945.008 votos (47,45% dos votos válidos) e uma maioria superior a de 245 mil votos sobre o seu concorrente, o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo, derrotado por seu sobrenome “Alves”, fato exaustivamente ressaltado por sua adversária, e que contribuiu para que o eleitor o rejeitasse e o identificasse como sendo um “candidato das oligarquias” e da “velha política”, apesar de ser um candidato vitorioso como gestor público. Carlos Eduardo obteve 699.923 votos (42,55% dos votos válidos).

Eleita governadora, Fátima Bezerra, terá que honrar a folha de pagamento do funcionalismo estadual, redimensionar a maquina pública e obter recursos do governo federal para colocar o Rio Grade do Norte nos trilhos do desenvolvimento. Fátima Bezerra terá que se superar em criatividade e talento, além de negociar com as classes produtivas do estado um pacto a favor do Rio Grande do Norte.

Fátima Bezerra tem 63 anos, é professora e pedagoga e atualmente ocupa o cargo de senadora da república pelo Rio Grande do Norte. Natural de Nova Palmeira, na Paraíba e mora desde a adolescência no estado. Se filiou ao PT em 1981 e entrou na vida política através do sindicato do professores.

  • IMG_8032
  • IMG_8035
  • IMG_8039
  • IMG_8046
  • IMG_8055
  • IMG_8063
  • IMG_8096
  • IMG_8113
  • IMG_8119
  • IMG_8410
  • IMG_8414
  • IMG_8421
  • IMG_8424
  • IMG_8429
  • IMG_8458
  • IMG_8465
  • IMG_8476
  • IMG_8477
  • IMG_8489
  • IMG_8493
  • IMG_8500
  • IMG_8505
  • IMG_8511
  • IMG_8515
  • IMG_8519
  • IMG_8533
  • IMG_8535
  • IMG_8544
  • IMG_8553
  • IMG_8564
Postado às 20h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Bolsonaro prega apuração paralela e evita clima de já ganhou.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Em uma transmissão ao vivo pelo Facebook na noite de hoje (27), Jair Bolsonaro fez seu último comunicado aos eleitores antes do término da campanha eleitoral. O candidato do PSL à Presidência da República pediu que seus eleitores fiscalizem a votação com vistas a “uma apuração paralela” que será feita por sua campanha. Segundo o candidato, as eleições não estão ganhas.

“Temos que lutar até o último momento, não vamos dar a oportunidade para eles”, afirmou. “Você vai ter que voltar às cinco da tarde lá na sessão eleitoral e tirar uma fotografia da cabeça do boletim de urna. Automaticamente, (a foto) vai para um local onde nós fazemos a consolidação disso para que nós venhamos a ter certeza de que nós tivemos uma votação que nos dê esse mandato”, explicou. “A gente não pode, não tem como acreditar em se mudar 20 milhões de votos em dois dias. Isso é impossível, não tem como”, avaliou o candidato.

Bolsonaro também falou sobre o atentado que sofreu em Juiz de Fora (MG) e insistiu que seu agressor não agiu sozinho. Ele foi esfaqueado no abdômen em  ato político na cidade mineira no dia 6 de setembro.

“Eu não acredito num lobo solitário”, disse. “Até porque um cara fazer um ato daquele, o que seria normal? Ser linchado pela multidão”, avaliou. “Agora, as informações que eu tive, o policial que segurou lá o Adélio levou pancada de várias pessoas que estavam dando proteção ao Adélio, então foi um negócio planejado, programado”, afirmou Bolsonaro.

A conclusão de um inquérito da Polícia Federal encaminhado para o Tribunal de Justiça de Juiz de Fora (MG) no mês passado é de que Adélio agiu sozinho do dia do atentado contra o candidato.

A Justiça Federal assumiu ontem (26) a condução de mais um inquérito instaurado para apurar o ataque contra Bolsonaro (PSL).

Fonte: Agência Brasil

Postado às 10h10 CidadeDestaque Nenhum comentário
TV Assembleia transmite aulões preparativos para o Enem a partir de 1º de novembro

TV Assembleia transmite aulões preparativos para o Enem a partir de 1º de novembro. (Foto: João Gilberto).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O Conexão Enem, projeto da Assembleia Legislativa, prepara mais uma atividade de revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) voltada aos candidatos que vão fazer as provas. Os aulões, já tradicionais na agenda do Exame no Estado, tiveram data definida e vão, mais uma vez, reunir uma equipe de professores afiada no assunto.

O esforço por educação é uma das metas que foi traçada pela Assembleia Legislativa dentro de seu planejamento estratégico. A colaboração que o Poder Legislativo dá para os alunos que vão fazer a prova do Enem é uma expressão desse compromisso.

O primeiro aulão do Conexão Enem será no dia 1º de novembro, das 19h às 21h, e abordará a redação e os possíveis temas que serão objeto da prova. Na condução do programa estará o professor João Maria com dicas de estruturação do texto e argumentação de acordo com o que o avaliador espera do aluno.

A segunda aula ocorre no sábado (3), das 17h às 19h, véspera da primeira etapa da prova, e será de revisão sobre as matérias que serão abordadas na primeira parte da prova objetiva, que trará as disciplinas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação, Ciências Humanas e suas Tecnologias.

A terceira aula será no dia 8, das 19h às 21h, e terá conteúdo voltado para Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias. O horário dessa última aula ainda será definido.

Todos os aulões serão transmitidos pela TV Assembleia, que pode ser sintonizada nos canais 09 e 109 da Cabo, canal 16 da NET e 51.3 do sinal aberto.

Postado às 08h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Fernando Haddad participou neste sábado (27) de caminhada na capital paulista – Rovena Rosa/Agência Brasil.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Em último ato de campanha antes da votação do segundo turno, o candidato do PT, Fernando Haddad, fez uma transmissão ao vivo pela rede Facebook em que respondeu perguntas de internautas, além de receber apoio de artistas, como o ator Wagner Moura, a cantora Daniela Mercury e a apresentadora Astrid Fontenelle.

Ao lado da esposa Ana Estela, Haddad falou sobre propostas do seu programa de governo, como reajustar o salário mínimo acima da inflação. Segundo o candidato, os pobres são os que mais sofrem com o aumento da inflação e o reajuste é necessário para recuperar o poder de consumo. “Jamais [o reajuste do salário mínimo] será abaixo da inflação”, disse, acrescentando que o aumento será feito, caso eleito, “com toda a responsabilidade”.

Haddad voltou a criticar a proposta do adversário Jair Bolsonaro de flexibilizar o porte de arma no país. Para o candidato do PT, “armar a população não vai resolver o problema” e defendeu que a Polícia Federal assuma responsabilidades nacionais, com remanejamento e aumento do efetivo, para que as polícias estaduais possam cuidar da segurança ostensiva nas ruas.

Ao final da transmissão, com duração de quatro horas, Haddad agradeceu o apoio de eleitores e da família e pediu que o eleitor vote com um livro na mão neste domingo (28). “Deixa o ódio pra lá. Urna é lugar de depositar esperança”, disse.

Fonte: Agência Brasil

Postado às 21h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

Nos votos totais Fátima Bezerra (PT), tem 52% do votos e Carlos Eduardo (PDT) 42%.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

O Ibope divulgou agora a pouco, o resultado da pesquisa sobre o segundo turno da eleição para o governo do Rio Grande do Norte.
O levantamento foi realizado entre quarta (24) e sexta-feira (26) e tem margem de erro de 3 pontos, para mais ou para menos. Esta é a última pesquisa antes das eleições de domingo (28)
Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:
Fátima Bezerra (PT): 55%
Carlos Eduardo (PDT): 45%
Na pesquisa anterior, Fátima tinha 54% e Carlos Eduardo, 46%
Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.
Sobre a pesquisa
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Entrevistados: 812 pessoas em 38 cidades
Quando a pesquisa foi feita: 24 a 26 de outubro
Registro TSE: BR-05542/2018
Registro no TRE/RN: RN‐04531/2018
Nível de confiança: 95%
Contratantes da pesquisa: Inter TV Costa Branca
Postado às 20h10 CidadeDestaque Nenhum comentário

Governo do RN assina Ordem de Serviço para restauração do Forte dos Reis Magos.

A restauração, com orçamento de R$ 3,9 milhões via empréstimo do Banco Mundial pelo programa Governo Cidadão.

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

A ordem de serviço para restauração do Forte dos Reis Magos em Natal foi assinada pelo governador Robinson Faria nesta sexta-feira (26). O Forte é a principal edificação cultural e histórica do Rio Grande do Norte e um marco do início da implantação da capital. A construção está instalada no encontro do Rio Potengi com o Oceano Atlântico, no limite entre as zonas leste e norte da cidade.

A restauração, com orçamento de R$ 3,9 milhões via empréstimo do Banco Mundial pelo programa Governo Cidadão, vai contemplar também a adequação às normas de acessibilidade, e tem prazo de conclusão para novembro de 2019. “O Governo do Estado está reassumindo a gestão do Forte, que na gestão anterior foi passada para o Iphan. Além disso, vamos iniciar as obras de restauração, ações que significam um resgate histórico para nossa cidade, nosso Estado e para o Brasil”, afirmou o governador Robinson Faria.

O presidente da Fundação José Augusto (FJA), Amaury Junior, destacou que a gestão do Forte pelo Governo do Estado e sua restauração “preserva e fortalece a nossa cultura e é mais um ponto positivo para o crescimento da atividade turística. O Forte é um patrimônio do Rio Grande do Norte, abriga o Marco de Touros e representa o início da nossa história”. O Forte foi construído em 1598 e tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1949,

 

Postado às 11h10 CidadeDestaque Nenhum comentário

Conheça os tipos de autismo, tema da nova campanha da Assembleia. (Foto: Ney Douglas).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Transtorno de desenvolvimento que é tema da nova campanha educativa da Assembleia Legislativa, o autismo ou Transtorno do Espectro Autista possui tipos ainda pouco conhecidos pela sociedade. De acordo com o Núcleo de Atenção Biopsicossocial da Casa, são cinco as variações: o infantil, a Síndrome de Rett, o Transtorno Desintegrativo da Infância, a Síndrome de Asperger e o clássico.

Segundo a psicóloga Helga Torquato, o tipo mais comum é o clássico, cujas características mais marcantes são a pouca socialização, o déficit na fala, a repetição de movimentos e o desvio de contatos visuais. “Diante de sintomas como esses, os pais ou responsáveis devem procurar especialistas. Para cada variação, há um tratamento, com o mesmo fundamento”, explica ela.

No caso da Síndrome de Rett, a irritabilidade crescente, a estabilização e até mesma a perda na aquisição de habilidades motoras são sinais de manifestação. Crianças com Transtorno Desintegrativo da Infância, por sua vez, apresentam um desenvolvimento aparentemente normal nos primeiros anos de vida, mas antes de completarem 10 anos de idade começam a manifestar uma profunda regressão na comunicação e nas habilidades sociais.

Tida como uma variação do autismo, a Síndrome de Asperger, como era antigamente conhecida, é definida pela presença de déficits persistentes na comunicação e na interação social. Crianças que a possuem têm dificuldade para interagir com outras pessoas e muitas vezes comportam-se de forma estranha em situações sociais. Portadores desse distúrbio geralmente não fazem amigos facilmente, pois têm dificuldade para iniciar e manter uma conversa.

Helga conta que, além dos tipos, há ainda os graus de autismo, que podem variar entre leve, moderado e severo. O que determina o grau, de acordo com a psicóloga, é o nível de dependência e de necessidade de suporte do paciente. “Independentemente do grau, o objetivo do tratamento é retirá-lo do isolamento no qual ele se coloca”, resume a profissional.

O autismo será discutido em audiência pública no próximo dia 30, às 9h, na Assembleia Legislativa. O atendimento às pessoas acometidas pelo autismo, o aumento no registro de casos e os esclarecimentos sobre o distúrbio serão alguns dos pontos em debate durante a discussão proposta pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB). Na audiência, o Legislativo também lança a campanha “Autismo: entenda o ritmo de cada um”.

Postado às 10h10 DestaquePolítica Nenhum comentário

(Foto: José Aldenir).

Fátima Bezerra (PT) chegou à sede da Inter TV Cabugi acompanhada de assessores. (Foto: Pedro Vitorino).

Na chegada à sede da Inter TV Cabugi. Ele falou sobre a expectativa para o debate. (Foto: Pedro Vitorino).

Redação/Portal de notícias e fotojornalismo Natal/eliasjornalista.com

Carlos Eduardo (PDT) e Fátima Bezerra (PDT) participaram do debate na Inter TV mediado pelo jornalista Ary Peixoto da TV Globo na noite desta quinta-feira (25). Este foi o último público do confronto entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Norte no 2º turno agora é esperar até o próximo domingo (28) para saber que será o escolhido pela população para governar o estado.

Fátima Bezerra (PT)

Na chegada a Inter TV Cabugi a candidata Fátima Bezerra (PT) falou da expectativa para o debate: “Espero que aqui possamos fazer um debate propositivo. E quero alertar Natal e o Rio Grande do Norte mais uma vez para a campanha desonesta que o adversário vem fazendo, desrespeitando, inclusive, a justiça eleitoral, que tem condenado a campanha dele por diversas calúnias, fake news, mentiras contra a nossa candidatura. Portanto, a mim, o Rio Grande do Norte pode esperar que aqui estou para apresentar as minhas propostas, para dizer ao Rio Grande do Norte que estou preparada para assumir o desafio de governar o Rio Grande do Norte se essa for a vontade de Deus e da maioria do povo”.

Carlos Eduardo (PDT):

Na chegada à sede da Inter TV Cabugi. Ele falou sobre a expectativa para o debate.

“É uma expectativa boa. Mais uma oportunidade para que a gente possa expor nossos projetos para resgatar o Rio Grande do Norte e, desta forma, o Rio Grande do Norte voltar a crescer, se desenvolver, com melhores serviços públicos, saúde, educação, segurança, desenvolvimento econômico, criação de empregos, um Rio Grande do Norte melhor”.

Ao final do debate: Fátima Bezerra (PT) – “Estou preparada para governar o Rio Grande do Norte sob qualquer cenário. Meu governo vai ser o governo da união de todos os setores pelo nosso estado”, disse Fátima. Durante o debate, ela rebateu as falsas declarações de Carlos Eduardo Alves e lembrou que já ganhou várias ações judiciais pelas fake news e baixarias disparadas pelo pedetista.

O candidato Carlos Eduardo (PDT) –  “A candidata Fátima Bezerra (PT) não representa nenhuma mudança para o estado do RN por esse motivo é que vou vencer esta eleição”.

Fotos: José Aldenir/Pedro Vitorino

  • WhatsApp Image 2018-10-25 at 23.07.14
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.48
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.49
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.50
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.51(1)
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.51
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.53(1)
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.53
  • WhatsApp Image 2018-10-26 at 07.04.54
Página 40 de 329« Primeira...102030...3839404142...506070...Última »